Relação homem mulher na literatura

Os estudos feitos até agora sobre o assunto, mostraram que a mulher, historicamente e culturalmente, definiu-se por oposição: a mulher é o “Outro” em relação ao masculino. Na contemporaneidade, após percorrer um longo trajeto de lutas pela afirmação de sua identidade, a mulher conquistou, em certa medida, um espaço próprio na ... LITERATURA 01. A relação do Homem com a Natureza sempre foi um tema presente na literatura universal, desde os seus primórdios. Leia os textos abaixo e considere as questões a seguir. 3-3) De acordo com o relato bíblico, a expulsão do Albrecht Dürer, Adão e Eva Albert Eckhout, Índios REPRESENTAÇÕES NA LITERATURA HAGIOGRÁFICA (SÉCULO XIII). André Candido da Silva1 ... considerando as questões culturais e sociais baseados na relação de poder e por uma perspectiva relacionada ao pós-estruturalismo, em meio a uma chamada ... Le Goff acredita que a mulher sempre foi vista como inferior ao homem, devido a sua ... Se para Bachelard a casa significa o local de proteção que o homem encontra ao voltar da rua, para Elódia Xavier, na literatura escrita por mulheres, essa relação ocorre de maneira contrária. É somente fora do espaço privado que a mulher consegue se libertar dos papéis que lhe são pré-estabelecidos pela sociedade. A relação literatura/homem é fundamental porque “o texto poético favorece a formação do indivíduo, cabendo, pois, expô-lo à matéria literária, requisito indispensável a seu aprimoramento intelectual e ético”. ... Na esteira do modelo do conto popular, notou-se a elaboração de personagens lineares que se situam no pólo do bem ... * Uma mulher leva vinte anos para fazer de seu filho um homem – e, outra mulher, vinte minutos para fazer dele um tolo. (Helen Rowland) * O casamento é a única aventura ao alcance dos covardes. A sociedade israelita dos tempos bíblicos era patriarcal, na qual a mulher era criada para casar e ter filhos e era vista como ajudadora para o homem; nas Escrituras Hebraicas, a primeira mulher da humanidade chama-se Eva, que em hebraico, Hhaw.wáh, tem o significado de vida ou vivente, porque ela tornar-se-ía ' mãe de todos os viventes'8 ... Marcas da violência contra a mulher na literatura 2 Diadorim, Rio de Janeiro, Volume 13, p. 01-11, Julho 2013. Apesar dos avanços e das conquistas femininas, a sociedade brasileira vive uma ... A REPRESENTAÇÃO DA MULHER NA LITERATURA: A PROTAGONISTA EM O DESPERTAR, DE KATE CHOPIN REPRESENTATION OF WOMEN IN LITERATURE: MAIN ... muda suas características e comportamento em relação ao modelo de mulher no século XIX, condicionado histórica e ... vem à mente de Edna a imagem de um homem nu, localizado ao lado de uma rocha, próximo ... A mulher é a cabeça da casa, já o homem, não é tudo isso. Pra mim a mulher, faz mais coisas do que o homem, mais o homem tem mais forças para certas coisas. No caso os dois são iguais, na relação da família, o homem tem seus deveres e a mulher tem também... §Deveres da mulher na casa.§ A mulher faz várias coisas para ter uma casa ...

15 Obras de Camilo Castelo Branco em epub

2020.03.16 20:34 Upa-upa-puxadote 15 Obras de Camilo Castelo Branco em epub

São 15 epubs. Alguns são romances, outros são peças de teatro.
«A caveira do Mártir» - Publicado em 1876, o romance “A Caveira da Mártir” foi um dos maiores sucessos comerciais da carreira literária de Camilo Castelo Branco, quando ainda era vivo e, tal como muitas das obras camilianas, é baseada em casos reais e históricos. Mas, ao contrário de outros romances, que seguem somente uma história linear, aqui é explorado um entrelaçado de histórias, interligadas pelas acções e domínio da Santa Inquisição na justiça portuguesa e da aplicação da pena capital.
«Mistérios de Lisboa» - Publicado num jornal portuense, em 1853. Enredo: Pedro é um órfão de 14 anos, aluno de um colégio católico. Na sua procura pela identidade dos seus pais vai conhecer a trágica história da vida de ambos. À sua volta, várias histórias, entrelaçadas e interligadas, que atravessam todo o século XIX sobre 40 diferentes personagens: amor, paixão, crime e adultério, onde cada um tem o seu papel no destino dos outros.
«A Queda de Um Anjo - Publicado em 1866, esta história sobre a corrupção moral é uma dos mais célebre romances satíricos de Camilo Castelo Branco e também um dos mais divertidos e cómicos. A temática da história é simples: o poder corrompe; e a ostentação, o adultério e a personalidade de “vira-casacas” são corolários dessa corrupção. Enredo: Calisto Elói, um morgado minhoto provinciano de elevados valores morais é convidado para ser deputado em Lisboa, acabando assim por se deixar corromper pelo luxo e pelo prazer que imperam na capital.
«O Judeu» - Publicado em 1866, a obra “O Judeu” de Camilo Castelo Branco é um romance histórico de homenagem àquele que se tornou na figura representativa dos milhares de judeus portugueses que morreram pela Inquisição entre 1540 e 1794, em Portugal. Enredo: História da vida trágica de António José da Silva, o mais famoso dramaturgo português do seu tempo que acabaria posteriormente por morrer na fogueira às mãos da Inquisição.
«O retrato de Ricardina» - A obra foi escrita em plena guerrilha literária, que opôs os escritores românticos da velha guarda, aos jovens estudantes de Coimbra, que defendiam um novo tipo de literatura na chamada “Questão Coimbrã”. Curiosamente, Camilo escreveu este romance com o intuito de parodiar os movimentos literários do Realismo e do Naturalismo, mas o resultado foi uma obra que faz um fresco da condição da mulher da época, com poucos direito e sem grandes liberdades. Enredo: Bernardo, um jovem humilde, que na infância era pastor e aprendiz de pintor, fica subitamente rico com uma herança que recebe. Após formar-se em Coimbra e voltar à sua terra, na freguesia de Espinho, apaixona-se pela bela Ricardina, filha do Abade da região, um homem poderoso, influente e vingativo que recusa que a filha se relacione com alguém das suas origens. Os dois fogem, sempre perseguidos pelos capangas do pai da rapariga.
«O Morgado de Fafe em Lisboa» - Peça de teatro. Enredo: O Barão e a Baronesa de Caçurrães querem casar a filha, extremamente pretenciosa, com um pretendente rico mas a rapariga não acha nenhum dos pretendentes dignos dela. No entanto quanto mais se descobre sobre a personalidade da mesma, mais se percebe que ela é que não é digna dos pretendentes.
«A Bruxa do Monte Córdova» - Publicada em 1867, esta novela Camiliana tem como pano de fundo a guerra civil que ocorreu entre 1831 e 1834, e opôs os defensores de D. Pedro I e da sua filha D. Maria II, liberais e constitucionalistas, aos defensores de D. Miguel I, os absolutistas e tradicionalistas. Mas a acção principal em si relata-nos uma história de amor trágico que define bem a época conturbada em que se vivia, falando principalmente da falta de carácter dos representantes da igreja, enquanto instituição, que incentivavam o fanatismo e o histerismo religiosos e davam azo a intrigas e convulsões sociais.*
«A Brasileira de Pranzins» - Enredo: Marta de Prazins, chamada de “A brasileira” pois está prometida, pelo pai, a um tio que fez fortuna no Brasil, apesar de ter José Dias como seu apaixonado.
«Amor de Perdição» -A mais popular obra de Camilo Castelo Branco, que lhe conferiu fama, popularidade e que o consagrou como um dos mais relevantes escritores românticos portugueses. Foi escrita, segundo o autor, em apenas 15 dias, no ano de 1861, enquanto esteve preso na cadeia da Relação, na cidade do Porto, por se ter envolvido num escândalo de adultério.
Enredo: Simão Botelho e Teresa de Albuquerque, dois jovens enamorados de famílias rivais da cidade de Viseu do século XIX, mantêm um namoro proibido com consequências trágicas e mortais, não apenas para ambos mas também para aqueles que os rodeiam.
«Amor de Salvação» - Amor de Salvação, obra de Camilo Castelo Branco, publicada em 1863, é uma novela passional, considerada pela crítica uma das obras mais bem acabadas do autor. Enredo: Amor de Salvação conta a história da relação conturbada entre Afonso e Teodora, que tinham sido prometidos um ao outro, desde o momento que nasceram.
«Coração, Cabeça e Coração» - Romance que conta a história de Silvestre da Silva, em três grandes fases da sua vida. Uma primeira em que ele dedica os seus amores e às “coisas do coração”, às quais ele depois diz ser uma “tolice brava”; a uma segunda fase ao “intelecto” e. finalmente a uma terceira em que afirma render-se aos apelos do estômago até morrer.
«Onde está a Felicidade» - Publicado em 1856, o romance Onde Está a Felicidade? é um retrato fiel da sociedade da época, caracterizada pela importância do dinheiro e do estatuto como forma de promoção social. Trata-se de um romance onde impera a crítica à sociedade, representada pelas figuras de Guilherme do Amaral, que simboliza a riqueza, e de Augusta, que personifica a população de parcos recursos. Enredo: A história da busca da felicidade por parte de Guilherme e Augusta. Ambos apaixonam-se e tornam-se amantes, no entanto, Guilherme abandona a jovem, seduzido pela beleza de uma prima sua e Augusta irá perceber que a felicidade não é fácil de encontrar
«A doida do Candal» - Enredo: Quando Simão Peixoto ameaça a sua irmã Lúcia com o convento para que possa ficar com as heranças que por direito são dela, esta pede ajuda ao seu primo Marcos Freire. Com ajuda de José Osório este consegue retirá-la para casa de umas parentes. Furioso, Simão quer vingança, e tanto provoca Marcos que acaba por se bater em duelo com ele, matando-o. Quando a notícia chega a Maria da Nazaré, com quem Marcos tem um filho, esta enlouquece, ficando conhecida como a doida do Candal.
«O Lobisomem» - Peça de Teatro = Enredo: Uma aldeia localizada nas serras de entre Douro e Minho vive assombrada com as aparições de um lobisomem que ronda as imediações da povoação. Entre o medo e o mistério, resta ao povo tentar descobrir a quem dos vizinhos recaiu tamanha maldição.
«A Sereia» - Uma novela de Camilo muito popular no tempo da sua publicação mas que acabou por ser relegada para o esquecimento dentro da vasta lista de obras camilianas. Enredo: A trágica história de Joaquina Eduarda, cantora de palco a quem chamavam “A Sereia”.
submitted by Upa-upa-puxadote to Biblioteca [link] [comments]


2019.12.31 21:43 JorgeAmVF Subs em português ou sobre cultura lusófona criados em 2019

Subs em português ou sobre cultura lusófona criados em 2019
Pelo menos 259 subs foram criados em 2019; assim, 2019 foi o ano em que mais subs lusófonos foram criados desde 2008 - ultrapassando 2017 (~234).
Obviamente, nem todos os subs em português ou sobre cultura lusófona criados esse ano se encontram aqui, pois o ano ainda não acabou e é provável que mais subs criados em 2019 sejam encontrados nos próximos anos.

Top 15

subreddit membros criação
orochinho 17563 31/07/2019
patopapao 10646 07/02/2019
pescocofino 9152 07/06/2019
CarlaBrasil 7486 02/01/2019
brgonewild 7013 24/01/2019
FicouGratis 2402 25/07/2019
mattayahu 2119 18/01/2019
Idiomas 1161 05/01/2019
loylinha 875 06/04/2019
10º PergunteReddit 823 30/01/2019
11º MariaFernandaGalvao 805 10/08/2019
12º NaoMortoAbraDentro 733 01/02/2019
13º pracinhagamer 730 12/12/2019
14º MariParaiba 691 23/03/2019
15º Vanessa_Vailatti 677 06/09/2019
https://preview.redd.it/r00me9xf91841.png?width=1882&format=png&auto=webp&s=4e6029919f1c5a0f18240a802e48971f0ca1e779

Lista completa

subreddit membros criação nsfw descrição
CarlaBrasil 7486 02/01/2019 Sim This subreddit is for posting content relating to Carla Brasil.
mormonsud 2 02/01/2019 Não Sub para membros, amigos e curiosos a respeito da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias (aka 'Igreja Mórmon').
transumanismo 2 02/01/2019 Não Sub lusófono para discussão e compartilhamento sobre transumanismo.
cultobastter 6 03/01/2019 Não Para aqueles que acreditam que a Bastter.com eh um culto pega-sardinha tanto quanto os outros sites de investimento. Postem aqui tudo que voces acharem engracado ou digno de critica! O que ele tiver deletado ou o que mais quiserem...
Brasucas 1 04/01/2019 Não Comunidade livre para brasucas.
Idiomas 1161 05/01/2019 Não Essa é uma comunidade destinada a assuntos sobre idiomas.
nbabrasil 58 05/01/2019 Não NBA Brasil
videoslegaisonline 51 05/01/2019 Não Vídeos legais captados pela internet! :)
nba_brasil 1 05/01/2019 Não Opa, você não quis ir para o /nbabrasil ?
ofertaspravoce 4 07/01/2019 Não 1 oferta por dia! As promoções mais legais para te ajudar na hora das compras.
brasil_politica 3 07/01/2019 Não Sub em Português para discutir a política no Brasil e no Mundo.
DragonBallLegendsBR 13 14/01/2019 Não Subreddit brasileiro sobre o jogo Dragon Ball Legends. Encontre tudo sobre Dragon Ball Legends totalmente em português e discuta com outros jogadores do Brasil.
bomdiagrupo 38 15/01/2019 Não Um subreddit dedicado a fazer sátiras às mensagens de bom dia do ZAPZAP
PoliticaMundial 12 16/01/2019 Não Olá! O Política Mundial é uma comunidade voltada aos assuntos políticos, econômicos e filosóficos, com o intuito de reunir pessoas diferentes com pensamentos diferentes para que possamos discutir e debater sobre o mundo a nossa volta. Apesar de defendermos a liberdade de expressão, temos algumas regras para manter o bom convívio dos membros e assim também, manter o respeito entre os mesmos. Além do mais, a staff não se responsabiliza por raide em outros subreddits. Seja bem-vindo(a)!
mattayahu 2119 18/01/2019 Não Stream do Matta: https://www.twitch.tv/themattayahu Assista o canal primário do Matta: https://www.youtube.com/themattayahu Assista o canal editado do Matta: https://www.youtube.com/mettayahu Discord do Matta: https://discordapp.com/invite/6PSYzqr Twitter do Matta: https://twitter.com/themattayahu Grupo da Stream no Facebook: https://www.facebook.com/groups/mattayahu/
GabiGarcia 12 19/01/2019 Não Gabrielle "Gabi" Lemos Garcia is a Brazilian professional martial artist, specializing in Brazilian Jiu-Jitsu and grappling. She is a member of the IBJJF Hall of Fame.
Mamatas 100 22/01/2019 Não Comunidade dedicada a reunir as principais "mamatas" do Governo Bolsonaro.
cefetianos 7 22/01/2019 Não
meteorologia 3 23/01/2019 Não Notícias sobre aquecimento global, meteorologia, etc.
Medianeira 1 23/01/2019 Não Cidade de Medianeira / PR
brgonewild 7013 24/01/2019 Sim Paraíso das musas tupiniquins!
Deusolivre 4 25/01/2019 Não Coleção de melhores momentos vividos no /brasilivre.
ForniteBR_Portugal 1 25/01/2019 Não Um sub-reddit dedicado ao FortniteBR tudo em português, com o objetivo de aproximar a comunidade portuguesa, e ajudar no que for preciso.
OuijaPortugues 299 26/01/2019 Não Alguma questão aflinge tua vida? Invoque os espíritos é tenha sua resposta definitiva pelo OuijaPortugues, uma versão adaptada à língua lusitana do AskOuija.
PCBRZI 5 26/01/2019 Não PCBRZI
brasil20 2 26/01/2019 Não Por um Brasil melhor
nomadaspt 1 27/01/2019 Não Quando já não sabes de onde és e o planeta é a tua casa.
piadapronta 2 28/01/2019 Não Piadas prontas
PergunteReddit 823 30/01/2019 Não Versão brasileira do AskReddit.
EuTireiUmaFoto 340 31/01/2019 Não No título da sua postagem, comece com ETUF e então descreva a sua foto! Comunidade para amantes da fotografia, em português. Profissional, amador ou entusiasta, aqui você é bem vindo! Poste sua foto aqui e interaja com fotógrafos de todo o Brasil, tire dúvidas, aprenda técnicas e divirta-se! Leia as regras antes de postar. Foto do banner por Raphael Nogueira (https://bit.ly/2MVq5AZ).
relacionamentos 6 31/01/2019 Não chegue ai e conte o seu problema
NaoMortoAbraDentro 733 01/02/2019 Não Versão brasileira do dontdeadopeninside.
copiaEcola 108 04/02/2019 Não Comunidade dedicada a arquivar copypasta em português.
CozinhaPortuguesa 283 05/02/2019 Não Um sub dedicado à cozinha portuguesa para inspirar, aprender a cozinhar, experimentar ideias novas e descobrir pratos saborosos, rápidos e saudáveis.
lageball 1 05/02/2019 Não
patopapao 10646 07/02/2019 Não Bem vindo ao subreddit do Pato Papão, um lugar para você postar seu meme maneiro mesmo e dar sua dica pro Bom ou Ban.
BrazilOpenSource 487 07/02/2019 Não Brazil Open Source é a comunidade brasileira para os amantes da filosofia Open Source e Software Livre. Tire dúvidas, compartilhe ideias e projetos, seja livre! Brazil Open Source is the brazilian comunity for lovers of Open Source and Free Software philosophy. Ask questions, share ideas and projects, be free!
BrasilivrelivreFinal 43 10/02/2019 Não Bem vindo(a) ao Brasillivre_Livre_Mesmo_Final-V2_Agora_Vai! A comunidade feita para aqueles que se cansaram da censura dos outros Subreddits brasileiros. Se inscreva e compartilhe!
091Para 18 10/02/2019 Não Comunidade de Belém do Pará. Venha para a melhor sub do Reddit do melhor Estado da Região Norte do País.
Lennado 13 10/02/2019 Não O sub do lennaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadooooooooooooooooooooooooooooooo
SerGamer 5 10/02/2019 Não Ser gamer, ser um jogador
humortadela 3 10/02/2019 Não
mau_pm_nao_propina 31 11/02/2019 Não Histórias de abuso policial incluindo: abuso de poder, corrupção e outras desgraças em estados policiais em expansão.
Capinaremos 25 11/02/2019 Não Refugiados do Capinaremos
exiladosbrasil 1 11/02/2019 Sim Vivendo no exílio
chocolage 2 12/02/2019 Não
EmPortugues 423 13/02/2019 Não Compilação de comunidades que utilizam o português como idioma principal no Reddit. Divulgue subreddits lusófonos aqui à vontade. Subs que não utilizam a língua portuguesa, mas se dedicam à cultura de países que falam português também são bem-vindos. Não se esqueça de conferir as regras da comunidade antes de postar. Utilize também nossas ferramentas fora do Reddit para obter mais informações sobre comunidades lusófonas e compartilhe seu feed personalizado. E participe do Reddit em português!
CasosIsolados 3 13/02/2019 Não Casos isolados de violência policial no Brasil
caso_isolado 452 15/02/2019 Não Casos de corrupção e abuso de poder policial
catioros_inspiradores 25 15/02/2019 Não O melhor subreddit para você postar imagens de catioros sensacionalmente incríveis, sempre com as melhores frases possíveis para a alegria geral da comunidade
Capina 462 16/02/2019 Não Olá, nobres capinadores! Bem vindo a este recinto maravilhoso do Capinaremos na internet. Fiquem a vontade para compartilhar e discutir sobre o tema que achar pertinente. <3
Ancapinaremos 34 16/02/2019 Não Ancapinaremos: Vamos difundir a liberdade! Pessoas de todas as ideologias são extremamente bem vindas, a liberdade não vê background teórico, não vê gênero, idade, raça, orientação sexual e nem classe social. Acredito que todos deveriam lutar para que os indivíduos se tornem cada vez mais independentes, para que assim, tenhamos um coletivo forte e próspero.
cidadaosdebem 443 18/02/2019 Não
GTAorBrazil 453 19/02/2019 Não For the unbelievable things that only happen in Brazil!
investir 15 20/02/2019 Não Infelizmente outros grupos sobre investimentos em português apresentam pesada censura e automods com programação deficiente. Aqui você pode falar livremente, sem mimimi, sem censura. Todas discussões são bem vindas, sobre qualquer tipo de ativo ou método.
INTESTINOIRRITADO 14 20/02/2019 Não Descobriu que a fonte do seu sofrimento digestivo é a síndrome do intestino irritado? Seja bem vindo. Vamos nos ajudar. (cólon irritável, sii)
Baiacu 15 22/02/2019 Não comunidade brasileira de shitpost e afins.
unexpectedRicardo 96 24/02/2019 Não Ricardo Milos but not expected
AteParece 8 25/02/2019 Não Versão brasileira do thatHappened, posts em português de coisas que até parece que aconteceram mesmo.
Impressao3D 36 26/02/2019 Não Comunidade para discutir sobre impressoras 3D, dicas, técnicas, além de falar sobre modelagem e assuntos afim. Seja bem vindo!
UnivAveiro 3 27/02/2019 Não Subreddit não-oficial da Universidade de Aveiro.
godot_brasil 99 01/03/2019 Não Comunidade para os brasileiros interessados em estudar e tirar dúvidas sobre Godot Engine.
BandasPortuguesas 25 01/03/2019 Não Este subreddit foi criado para a divulgação de projetos, divulgação de bandas pouco conhecidas que gostem, divulgar experiências na indústria e também para que seja possível a discussão como o esclarecimento de alguns temas sobre a indústria
pontoXbr 1 01/03/2019 Não Comunidade em português para aqueles que gostam de fazer o trabalho, seja próprio ou comercialmente.
Umbanda 30 02/03/2019 Não Brazilian / African Religion
SelecaoPortuguesa 1 03/03/2019 Não Subreddit dedicado a todos os escalões da seleção portuguesa de futebol.
aguasanta 1 04/03/2019 Não SubReddit dedicado ao Esporte Clube Água Santa.
FeminismoBrasil 266 08/03/2019 Não Este subreddit é principalmente um lugar para ideias, conhecimentos e dúvidas serem trocadas. São bem vindas questões sobre trabalho, política, relacionamentos, menstruação, métodos contraceptivos, gravidez, parto, aborto, sagrado feminino e tudo o que permeia o universo feminino.
portugalliberal 62 11/03/2019 Não Um grupo de discussão apartidário, transparente e positivo sobre o liberalismo em Portugal. O objectivo é esclarecer sobre o que é o liberalismo e o que querem os liberais em Portugal.
Canhotos_bandidos 5 11/03/2019 Não Subreddit destinado para postagens de material que mostra atos ilegais de esquerdistas.
BrasilEsportes 124 12/03/2019 Não Página dedicada aos brasileiros do mundo todo para falar dos seus esportes preferidos além de notícias, eventos, etc e também, porque não, um espaço para darmos aquela trolada no time adversário
mesoclise 11 12/03/2019 Não Subreddit para postar imagens de pessoas usando mesóclise corretamente. Convenhamos, toda mesóclise merece um upvote.
Kaskaria 3 14/03/2019 Não Seu repositório diário de memes, vídeos engraçados e outras coisas sem utilidade.
startups_pt 2 14/03/2019 Não Discussão sobre o mundo das startups em Portugal.
polemicas 75 16/03/2019 Não Voltamos! Subreddit em português criado para discutir assuntos polêmicos sem qualquer tipo de censura.
boatarde 11 17/03/2019 Não Boa tarde! Inscreva-se também em: bomdia boanoite
soccerPT 7 17/03/2019 Não Todo o futebol: em português. Comunidade aberta a qualquer tema relativo a futebol.
KaikerTV 184 18/03/2019 Não Deixe Memes para o canal do Kaiker
bettina 16 18/03/2019 Não oi, eu sou a bettina tenho 1 milhão de anos e 22 reais de patrimônio acumulado
empreendedorismopt 1 18/03/2019 Não Um espaço para discutir o empreendedorismo em Portugal.
PortoSexDating 25 20/03/2019 Não A olace to find and meet people in Porto (sex related)
Cavaleiros_do_Zodiaco 4 20/03/2019 Não Para todos os fãs de Os Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya).
Filmes_e_series_Nerds 1 20/03/2019 Não A nova casa de quem gosta de filmes de super heroi, viagens no tempo, zumbis, ficção científica...
MariParaiba 691 23/03/2019 Não A subreddit dedicated to the breathtaking Brazilian volleyball player Mari Paraiba.
LisboadeBorla 8 25/03/2019 Não Free Events and places in Lisbon, Portugal
MemesUmidos 3 25/03/2019 Não Tipo o dankmemes mas com menos graça.
SPQAM 1 25/03/2019 Não Senatvs Popvlvsqve Arstotzka Magna O Senado e Povo de Arstotza Magna é uma miccronação fundada no dia 18 de março de 2017, pelo imperador Caesar Vulpes Petrus Machadus. Sua ideologias são: o castilhismo, o tenentismo, o monarquismo e o fascismo britânico (vide Sir Oswald Ernald Mosley). Este subreddit foi criado para a confraternização entre seus cidadãos e discussão de temas inerentes ao governo da Nação.
JogoLivre 1 25/03/2019 Não O sub de jogos livre de censura
SupercarrosPortugal 12 26/03/2019 Não Aqui podem pôr todos os carros raros ou invulgares que encontrarem!
UNIFESP 1 27/03/2019 Não
SemCensura 15 29/03/2019 Sim Comunidade dedicada ao "Sem Censura", programa de entrevistas exibido pela TV Brasil.
mamaspapasbebes 3 02/04/2019 Não reddit de apoio ao site "Ser Pai é..." e local de discussão de ideias acerca da Paternidade / Maternidade
fodase 2 03/04/2019 Não FODA-SE
contraAO 15 04/04/2019 Não Redditores contra o acordo ortográfico.
projeto 7 04/04/2019 Não
brasilcentro 222 05/04/2019 Não Primeira comunidade Brasileira de extremo-centro do reddit brasileiro.
loylinha 875 06/04/2019 Não subreddit da layla ai
mulherdepau 64 07/04/2019 Não mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau mulher de pau
trashyBrazil 16 08/04/2019 Não Um recorte da sociedade mau caráter, imunda e irresponsável que temos no Brasil de 2019.
AskABrazilian 41 09/04/2019 Não Ask a Brazilian person.
ateu 20 12/04/2019 Não Comunidade brasileira dedicada exclusivamente à publicação de conteúdos ateístas.
TropicalRussians 216 14/04/2019 Não Will do later
AnnaRitaCerqueira 204 14/04/2019 Sim Anna Rita Cerqueira
NathaliaAlves 29 14/04/2019 Sim Nathalia Alves
gerir_pequeno 2 15/04/2019 Não Empreendedorismo, Micro-empresas e divulgação
Universodaarte 5 16/04/2019 Não Aqui é um lugar feito para pessoas que querem; Força da comunidade, adquirir conhecimentos artísticos, publicação de artes: digitais, tradicionais e entre diversas outras... Não importa seu nível, seu estilo ou qual tipo de arte você faz. Você é bem-vindo aqui.
SCPPTBR 8 17/04/2019 Não Subreddit da filial lusófona da Fundação SCP, para discussões em português sobre os SCPs brasileiros, portugueses e internacionais.
brasilcentro_drama 0 18/04/2019 Não brasilcentro_drama
PilulaVermelha 42 19/04/2019 Não Comunidade em português baseada na de língua inglesa "The Red Pill". A sociedade moderna, por inúmeras razões, trouxe uma grande mudança na dinâmica sexual entre homens e mulheres. Em analogia à pílula vermelha do filme Matrix, esse sub se propõe a esclarecer como quase tudo que fomos ensinados em relação à essa dinâmica sexual pelos nossos pais, TV, etc. está errado, como isso prejudica o homem moderno, e como sair desse buraco.
polemicas2 2 19/04/2019 Não backup do polemicas
poliamor 89 27/04/2019 Não Este é um lugar de amor livre. Vamos debater sobre nossas dificuldades e realizações poliamoristas.
Gurgel 41 27/04/2019 Não Comunidade para falar do carro Gurgel e de seu idealizador João Amaral Gurgel
Solteiros 71 29/04/2019 Não Local para solteiros e solteiras se descobrirem, conversarem e quem sabe rola algo depois?
Jeitinhobrasileiro 5 29/04/2019 Não Compartilhe aqui as formas não convencionais de resolver os mais diversos problemas da vida cotidiana, dicas, macetes, gambiarras, lifehacks etc.
Olavo_de_Carvalho 2 02/05/2019 Não
LuizPhilippe 1 02/05/2019 Não Em apoio ao nosso Dep. Federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança
claricelispector 6 03/05/2019 Não A subreddit for fans of the 20th century author Clarice Lispector.
corrupcao 232 04/05/2019 Não Subreddit para publicação de notícias, criação de debates e denúncias (anónimas ou não) acerca da corrupção em Portugal, e das diversas maneiras de solucionar este problema que afecta gravemente o nosso país. Só serão consideradas as corrupções noutros países, ou na UE, quando existe uma relação minimamente perceptível entre a mesma e Portugal.
MancheteCorrigida 109 05/05/2019 Não Inspirado na iniciativa gringa do HeadlineCorrections, o Projeto de Correção das Manchetes Fake News nasceu para combater as mentiras e engodos da Grande Mídia. Nós fazemos correções honestas de manchetes desonestas. Saia do curral!
Felca 21 06/05/2019 Não Felca do Youtube, o pewdiepie brasileiro
Encontros 1 08/05/2019 Não comunidade de Encontros no Reddit
Fisicou 81 09/05/2019 Não sub criado com o objetivo de dialogar sobre ciências e afins.
BotaDemaisGrande 38 09/05/2019 Não Rosas são vermelhas Eu gosto de brigadeiro Basicamente o BootTooBig so que em brasileiro.
SciCast 1 09/05/2019 Não SciCast Brasil
Portgueis 29 10/05/2019 Não Igual ao Engrish, mas com português.
brasilisentao 14 10/05/2019 Não a bolha acima e entre todas as bolhas.
Portuges 2 10/05/2019 Não Igual ao Engrish, mas com português
oracoesonline 2 17/05/2019 Não Encontre sua prece aqui!
ProducaoMusical 47 19/05/2019 Não Essa comunidade tem o intuito de unir os produtores musicais brasileiros para uma troca de experiências, dicas, ferramentas e mais coisas voltadas a produção musical.
MatoGrosso 2 21/05/2019 Não Um lugar para compartilharmos notícias e debater assuntos que importem ao estado do Mato Grosso.
novismo 4 25/05/2019 Não Movimento onde ponho minhas anotações como historiador
AmizadeVirtual 91 03/06/2019 Não Cópia de makingfriends para brasileiros
pescocofino 9152 07/06/2019 Não Bem-vindo a nata do chorume da internet brasileira
ContosEroticos 123 07/06/2019 Sim Contos Eróticos em Português. Contribuições são bem vindas.
AcademicosBrasileiros 267 08/06/2019 Não Comunidade dedicada à discussão de assuntos acadêmicos dos mais diversos. Assim, podemos discutir filosofia, ciência, questões políticas que dizem respeito ao meio universitário, entre outros. Seja bem-vindo!
brazilcaralho 1 10/06/2019 Não brazilcaralho
AnkiFlashcards 88 16/06/2019 Não Brazilian subreddit about the Anki flashcard program. Anki increases the efficiency of the revisions through the spaced repetition system. It's used by students from different areas. Members of other countries are welcome. Feel free to post in English or Portuguese! Subreddit brasileiro sobre o programa Anki flashcard. Anki aumenta a eficiência das revisões através do sistema de repetição espaçada. É usado por estudantes de diferentes áreas. Membros de outros países são bem-vindos.
HoraDaComida 41 16/06/2019 Não Sub dedicado para compartilhar receitas feitas por vocês próprios ou belas comidas compradas por vocês
BairroDoLimoeiro 102 18/06/2019 Não Bem vindos ao Bairro do Limoeiro, aonde coelhos de pelúcia pesam mais que um caminhão, Louco é deus e Xaveco só se fode. Seja sempre educado e não rouba as goiaba do Nhô Lau. A dona da rua ta de olho em voceis tudo.
marlonteixeira 3 18/06/2019 Não we love marlon
CienciasReddit 0 22/06/2019 Não A Comunidade Científica do Reddit abrande todos os cidadãos, cientistas e pessoas com envolvimento na busca do conhecimento e progresso a ciência!
Valiria 133 23/06/2019 Não Subreddit brasileiro dedicado às Crônicas de Gelo e Fogo, demais obras de George R. R. Martin e suas adaptações.
fazeramizades 41 23/06/2019 Não Comunidade de encontros em Portugal
AliExpressBR 150 27/06/2019 Não Olá, Bem vindo(a) à AliExpressBR! Esta Comunidade é para os brasileiros que adoram importações, Aliexpress, Ebay Amazon e outros. A participação de todos é muito importante. Compartilhem suas dicas, compras e dúvidas.
Vectra 2 27/06/2019 Não Sub para reunir brasileiros admiradores de Vectra
Pipoca 21 28/06/2019 Não Loucos por filmes e séries
VidaSaudavel 4 28/06/2019 Não subreddit para pessoas que desejam compartilhar informações e dúvidas sobre qualidade de vida
Calopsita 4 28/06/2019 Não Subreddit para quem ama psitácideos !
Tormenta 156 29/06/2019 Não Tormenta is a Brazilian campaign setting for role-playing games that is played with D20 System
brasilivrelivrelivrel 1 29/06/2019 Não ivre
Literatura_on_Reddit 30 01/07/2019 Não Esta comunidade serve para dar a conhecer o trabalho de escritores desconhecidos.
JulianaSalimeni 141 02/07/2019 Sim Juliana Salimeni
BrasildaDepressao 40 02/07/2019 Não Você, de qualquer desse nosso país, do Caburaí ao Chuí. Entre! A casa é sua. Está livre para falar o que quiser, só respeite as regras da casa.
AnnaAvila 28 02/07/2019 Sim Anna Avila
Receitas_LowCarb 1 02/07/2019 Não subreddit para quem descobriu qualidade de vida no low carb
curagay 13 05/07/2019 Não Você é gay? Nós temos a cura.
incellivre 1 05/07/2019 Não Você quis dizer BrasilLivre?
br_ 0 07/07/2019 Não Comunidade do Brasil. Aqui você pode expressar sua opinião livremente, sem medo de ser bloqueado ou excluído. A regra é clara, Arnaldo: "se não for criminoso, é lícito!"
Gado 5 08/07/2019 Não Gado D++++
aplicativos 83 09/07/2019 Não Comunidade dedicada a temas relacionados à todas as categorias de aplicativos. Sinta-se à vontade para enviar comentários, dicas, indicações, críticas, avaliações e sugestões de desenvolvimento de apps.
Temer 1 10/07/2019 Não Subreddit de Michel Temer.
geopolitica 527 15/07/2019 Não Espaço para discussões de geopolítica e política internacional.
JenniferAuada 190 15/07/2019 Não Jennifer Auada
Seguranca 2 16/07/2019 Não Sub brasileiro dedicado a notícias e discussões sobre segurança da informação.
EuphoriaBr 1 18/07/2019 Não EuphoriaBr é uma comunidade para discutir ideias sobre a séries de tv da HBO no idioma português.
AmongUsBR 9 19/07/2019 Não Jogue on-line ou via Wi-Fi local com 4 a 10 jogadores enquanto tenta preparar sua nave espacial para a partida, mas tenha cuidado, pois um deles será um impostor disposto a matar todos! Os tripulantes podem ganhar completando todas as tarefas ou descobrindo e votando no impostor fora do navio. O Impostor pode usar sabotagem para causar o caos, facilitando as mortes e melhorando os álibis. Disponível para Android, IOS e Steam
sulistas 2 19/07/2019 Não Subreddit para sulistas e simpatizantes da causa sulista.
separatistas 1 19/07/2019 Não Para separatistas
Amdrezim 1 23/07/2019 Não canal do amdrezim
5aserie 6 24/07/2019 Não O indivíduo sai da quinta série mas a quinta série não sai do indivíduo. "E o bambu?"
FicouGratis 2402 25/07/2019 Não Normalmente é pago. Hoje não. Temporarily free offers. English speakers are also welcome.
acabouamamata 1 25/07/2019 Não Todos os nossos problemas estão resolvidos
brasilsempolitica 35 26/07/2019 Não tipo o /brasil só que sem posts de politica
paulinhogogo 0 26/07/2019 Não Todo dia a música do Paulinho Gogó em um idioma diferente.
KarinaFlores 24 28/07/2019 Sim Karina Flores
orochinho 17563 31/07/2019 Não Este subreddit foi criado para publicações e memes relacionados ao canal do tio orochi, e qqr coisa q ele possa usar em video!
clubedorap 100 01/08/2019 Não Ritmo & Poesia! Espaço para vocês compartilharem e ouvirem músicas de rap como prioridade. Fiquem a vontade para compartilharem conteúdo desse e dos outros elementos do hip-hop!
TrocaDeHardware 42 07/08/2019 Não Um lugar para vender, comprar e trocar todo tipo de hardware relacionado à informatica.
DivulgueDireito 40 07/08/2019 Não Esta comunidade foi criada pensando nos Advogados e pessoas com dúvidas jurídicas. Aqui você (Profissional) pode publicar artigos jurídicos atualizados a partir de 2017 (mais antigos que isso não aceitaremos); o texto ou artigo deve ter dicas e orientações a clientes ou futuros clientes - salientando sempre que o melhor é buscar ajuda profissional, de pessoa habilitada no assunto a ser 'solucionado' judicialmente! Obrigada por cumprir as regras!
gatinhos 1 08/08/2019 Não miau!
PuddingsUtopia 354 09/08/2019 Não Reddit para os fãs do cazum e sua comunidade.
PsiconautasBR 80 09/08/2019 Não psychonaut da comunidade brasileira!
SuicidioAssistido 1 09/08/2019 Não Aqui é um espaço para que você possa desabafar tudo o aquilo que te faz sofrer e que guarda apenas para você
MariaFernandaGalvao 805 10/08/2019 Sim Maria Fernanda Galvão (@fegalvao_)
homebrewingpt 65 10/08/2019 Não Subreddit dedicado à produção de cerveja artesanal em Portugal
rinhadegado 71 12/08/2019 Não Lugar definitivo para embates de esquerda versus direita, ou simplesmente para encontrar alguém para discordar de você. É aqui onde /brasildob, /brasil e /brasilivre se reunem para desferir suas insanidades argumentativas.
CreepypastaBrasil 4 12/08/2019 Sim Espaço dedicado ao compartilhamento de Creepypastas e Literatura de Horror e Terror. Conteúdo original em pt-br.
humanismosecular 1 14/08/2019 Não Descrição em breve.
AntinatalistasBrasil 43 15/08/2019 Não Comunidade criada pensando nas pessoas que, como eu, são contra natalidade; trazer filho ao mundo nos tempos em que vivemos: Por que? 1 - Seja porque a pessoa ou casal não tem recursos suficientes para criar bem, dar boa saúde e educação e o Estado brasileiro não está se lixando com o mínimo existencial; 2 - Seja porque o mundo, e o Brasil em especial, já tem criança suficiente para muitas gerações - ADOTEM! 3 - Não sofrer; não se deprimir; AFINAL, não PEDEM PARA NASCER!
PoliamorBrasil 7 21/08/2019 Não Poliamor é a prática, o desejo de ter mais de um relacionamento íntimo simultaneamente com o conhecimento e consentimento de todos os envolvidos. Este subreddit foi criado para discutirmos este e assuntos relacionados.
MaseoPT 166 22/08/2019 Não Aqui são postados prints de brasileiros tentando justificar as ações de certos políticos enquanto cita o PT ou o Lula, mesmo que o partido ou o ex-presidente em si não tenha nenhuma ligação com o assunto. Memes ou postagens mais sérias relacionadas ao tema também são aceitos. OBS.: Apesar dos designs, esse subreddit não é necessariamente petista, aqui todos são bem-vindos aqui, desde que sigam as regras.
NaoMonogamiaBrasil 15 22/08/2019 Não Não-monogamia é um termo guarda-chuva para toda prática ou filosofia de relacionamento intimo que não depende estritamente dos padrões de monogamia. Este subreddit foi criado para discutirmos este e assuntos relacionados.
MarianaSampaio 7 22/08/2019 Sim Mariana Sampaio
Ray_Mattos 357 28/08/2019 Sim Ray Mattos
BarbaraEvans 67 29/08/2019 Sim Barbara Evans
RenatinhaCosta 19 29/08/2019 Sim Renatinha Costa
naluando 8 30/08/2019 Sim naluando
brasildeboa 68 31/08/2019 Não Uma comunidade para brasileiros conversarem de boa
DeboraDrumond 42 01/09/2019 Sim Debora Drumond
BrazilianPizza 226 04/09/2019 Não Brazil is a land where everything goes ... on a pizza.
ThaisBrotto 21 04/09/2019 Sim Thais Brotto
nahclisarb 4 04/09/2019 Não
loteriasresultados 2 05/09/2019 Não Fique por dentro dos resultados das loterias!
Vanessa_Vailatti 677 06/09/2019 Sim Vanessa Vailatti
BrasilEdu 45 07/09/2019 Não O subreddit é dedicado à resolução de dúvidas e na publicação de conteúdo educativo na língua portuguesa sobre as disciplinas da educação básica, academia, ocupação e trabalho.
astrologiavideos 1 07/09/2019 Não Vídeos de astrologia!
brasilpop 50 09/09/2019 Não Comunidade brasileira no reddit. Posts sobre política são proibidos.
CarolinedeCampos 6 11/09/2019 Sim Caroline de Campos
JulianaCaetano 83 12/09/2019 Sim Juliana Caetano
JulianaPaes 20 12/09/2019 Sim Juliana Paes
KarolQueiroz 19 12/09/2019 Sim Karol Queiroz
Alana_Campos 9 12/09/2019 Sim Alana Campos
PaulaRebello 6 12/09/2019 Sim Paula Rebello
mtg_brasil 3 13/09/2019 Não
tcg_brasil 1 14/09/2019 Não
Cyberbrasil 326 16/09/2019 Não E se o Brasil fosse cyberpunk?
BrasilAncap 10 16/09/2019 Não Um lugar para se discutir, mostrar e propor avanços nas liberdades individuais e econômicas em terras brasileiras. Todas as ideologias são bem-vindas, desde que agreguem ao debate.
taylorswiftbrasil 1 17/09/2019 Não we love taylooooorrrr please come to brazil (more)
brasilvirgem 2 19/09/2019 Não
Alexa_Brasil 21 21/09/2019 Não Sub para discussão sobre a Alexa em português
OlavoVsOlavo 12 21/09/2019 Não Quando Olavo contraria Olavo
Portugueis 7 22/09/2019 Não Poste aqui pronts de pessoas que estão tendo um pequeno problema para falar português
brasilCACD 154 24/09/2019 Não Grupo aberto de estudantes do CACD - Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata
belezadicas 1 26/09/2019 Não Dicas de beleza, novidades e tutoriais!
BrasilB 107 27/09/2019 Não Comunidade brasileira/lusófona dedicada a discussão de conteúdo socialista, marxista, marxista-leninista, socialista libertário e outros, abrangendo toda a gama possível de teoria e prática da esquerda radical. Somos anti-imperialistas, anti-sectários e não toleramos qualquer comportamento contrarrevolucionário, seja liberalismo, elitismo, revisionismo ou idealismo. Também temos um grupo e um canal no telegram, respectivamente: https://t.me/socialismos https://t.me/SocialismosCanal
rockinrio2019 1 28/09/2019 Não dias de rock, bebê
oguru 1 30/09/2019 Não venham ver, venham ver o extraordinário guru do reddit
cuidedevoce 2 01/10/2019 Não você merece! <3
DankMemesBR 36 08/10/2019 Não Qm usa reddit no Brasil né, ah é esqueci que so br kkkkkkkkkjjjjjjjjj
AspergersBR 10 08/10/2019 Não Uma comunidade voltada para autistas e pessoas que têm a antiga Síndrome de Asperger (pois esta foi retirada no DSM-V). Aqui qualquer tipo de ajuda às pessoas que possuem esta divergência em relação ao dito "padrão" será bem-vinda. Poderá ser postado conteúdo com notícias que envolvam toda a comunidade autista e coisas que façam com que nós tenhamos voz ativa. A primeira comunidade autista brasileira do Reddit!
budismobrasil 51 11/10/2019 Não Compartilhamento de tudo relacionado às várias vertentes do budismo, incluindo budismo secular, em português.
Cemiteriodacomedia 30 11/10/2019 Não O comedycemetery do país dos memes (CÓPIA NÃO COMÉDIA) Existe o cemiteriodohumor, mas ele não presta
budismobr 5 11/10/2019 Não Compartilhamento de tudo relacionado às várias vertentes do budismo, incluindo budismo secular, em português.
PontePretaFC 2 12/10/2019 Não Subreddit dedicado a Associação Atlética da Ponte Preta
historiamilitaronline 2 13/10/2019 Não Somos uma comunidade de constituída por professores e amantes da história militar fascinados pela tecnologia e as estratégias militares. História Militar Online é sua máquina do tempo para todas linhas de frente e os bastidores dos conflitos atuais e históricos ao redor do mundo. Visite nosso website [[email protected]](mailto:[email protected])
PessoasDoBrasil 1 14/10/2019 Não Backup para caso algo de ruim aconteça com o brasil
antipornografia 30 15/10/2019 Não Em breve.
UFOSONLINE 2 21/10/2019 Não Um canal Brasileiro, destinado a divulgar a ufologia e acontecimentos no Mundo.
brasileirospelomundo 1 24/10/2019 Não Sub criado para falar das experiências e visões de Brasileiros que se aventuram pelo mundo. Brasileiros que moram, estudam ou viajam para outros países. Participe do grupo, compartilhe suas histórias, imagens, dicas experiências. Por que mora fora do Brasil? Trabalho? Estuda? Quis mudar de vida? Ou apenas quis explorar esse mundão a fora? E agora que já viu e conheceu outras culturas o que pensa do Brasil? Consegue morar no Brasil? Qual o lugar considera mais bonito no Brasil?
ODragaoVerde 1 24/10/2019 Não
MarketingPortugal 4 05/11/2019 Não Uma comunidade que tem como objetivo a partilha e o debate de tudo o que se relaciona com o universo do marketing.
BancoInter 4 05/11/2019 Não Banco Inter
ChatAmizade 30 08/11/2019 Não Comunidade brasileira para encontrar e conhecer pessoas dispostas a conversar sobre assuntos variados.
EsquerdaInternacional 46 12/11/2019 Não Sub para se discutir tudo o que seja politicamente relevante no mundo
quimicas 3 20/11/2019 Não Uma comunidade para brasileiros que amam química
espaco 194 21/11/2019 Não Compartilhe e discuta conteúdo informativo sobre: Suas dúvidas Astrofísica Cosmologia Exploração espacial Ciência planetária Astrobiologia
engenhariamecanica 15 22/11/2019 Não Grupo focado em discussões relacionadas às diversas áreas da Engenharia Mecânica, softwares, oportunidades de trabalho, carreira, projetos de engenharia, certificações, cursos de especialização, mestrados, doutorados, entre outros assuntos relacionados ao universo da mecânica .
Viralatacaramelo 171 26/11/2019 Não O subreddit dedicado à postagem de qualquer tipo de mídia relacionado ao canino que já virou símbolo nacional.
QueroFonte 35 27/11/2019 Não Grupo para encontrar fontes por trás de fatos e afirmações. Peça ajuda e divulgue fontes.
GadoDemais 45 29/11/2019 Não A Casa dos Gados no Reddit.
torneiras 62 02/12/2019 Não Para todas as suas necessidades de suprimento hidráulico
sexualidade 246 03/12/2019 Não Subreddit em português voltado exclusivamente a discussões saudáveis sobre sexo. Sinta-se a vontade para relatar experiências sexuais, pedir conselhos ou confessar fetiches. Leia atentamente as regras antes de participar.
mathbrasil 33 04/12/2019 Não Bem-vindo a um subreddit de matemática. O objetivo dessa comunidade é ter um cenário para se discutir indagações, exercícios, carreira/educação, teoremas, etc.
pracinhagamer 730 12/12/2019 Não subreddit pra memes e coisas do canal (ou não)
Dados 170 14/12/2019 Não Divulgação de dados para falantes de português.
AskBrasil 2 20/12/2019 Não AskReddit em Português.
ConversaCasual 29 26/12/2019 Não Um subreddit para conversar em português sobre assuntos quaisquer que estiverem na nossa cabeça.
LeoCasteloBranco 10 27/12/2019 Não Informações sobre meus projetos literários e onde baixar as versões em ebook gratuitamente!
roleplaypt 22 29/12/2019 Sim É fã do dirtypenpals mas tem sempre pena que não possa escrever na sua língua? Quer descrever as suas fantasias mais loucas em português? Porque não escreve uma história e convida um utilizador a lhe escrever?
submitted by JorgeAmVF to EmPortugues [link] [comments]


2019.04.09 09:06 Rbgamnisty Atualizando a lista de comunistas: Einstein, em Maio de 1949, escreveu um artigo de título "Por que Socialismo?"

Integra do texto:
Será aconselhável que um não especialista em assuntos econômicos e sociais manifeste pontos de vista sobre o tema “socialismo”? Por várias razões, eu acredito que sim.
Comecemos considerando a questão pelo ponto de vista epistemológico [isto é, que analisa o próprio conhecimento científico]. Poderia parecer que não houvesse diferenças metodológicas essenciais entre a Astronomia e a Ciência da Economia: nos dois campos, os cientistas tentam descobrir leis que sejam aceitáveis de modo generalizado para um determinado grupo de fenômenos, com a finalidade de tornar compreensível a interconexão desses fenômenos do modo mais claro possível.
Na realidade, diferenças metodológicas existem. No campo da Economia, a descoberta de leis gerais é dificultada pela circunstância de que os fenômenos econômicos observáveis são com frequência afetados por muitos fatores que é muito difícil avaliar separadamente.
Além disso, como é bem sabido, a experiência acumulada desde o início do assim chamado período civilizado da história humana tem sido grandemente influenciada e limitada por fatores cuja natureza de nenhum modo é exclusivamente econômica.
Por exemplo, a maioria dos grandes Estados da história deveu sua existência à conquista. Os povos conquistadores estabeleceram a si mesmos, legal e economicamente, como a classe privilegiada do território conquistado; apossaram-se do monopólio da propriedade da terra e designaram uma classe sacerdotal a partir de suas próprias fileiras. Os sacerdotes, no controle da educação, fizeram da divisão da sociedade em classes uma instituição permanente, criando um sistema de valores pelo qual o comportamento social das pessoas passou a ser guiado desde então, em grande medida em nível inconsciente.
Mas a tradição histórica começou ontem, por assim dizer. Em nenhum lugar nós superamos de fato o que Thorstein Veblen chamou de “fase predatória” do desenvolvimento humano. Os fatos econômicos observáveis pertencem a essa fase, e as leis que podemos derivar deles não são aplicáveis a outras fases. Como o verdadeiro propósito do socialismo é precisamente superar a fase predatória do desenvolvimento humano e avançar para além dela, a Ciência Econômica em seu estado atual pode esclarecer bem pouco sobre a sociedade socialista do futuro.
Em segundo lugar, o socialismo se direciona para uma finalidade socioética. A ciência, no entanto, não tem o poder de criar finalidades, e muito menos de instilá-las nos seres humanos; a ciência pode, no máximo, fornecer os meios com que atingir certas finalidades. As finalidades são concebidas por personalidades com ideais éticos elevados – ideais esses que, quando não são natimortos e sim cheios de vida e vigor – são adotados e levados adiante por aquela multitude de seres humanos que, de modo parcialmente inconsciente, terminam por determinar a evolução da sociedade.
Por essas razões, deveríamos nos precaver no sentido de não superestimar a ciência e os métodos científicos quando o que está em questão são problemas humanos - e não deveríamos presumir que somente especialistas têm direito a se manifestar sobre as questões que afetam a organização da sociedade.
Incontáveis vozes vêm afirmando, já desde há algum tempo, que a sociedade humana está passando por uma crise; que sua estabilidade foi gravemente abalada. É característico dessa situação que os indivíduos se sintam indiferentes ou até mesmo hostis ao grupo a que pertencem, seja o pequeno grupo ou ao grupo de maior escala. Permitam-me recordar aqui uma experiência pessoal para ilustrar o que quero dizer: não faz muito, eu debatia com um homem inteligente e de boa disposição sobre a ameaça de mais uma guerra – o que, na minha opinião, poria em sério perigo a existência da humanidade – e observei que somente uma organização supranacional ofereceria proteção contra esse perigo. Nesse ponto o meu visitante me disse, com toda calma e indiferença: “Mas por que você se opõe tão profundamente ao desaparecimento da raça humana?”
Tenho certeza que apenas um século atrás ninguém teria declarado algo desse tipo com toda essa despreocupação. Temos aí uma declaração de um homem que lutou em vão para alcançar um equilíbrio interior e mais ou menos perdeu a esperança de alcançá-lo. É expressão de uma dolorosa solidão e isolamento, de que tanta gente sofre hoje em dia. Qual é a causa? Existe saída?
É fácil levantar essas perguntas, mas é difícil respondê-las com qualquer grau de segurança. No entanto eu preciso tentar, o melhor que puder, embora esteja bem consciente de que nossos sentimentos e aspirações são muitas vezes contraditórios e obscuros, e não podem ser expressos em nenhuma fórmula simples e fácil.
O homem é ao mesmo tempo um ser solitário e um ser social. Como ser solitário, ele tenta proteger sua própria existência e a dos que lhe são mais próximos, satisfazer seus desejos pessoais, desenvolver suas habilidades inatas. Como ser social, busca conquistar o reconhecimento e afeição dos seus companheiros de humanidade, compartilhar de seus prazeres, confortá-los em seus sofrimentos, melhorar suas condições de vida. Somente a existência dessas diferentes aspirações, muitas vezes conflitantes, já responde pelo caráter especial de uma pessoa, e sua combinação específica determina a medida em que o indivíduo consegue, por um lado, alcançar um equilíbrio interior e, por outro lado, consegue contribuir para o bem-estar da sociedade.
É bem possível que a intensidade relativa desses dois impulsos seja, em seu principal, determinada pela hereditariedade – mas a personalidade que termina emergindo é formada em ampla medida pelo ambiente em que acontece de a pessoa se encontrar durante o seu desenvolvimento, pela estrutura da sociedade em que ela cresce, pela tradição daquela sociedade, e pelo valor que a sociedade atribui a este ou àquele tipo de comportamento.
Para o indivíduo humano, o conceito abstrato “sociedade” significa a soma de suas relações diretas e indiretas com os seus contemporâneos e com todas as pessoas das gerações anteriores. O indivíduo é capaz de pensar, sentir, aspirar e trabalhar por si mesmo; mas [ao mesmo tempo] ele depende tanto da sociedade – em sua existência física, intelectual e emocional – que é impossível pensá-lo ou entendê-lo fora da moldura que é o contexto social. É “a sociedade” o que lhe proporciona comida, roupas, um lar, a ferramentas do seu trabalho, a linguagem, as formas de pensar, e a maior parte do conteúdo do pensamento; a sua vida se faz possível mediante o trabalho e realizações dos muitos milhões, passados e presentes, que estão escondidos por trás da pequena palavra “sociedade”.
É evidente, portanto, que a dependência do indivíduo em relação à sociedade é um fato da natureza que não pode ser abolido – tanto quanto o é no caso das formigas e abelhas. No entanto, enquanto o inteiro processo de vida das formigas e abelhas é determinado nos mínimos detalhes por instintos hereditários rígidos, o padrão social e os inter-relacionamentos dos seres humanos são altamente variáveis e suscetíveis de mudanças. A memória, a capacidade de realizar novas combinações e o dom da comunicação verbal possibilitaram desenvolvimentos, entre os seres humanos, que não são ditados por necessidades biológicas. Tais desenvolvimentos se manifestam em tradições, instituições e organizações; em literatura; em realizações científicas e técnicas; em obras de arte. Isso explica como acontece de o ser humano ser capaz de, em certo sentido, influir em sua vida mediante a sua própria conduta, e de que nesse processo o pensamento e a vontade conscientes consigam desempenhar um papel.
O ser humano adquire ao nascer, através da hereditariedade, uma constituição biológica que precisamos considerar determinada e inalterável, inclusive os impulsos naturais que são característicos da espécie humana. Em acréscimo, ao longo de sua vida ele adquire uma constituição cultural que ele adota da sociedade por meio da comunicação e de muitos outros tipos de influências. É a sua constituição cultural que está sujeita a mudanças com a passagem do tempo, e que determina em vasta medida a relação entre o indivíduo e a sociedade. A antropologia moderna nos ensinou, através da investigação comparativa das culturas chamadas de primitivas, que o comportamento social dos seres humanos pode diferir grandemente, dependendo dos padrões culturais e dos tipos de organização que predominam na sociedade. Os que se empenham em melhorar a condição humana podem fundamentar suas esperanças nisso: seres humanos não estão condenados por sua constituição biológica a aniquilarem uns aos outros, nem a estar à mercê de um destino cruel autoinfligido.
Se nos perguntarmos de que modo a estrutura da sociedade e a atitude cultural do ser humano deveriam ser mudados para tornar a vida humana tão satisfatória quanto possível, deveríamos estar sempre conscientes de que há certas condições que somos incapazes de modificar. Como já foi mencionado, para todos os efeitos práticos a natureza biológica do ser humano não é modificável. Além disso, os desenvolvimentos tecnológicos e demográficos dos últimos séculos criaram condições que estão aqui para ficar. Em populações assentadas com considerável densidade, levando em conta os bens que são indispensáveis para a continuidade de sua existência, tornam-se absolutamente indispensáveis uma extrema divisão de trabalho e um aparato produtivo altamente centralizado. Foi-se para sempre o tempo – que, olhando-se para trás, parece tão idílico – em que indivíduos ou grupos relativamente pequenos podiam ser completamente autossuficientes. Há pouco exagero em dizer que a humanidade já constitui uma comunidade planetária de produção e consumo.
Cheguei agora ao ponto em que posso indicar brevemente o que, para mim, constitui a essência da crise do nosso tempo: refere-se à relação do indivíduo com a sociedade. O indivíduo se tornou mais consciente do que nunca de sua dependência da sociedade - mas sua experiência dessa dependência não é a de um bem positivo, um laço orgânico, uma força protetora, e sim a de uma ameaça aos seus direitos naturais, ou até mesmo à sua existência econômica. Além disso, o indivíduo está posicionado na sociedade de modo tal, que os impulsos egoístas da sua constituição recebem reforço constante, enquanto que os seus impulsos sociais, que por natureza já são mais fracos, se deterioram progressivamente. Todos os seres humanos, qualquer que seja sua posição na sociedade, vêm sofrendo esse processo de deterioração. Prisioneiros de seu próprio egoísmo sem saber disso, sentem-se inseguros, sozinhos e privados de todo desfrute da vida que seja inocente, simples, não sofisticado. O ser humano somente pode encontrar sentido na vida, curta e arriscada como é, mediante sua dedicação à sociedade.
A anarquia econômica da sociedade capitalista como existe hoje é, na minha opinião, a verdadeira fonte do mal. Vemos diante de nós uma enorme comunidade de produtores cujos membros se empenham sem cessar em privar uns aos outros dos frutos de seu trabalho coletivo – não por força, mas em inteiro e fiel cumprimento de regras estabelecidas legalmente. A respeito disso, é importante dar-se conta [do papel do fato] de que os meios de produção – quer dizer, tudo o que dá capacidade de produzir bens para os consumidores, bem como bens de capital adicionais – possam ser propriedade privada de indivíduos (e de fato o sejam, em sua maior parte).
Pelo bem da simplicidade, na discussão a seguir chamarei de “trabalhadores” todos os que não têm parte na propriedade dos meios de produção – embora isso não corresponda com exatidão ao uso costumeiro do termo. O proprietário dos meios de produção está em posição de comprar a força de trabalho do trabalhador. Usando os meios de produção, o trabalhador produz novos bens que se tornam propriedade do capitalista. O ponto essencial deste processo é a relação entre o que o trabalhador produz e aquilo que lhe pagam, ambos medidos em termos de valor real. Na medida em que a contratação do trabalho é “livre”, o que o trabalhador recebe não é determinado pelo valor real dos bens que ele produz, e sim por quais são suas necessidade mínimas, bem como pela relação entre a demanda por força de trabalho por parte dos capitalistas e o número de trabalhadores que competem por empregos. É importante entender que nem mesmo na teoria o pagamento do trabalhador é determinado pelo valor do seu produto.
Capital privado tende a se concentrar em poucas mãos, em parte devido à competição entre os capitalistas, em parte porque o desenvolvimento tecnológico e o crescimento da divisão do trabalho estimulam a formação de unidades de produção maiores, em prejuízo das menores. O resultado desses desenvolvimentos é uma oligarquia do capital privado, cujo enorme poder não pode ser efetivamente controlado sequer por uma sociedade política democraticamente organizada.
Isso é assim porque os membros dos corpos legislativos são selecionados por partidos políticos, que são amplamente financiados, ou influenciados de algum outro modo, por capitalistas privados que, para todos os propósitos práticos, separam o eleitorado da legislatura. A consequência é que os representantes do povo não protegem de fato e de modo suficiente os interesses dos setores menos privilegiados da população. Além disso, nas condições atuais os capitalistas privados inevitavelmente controlam, direta ou indiretamente, as principais fontes de informação (imprensa, rádio, educação). Torna-se assim extremamente difícil para o cidadão individual, e de fato impossível na maioria dos casos, chegar a conclusões objetivas e fazer uso inteligente dos seus direitos políticos.
A situação predominante em uma economia baseada na propriedade privada de capital caracteriza-se então por dois princípios centrais: primeiro, os meios de produção (capital) são possuídos privadamente, e os proprietários dispõem deles como acham melhor; segundo, a contratação de trabalho é livre [isto é, não regulada]. É claro que não há sociedade capitalista pura nesse sentido. Em especial, é preciso registar que os trabalhadores, através de longas e amargas lutas políticas, conseguiram assegurar uma forma um tanto melhorada de “livre contrato de trabalho” para algumas categorias de trabalhadores. Mas, tomada em seu conjunto, a economia atual não difere muito de um capitalismo “puro”.
A produção é realizada com a finalidade do lucro, não com a do uso. Não existem disposições para garantir que todas as pessoas capazes e dispostas a trabalhar sempre consigam achar emprego; quase sempre existe um “exército de desempregados”. O trabalhador está perpetuamente com medo de perder seu emprego. Devido ao fato de que desempregados e trabalhadores mal pagos não formam um mercado rendoso, a produção de bens de consumo é restrita, o que resulta em grandes privações. O progresso tecnológico resulta com frequência em mais desemprego, em lugar de aliviar a carga de trabalho para todos. O lucro como motivação, em conjunto com a concorrência entre os capitalistas, é responsável por uma instabilidade na acumulação e utilização do capital, a qual leva a crises cada vez mais graves. A competição irrestrita leva a um gigantesco desperdício de força de trabalho, e também àquela deformação da consciência social dos indivíduos, que eu mencionei anteriormente.
Essa deformação dos indivíduos, eu a considero o pior dos males do capitalismo. Nosso sistema educacional inteiro sofre desse mal. Uma atitude competitiva exagerada é inculcada no estudante, que, como preparação para sua futura carreira, é treinado para idolatrar um sucesso aquisitivo.
Estou convencido de que existe apenas um caminho para eliminar esses graves males, e esse é o estabelecimento de uma economia socialista, acompanhada por um sistema educacional orientado para objetivos sociais. Em uma economia tal, os meios de produção são propriedade da própria sociedade, e utilizados de modo planejado. Uma economia planejada, que ajusta a produção às necessidades da comunidade, distribuiria o trabalho a ser feito entre todos os capazes de trabalhar, e garantiria o sustento de cada homem, mulher e criança. A educação do indivíduo, além de desenvolver suas próprias habilidades inatas, se empenharia em desenvolver nele um senso de responsabilidade por seus companheiros de humanidade, em lugar da glorificação do poder e do sucesso, como temos na sociedade atual.
Contudo é preciso lembrar que uma economia planejada ainda não é socialismo. Uma economia planejada pode ser acompanhada por uma escravização completa do indivíduo. A realização do socialismo requer a solução de alguns problemas sociopolíticos extremamente difíceis: como é possível, em face da centralização abrangente do poder político e econômico, impedir que a burocracia se torne todo-poderosa e prepotente? Como se podem proteger os direitos do indivíduo e garantir com isso um contrapeso democrático ao poder da burocracia?
A clareza quanto às metas e aos problemas do socialismo é da mais alta significação em nossa era de transição. Como, na conjuntura atual, a discussão livre e sem barreiras destes problemas se tornou um grande tabu, eu considero a fundação desta revista um relevante ato de interesse público.
Fonte em português.
Fonte em inglês.
submitted by Rbgamnisty to brasil [link] [comments]


2019.01.04 14:40 mrBatata O wage gap continua a ser um mito: revisited

Ok no meu último post houve algumas críticas com argumentos bastante sólidos os quais não me foi possível responder atempadamente especialmente por que fui ler os artigos associados. Achei por bem também partilhar com o sub visto que respondendo individualmente ia ser mais moroso e muitos não iam ver pontos contra o meu argumento que partilho em baixo. (Tirei excertos e fiz link das respostas para não ficarmos com uma parede de texto substancialmente maior)
Notas:
(fim das notas)

TL;DR

No post anterior simplifiquei um problema que não é tão linear.
Mas basicamente não encontrei nada que suportasse a ideia de discriminação ACTIVA contra o sexo feminino, contudo o wage gap nos casos em que depois de ajustado ainda existe pode ser explicado pela maternidade e decisões que a antecedem.
A tarefa de ter um filho influencia as escolhas e tempo gasto no trabalho, à medida que a mulher envelhece a wage gap volta a reduzir novamente. Em bastante suma https://youtu.be/13XU4fMlN3w

TL;DR2

Ver ultimo paragrafo #Reflexões

 

Intro

Antes de mais importa esclarecer que tanto o título deste post como o do anterior são propositadamente click-baity em que apesar de ter havido muita gente a ler o meu texto na íntegra houve muitos outros que pouco ou nada leram. Escrevi este post porque acho importante mostrar outros argumentos que não se alinhem com o meu ponto de vista, ou até de outros, especialmente num mar de desinformação e tempo e atenção limitados. O título transmite que o wage gap é inexistente a verdade é um pouco mais complexa como alguns utilizadores apontaram e bem. Eu pelo que li nesta segunda passagem fiquei com uma ideia mais clara do que é que pode estar a acontecer e falo dela no final.
No meu post original centrei o meu argumento em que ajustando para várias variáveis o wage gap começa a desaparecer. Apesar de isto ser verdade não representa a imagem completa mas dá uma ideia de que a frase “as mulheres não recebem o mesmo que os homens” é muito provavelmente falsa. E este era o ponto em que me devia ter apoiado, porque para além disto ser ilegal nos países em que o “Wage Gap” está em vogue, não há (pelo que já li) provas de que isto seja verdade CONTUDO existem outros fatores que a podem tornar verdade. Um deles foi apontado no post gilded do u/davidpinho (em que apresento um excerto)
Tu não leste as tuas próprias fontes, isso é certo. Por exemplo, no artigo sobre diferenças sobre produtividade diz: [...] Uma explicação plausível para a discriminação, se bem que ainda não provada:
This age path suggests that the pay gap between men and women without children but of childbearing age is due to statistical discrimination: if productivity falls with motherhood but employers cannot lower wages when women give birth, then employers may offer lower wages to productive women in anticipation of motherhood
Em que Statistical discrimination significa:
Statistical discrimination is an economic theory of racial or gender inequality which results when economic agents (consumers, workers, employers, etc.) have imperfect information about individuals they interact with. According to this theory, inequality may exist and persist between demographic groups even when economic agents are rational and non-prejudiced.
Isto é uma possibilidade, que falo mais à frente. Os empregadores têm certamente a oportunidade de o fazer. E como indicas:
”Se este tipo de discriminação é aceitável ou não, isso já é outra discussão.”
Deixo também os pontos da conclusão do u/davidpinho que também são bastante pertinentes:
  • Isto é só um estudo, não se pode olhar só para um. A grande maioria dos estudos encontra a mesma coisa: há diferenças de salários depois de controlar por outros fatores, se bem que a diferença é relativamente pequena.
  • Quero fonte para "Em muitos ajustes é a mulher que ganha mais do que o homem pelo mesmo trabalho e com a mesma formação". Não é isso que a maioria da literatura parece mostrar e não deste fonte específica para isso.
Não encontro a que me referia por memória(colocarei se encontrar) sei que já a li há mais de 2 anos. Entretanto:
  • Não podemos assumir automaticamente que há discriminação só porque há uma 'gap' que continua a existir. Pode haver outros fatores que causam as diferenças salariais, mas...
  • ...também não podemos automaticamente assumir que a discriminação não existe só porque a 'gap' desaparece depois de ajustes. Isto acontece porque, por exemplo, é possível que as mulheres tenham mais empregos part-time por serem discriminadas quando tentam arranjar empregos a tempo inteiro.
  • Existindo diferença salarial, é possível que a discriminação seja "racional", tal como foi aludido no artigo (a tal "discriminação estatística"). Se este tipo de discriminação é aceitável ou não, isso já é outra discussão. Isto é para dizer que a discriminação pode existir sem que os empregadores estejam a deitar dinheiro fora, as duas coisas não são mutuamente exclusivas.
  • Conclusão: isto é um assunto complicado e ainda nada está definitivamente explicado, para de mandar bitaites sobre coisas que não leste.
(Sim, não li na íntegra antes de escrever o texto leio várias coisas ao longo do ano é me quase impossível voltar a encontrar o que quero utilizar para justificar o meu ponto o artigo tinha pontos contra e a favor de ambos os argumentos, daí é que o diálogo é bastante importante na minha opinião, graças ao meu post anterior tomei conhecimento de outros pontos de vista que desconhecia. Um “bitaite” não é apenas uma afirmação sem sentido é uma afirmação de uma interpretação da realidade do observador. Não vou deixar de ter uma opinião se não sei todos os factos, contudo admito que a maneira que escrevi o meu post não foi a melhor e transmitiu uma ideia errada)
Algo que me apercebi com o post anterior e uma das razões que estou a fazer este é que isto é um problema que parece bastante simples mas na verdade é bastante mais complexo e envolve várias áreas (economia, política, gestão, biologia, cultura, psicologia (preferências pessoais)) como uma crise financeira este é um problema que não se resolve com um “dá-se mais dinheiro”. E isto é em parte o que irrita mais nesta situação que não é exclusiva ao “wage gap”, tendemos agora mais do que nunca a pegar em assuntos complexos e simplificá-los a um absurdo que deixa de ter sentido e descarrila completamente o debate. Existe também bastante “desinformação” sobre todo o tipo de assuntos (p.e: a própria Forbes fala contra e a favor do wage gap a vox também) e existe também quem espalha e lucra com contra informação (um dos exemplos mais famosos vem da industria de carvão nos EUA a emitir “estudos” que desprovam o efeito estufa e o aquecimento global).
Recomendo verem este curto vídeo sobre este mesmo tema chamado de “cigarros, slots e outras coisas não viciantes”.
 
Todos concordamos no entanto (salvo algumas exceções não devidamente fundamentadas) é que quando se ajusta para vários fatores a “gap” começa a desaparecer.
Em quase todos os artigos que li não vi mencionado é haja qualquer regra que se aplique irá a mesma mudar alguma coisa?
Talvez olhar para soluções para o que vemos como um problema nos possa mostrar de onde ele realmente vem. Vamos assumir então cenários EXTREMOS para termos uma ideia geral para onde as coisas inclinam.
Primeiro cenário:
  • Todas as empresas são obrigadas a ter quotas de sexos
As empresas vão se sentir pressionadas para balançarem produtividade com números, para além de que seria inconstitucional despedir o excesso de homens ou mulheres (sim há empresas com mais mulheres que homens).
Uma empresa de obras por exemplo; imaginemos que têm 100 empregados dos quais 5 são mulheres essa empresa seria agora forçada a contratar 90 mulheres para manter o balanço.
Estas empresas vão querer mulheres que tenham conhecimento de bricolage e construção que consigam transportar e mover cargas pesadas, vamos assumir que a própria empresa nem se importa de oferecer a formação. Existem algumas mulheres fortes que conseguem ser tão produtivas fisicamente como um homem mas quantas é que existem numa população de 10 milhões? Certamente que não estão distribuídas igualmente pelo país. E dessas quantas é que querem trabalhar em obras? A empresa pode forçar os homens a fazer o trabalho forçado e deixar as mulheres fazer o mais fácil mas durante quanto tempo é que isso é sustentável? Uma empresa destas tem de alocar vários empregados para vários locais e certos trabalhos são mais exigentes fisicamente do que outros. A empresa também pode ter as mulheres “encostadas na box” apenas para manter a quota mas isso não só é queimar dinheiro como ia rapidamente tornar-se num pesadelo de discriminação.
Vamos agora ver por exemplo um cabeleireiro; imaginemos que têm 5 mulheres este salão tem agora de contratar 5 homens para lá trabalharem. O salão vai querer contratar gays para manter um ambiente convidativo para mulheres (um cabeleireiro para muitas mulheres(>40 maioritariamente) é como um “fórum” onde podem interagir com outras mulheres, especialmente fora das cidades) Com >1% da população sendo homossexual não vai ser nada fácil para estes negócios encontrarem homens que consigam OU QUEIRAM ser cabeleireiros.
Mas em ambos os casos estas são as menores preocupações que as empresas enfrentam, os custos passam a ser um problema bastante sério. As empresas vão demorar e gastar bastante a treinar os novos empregados e quando os tiverem treinados não vai haver contratos externos/compras/serviços suficientes para ter todos eles a trabalharem logo vão ter de aumentar os preços, ou seja todas as empresas aumentam os preços (isto assumindo que todas as empresas conseguem encontrar pessoas para preencher o trabalho) Quero ver como é que depois convencemos a união europeia a nos dar mais euros para combater a inflação criada. Nem sequer mencionei os trabalhos que requerem formação avançada tipo medicina ou aviação em que as capacidades e não o sexo é que importam.
Segundo cenário:
  • Paga-se mais às mulheres do que aos homens, para fechar o “gap”
Primeiro não sei como é que vão conseguir fazer passar isto pelo tribunal constitucional. Uma solução possível era os homens fazerem menos horas. Isto ia ser no mínimo anedótico. Mas assumamos que passava a acontecer o que é que aconteceria?
Se as empresas tiverem de pagar mais às mulheres para diminuir a “diferença” os homens vão procurar outras formas de fazer mais dinheiro e/ou não se vão dedicar tanto à vida profissional porque não existe um incentivo para isso
Algo que todos sabemos mas parece que nos esquecemos uma parte do que leva homens a seguir empregos bem pagos é que podem usar o dinheiro e podestatus na estratégia sexual (antes de descartarem esta ideia como ridícula pensem em quantas e quais mulheres existem que estão a fim de suportar o parceiro monetariamente? E dessas quais é que querem viver com um homem com um status inferior ao delas?)
A estratégia sexual, na minha opinião, influencia provavelmente mais do que pensamos. Infelizmente não consegui encontrar literatura sobre isto a não ser livros e não estatística.

 

Outro ponto apontado por u/salazarcadositio oi a minha falta de objetividade quando digo que o wage gap é um mito e em que se me estou a referir às falas do "clássico 78 cêntimos do dólar" em que providencia este artigo do washington post.
Ou caso estivesse a dizer que o wage gap era mesmo um mito e não existia de forma nenhuma, em que mencionou o post do u/gattaca_now e que expande:
Sendo uma diferença entre dois valores estatísticos, o wage gap é real e existe. Podes é discordar acerca das razões pela qual ele existe e se são justas ou não, mas a diferença estatística existe, é factual.
A média salarial dos homens é mais elevada que a média salarial das mulheres. Este parece ser um problema comum a discussões de assuntos mais ou menos sérios. Não se define bem do que se está a falar à partida e depois tens pessoas a falar um para o outro mas de coisas diferentes. Já começas a ter muitos exemplos disso nos comentários.
Mas isto é uma discussão importante de se ter. Pelo que vejo do teu post acho que estás a dizer que a noção de wage gap não existe como a ideia de que "para o mesmo trabalho uma mulher recebe 78 cêntimos de dolar de um homem" o que eu concordo em grande parte. Mas aceitas que existem diferenças salariais e que estas advêm de questões culturais e biológicas.
A questão de combater o wage gap, quando abordada de forma séria e para lá do soundbite dos "78 centimos", é essa mesma, que para lá do soundbite dos "78 centimos". As questões culturais que fazem com que assim seja e se elas são legitimas ou se devem ser mudadas.
As horas de trabalho que falas, os tipos de carreiras que predominam mais num sexo do que no outro, e as responsabilidades familiares que as mulheres assumem. São essas as questões culturais que se devem discutir neste assunto.
Muitas vezes este assunto acabe em: "devem existir igualdade de oportunidades entre os sexos mas não igualdade de resultados". E que no panorama geral das sociedades ocidentais isso já se verifica. Eu concordo com a premissa mas discordo que já lá tenhamos chegado.
Alguns exemplos: * As mulheres ainda são quem a maioria do trabalho domestico num contexto familiar. Fonte.
  • Ainda existem fortes estereótipos e expectativas associadas com ambos os sexos que afunilam cada um para certos campos Fonte
  • As mulheres continuam a ser prejudicadas a longo prazo pelo facto de terem filhos Fonte
Todos estes fatores influenciam o tal wage gap que existe. Podemos discutir como sociedade se são fatores que devemos ou não mudar. Se são ou não coisas que se devem deixar á escolha pessoal de cada um com as consequências que isso trará para a sociedade. Essa é a verdadeira discussão a ter neste assunto.
Concordo!
Mas tudo isto não tem em conta a parte mais importante: as diferenças biológicas entre os sexos. Mais concretamente diferenças neurológicas, que são uma surpresa para muitos. Esta explica bem porque é que as mulheres preferem trabalhar com pessoas e os homens com coisas.
Isto está longe de ser aceite como facto. Se tiveres uma fonte gostaria de ler mas nunca vi nada que fosse capaz de ligar a biologia a esses efeitos sociais de forma conclusiva.
Tenho sim apesar de que provavelmente não deveria ter dito a primeira parte.
Com esta merda de querermos ser todos iguais estamos completamente a ignorar as nossas limitações biológicas e culturais e em muitos casos a danificar o progresso que tanto queremos fazer.
Concordo que a discussão precisa de ser melhor mas "esta merda de querermos todos ser iguais" continua no meu ponto de vista a ser um objetivo nobre e bom para a sociedade. As limitações culturais estão nas nossas mãos mudar e as biológicas não parecem ser de todo impedimento para que o façamos.
O “querermos ser todos iguais” é mais o queremos igualdade de resultado ou mais privilégios de forma egoísta.

 

O u/rui278 e outros também apontaram e bem para a questão biológica de Inato ou Adquirido E, isto é, algo que só saberemos em 2066 quando o estudo de Peter B. Neubauer for publicado. Mas por algumas fugas de registros censurados(=redacted) parece que a biologia afecta mais do que o ambiente. Esse psicólogo tem alguns trabalhos bastante interessantes sobre desenvolvimento btw. Entrei novamente numa tangente.
[...]Ou seja, o wage gap não é um problema in of itself, é uma consequencia dos vários problemas de base na nossa sociedade que puxam os homem e mulher para terem posições diferentes na sociedade. Em teoria deveria ser +/- equiprovavel encontrar homens e mulheres na mesma posição (o único fator relevante que diferencia entre homens e mulheres é mesmo as licenças de natalidade, mas lá está, também há uma pressão grande para serem os 6 meses gastos pela mulher, quando splits do tempo deveriam ser perfeitamente normais e também ajudariam a fazer com que isso fosse menos fator).
Eu muito antes disto tudo concordaria contigo na primeira parte (no final estamos de acordo), deveria ser natural encontrar homens e mulheres igualmente distribuídos mas se avaliarmos a nível de estratégia não faz muito sentido. Imagina que éramos todos hermafroditas ou seja podíamos escolher fecundar ou ter bebés; ok aqui era tudo definitivamente igual. Então o que teria mais peso neste cenário? A gestação. Iria requerer bastantes cuidados da pessoa que decidisse dar à luz. Portanto interessa-me várias coisas:
  • evitar situações de risco ao máximo
  • ter um parceiro que me pudesse suportar
  • ter um maior controlo sobre o meu futuro
  • e não ter compromissos
Estas são as regras para ter uma estratégia bem-sucedida quantas menos tiver mais precária se torna a minha posição. Agora isto também depende bastante do parceiro que escolher se ele não se comprometer fico na merda e pior do que estava porque agora tenho um parasita dentro de mim. E na vida real vemos isto todos os dias, as mulheres decidem com quem ter sexo (ou não) e os homens decidem com quem se comprometer. As nossas diferenças biológicas (PELO MENOS SEXUAIS) influenciam as nossas decisões e comportamentos. Claro que isto é oversimplified mas acho que dá para dar uma imagem de porque é que acho que esse é o caso.

 

Quanto ao [comentário]() da u/grilledpotato90 :
Antes de mais, peço desculpa pela formatação, pois estou a escrever no telemóvel. Segundo esta estatística da OCDE (https://stats.oecd.org/index.aspx?queryid=54757) as mulheres portuguesas, no total, trabalham mais 90 minutos por dia que os homens. O que é que isto tem haver com a Gender Gap? Bem, se analisarmos o total de minutos por dia de unpaid labour, conseguimos observar uma discrepância enorme entre géneros (M 96.3 min/dia e F 328.2 min/dia). Eu acho que é aqui que está a origem e a justificação do Gender Gap. Os homens e as mulheres não dividem por igual (50/50) as tarefas domésticas.
Sim! Concordo, vês que as mulheres passam bastante mais tempo em trabalhos não remunerados (232 minutos ou 3 horas e 52 minutos a mais do que os homens ou 5:28 no total (estamos atrás do méxico em n1 e da índia em n2)) do que os homens (que gastam no total 1h:36m) e que os homens passam 141 minutos (2 horas e 21 minutos) a mais do que as mulheres em trabalhos remunerados. E está presente em TODOS os países nessa fonte. O que sugere que poderá ser mais do que um aspecto cultural.
Mas também vejo discrepâncias especialmente na Suécia, na Dinamarca, na Noruega e na Holanda os Homens trabalhem tanto mais em trabalho pago que acabam no total por trabalhar muito mais tempo que as mulheres, estamos a falar de países bastante balançados a nível de sexo. O que é estranho. Será que os homens estão a compensar por algo? Outra coisa, nós também não conseguimos dizer o que tem mais peso no trabalho não remunerado:
Time spent in unpaid work includes routine housework, shopping, care for household members, child care, adult care, care for non-household members, volunteering, travel related to household activities, and other unpaid activities. Sem querer atirar areia à cara porque é absolutamente garantido que as crianças gastam bastante desse tempo, mas quanto?
Isto é um fenómeno cultural que não está certo.
Não está certo porquê? Queremos obrigar as mães grávidas a fazer a mesmas atividades de não grávida para compensar minutos gastos em trabalho não remunerado? É que 9 meses (na verdade 10 porque são 39.1 semanas) é bastante tempo mesmo excluindo os meses iniciais. Quanto desse tempo está incluido nos minutos da OCDE? Não sabemos.
Certamente que não vamos fazer como aos cavalos marinhos e passar os fetos para o pai acabar a gestação. E depois de nascidos quantas mães é que querem que o bebé passe a maioria do tempo com o pai? Isso é justo para a mãe? Neste ponto também me questiono; é justo para os pai trabalhar mais horas laborais do que a mãe?
Antes da entrada da mulher no mercado de trabalho entendia-se, mas hoje em dia, em que as mulheres trabalham as mesmas horas que os homens nos seus empregos é inadmissível!
Os homens trabalham mais. Em todos os países da fonte. E então qual é o problema se as mulheres trabalharem menos horas no emprego? E aqui acho que está outro ponto importante da discussão. O que é que é justo? Certamente que todos concordamos que tanto as mulheres como os homens têm os mesmos direitos. Mas com direitos vêm responsabilidades, e, a meu ver algumas mulheres, partidos políticos e o movimento “feminista de 3.ª onda” têm usado o wage gap como arma de arremesso para dar mais direitos às mulheres com muito menos responsabilidades, ATENÇÃO que não estou a dizer que todas as mulheres subscrevem a esta ideologia muito menos que as mulheres não têm já responsabilidades e dificuldades suficientes estou a dizer que é tudo muito bonito dito mas são basicamente argumentos de casas de cartas. [E este é um ponto que é difícil de expressar e que pode ser mal compreendido.]
"Porque é que as empresas não contratam mais mulheres, já que lhes pagam menos?" pela mesma razão a que continuam a preferir contratar homens a mulheres.
Mas onde está a prova de tal? Não digo que não possa ser verdade O/A u/TomTomKenobi apontou para uma boa thread no wiki do economy e que também fala disso, faz o ponto de que “cannot assume economic outcomes from a deductive approach alone” algo que fui um pouco culpado de fazer no post anterior.
As mulheres engravidam, os filhos estão doentes e elas depois faltam, etc.
O pai também tem direitos paternais nada obriga a mãe a ser ela exclusivamente a tratar dos putos. E se queremos ser justos neste ponto vamos fazer com que os divórcios dêm a guarda ao pai por defeito em vez de à mãe. Uma grande parte desse problema desvanecia. Se os filhos são um problema tão grande e se como sociedade queremos ser tão igualitários porque é que as mães ficam sempre com a guarda dos filhos? Também não acho justo. Porque é que os Telejornais falam tanto de “wage gap” mas não de guarda paternal ou partilhada? Saí numa tangente mas achei que era pertinente levantar este ponto.
O Gender Gap é real porque devido à fisionomia da mulher e ao seu papel social, esta é sempre vista como uma "liability" para a empresa.
Woah calma lá, o Gender gap é real porque a fisionomia da mulher é X é fazer uma grande ligação. Não digo que não possa ser verdade mas a nível de afirmação é um grande salto.
Até têm menos acessos a promoções devido a esta expetativa social.
Isto não é verdade. Os homens são os que mais trabalham para e pedem promoções, e uma coisa que muitas pessoas acham é que uma promoção é equivalente a ganhar mais dinheiro, uma promoção envolve muitas mais responsabilidades mais horas de trabalho e mais stress coisa que as mulheres não estão para aturar. Menos ainda se ainda não tiveram filhos. O que se pensarmos faz sentido. Se eu não tenho um filho ou família e se o meu corpo vai se degradar ao ponto que já não me é possível ter um no futuro não vou dar um “LEROY JENKINS” no meu emprego e perder a oportunidade de ter descendentes.
E antes que venham com “ah e tal mas as mulheres ganham menos em promoções” segundo o “bureau of economic research” americano apesar de haver uma diferença de 2,2% em promoções que já levava em conta as mulheres escolherem mais trabalhos como assistentes e trabalho administrativo que raramente tem oportunidades de promoção e os homens escolhiam mais trabalhos em áreas em que era possível a promoção, importa notar também que este estudo é de 1995
Uma das fontes de onde tirei o seguinte é bastante tendenciosa e não apresenta os dados em avulso mas chega a pontos pertinentes que convenientemente decidem não endereçar. Algo que também importa notar é que isto é um questionário e é americano. Usei para não dizerem que eu pesquiso por aquilo que me é favorável. Eu encontro discrepâncias e analiso.
Fewer women than men are aiming for the very top. Among senior managers, 60% of women said they want to be a top executive, compared to 72% of men. Women were also more likely to cite stress and pressure as one of the biggest reasons for not wanting to hold top positions.
Contrary to popular belief, women are not leaving their organizations at higher rates than men. In fact, women in leadership are more likely to stay with their companies than men. At the senior vice president level, women are 20% less likely to leave. Women in the C-suite are about half as likely to leave their organizations as men.
Women often start out in line roles (defined as positions with profit-and-loss responsibility and/or focused on core operations), but by the VP level more than half of women hold staff roles (positions in functions that support the organization like legal and IT). Men, on the other hand, are more likely to hold line roles at every level of an organization. This difference poses a potential problem because line roles frequently feed into senior leadership.
There's a common misconception that women who start families are subsequently less ambitious in their careers. But mothers in the survey were 15% more interested in being a top executive than women without children.
Very few people participate in flexibility and career-development programs offered by their organizations. More than 90% of women and men believe taking extended family leave will hurt their position at work.
Se os homens dedicarem o mesmo tempo no trabalho doméstico que as mulheres, deixa de haver este problema!
Eu diria que continuaria a existir, já vimos que há muito mais variáveis a este problema, mas concordo que tornava o trabalho das mães muito mais fácil.
Mas agora não venham para aqui dizer que o Gender Gap é mentira quando em todas as entrevistas de emprego me perguntam quais são os meus planos em relação a casar e a ter filhos!
Aqui acho errado e não sei se não poderás reportar isto a alguém. É completamente desnecessário e ninguém tem um caralho a ver com isso a não seres tu.
O/A u/crouchingvenus escreveu:
[...] os que já são pais focam se em melhorar o estilo de vida da família o que implica focarem-se mais no trabalho.
Não achas que isto é um problema? Porque é que são as mulheres incentivadas a dedicar mais tempo à família e os homens ao trabalho?
Não, não acho. Porque ninguém as está a forçar a isso. Se estivessem a ser forçadas sim achava bastante errado. E ninguém é forçosamente incentivado a fazer nada. Exceto as mulheres a seguirem carreiras STEM (ciência(Science), Tecnologia, Engenharia e Matemática) Não achas que isto é um problema? Especialmente quando o quão mais igualitária é uma sociedade menos as mulheres escolhem estas áreas.
Todo o teu raciocínio só reforça preconceitos de género e valores sociais bafientos. Entra em 2019 please.
Por favor elucida-me como. Eu diria mesmo o oposto, se tivermos dados e entendermos os problemas que enfrentamos e os tentarmos resolver é benéfico para todos não achas?

 

O u/DogsOnWeed também mencionou que os homens terem direito de licença de paternidade também ajudaria a corrigir desigualdades estatisticas.

 

Reflexões

O que conseguimos dar como certo:
  • Ninguém aqui quer que as mulheres sejam discriminadas
  • Queremos igualdades de oportunidade
  • O 77 cents on the dollar vem do Current Population Survey de 2009 do Bureau of Labour Statistics US
  • As mulheres trabalham mais em trabalhos temporários (Várias fontes)
  • Os homens trabalham mais horas extra (Várias Fontes)
  • As mulheres tendem a ocupar trabalhos que pagam menos (Várias fontes)
  • As mulheres tendem a escolher trabalhos que não facilitam a promoção
  • As mulheres ganham mais em trabalhos temporários (entre 1 a 34h) por semana do que homens (Bureau of Labour Statistics US)
  • 25% das mulheres e 12% dos homens trabalham em trabalhos temporários (Bureau of Labour Statistics US)
  • 11% das mulheres e 22% dos homens trabalham mais de 41 horas (Bureau of Labour Statistics US)
  • As mulheres que nunca casaram recebem EM MEDIA 5% menos do que os homens (Bureau of Labour Statistics US)
  • As pessoas que trabalham horas extraordinárias recebem cerca de 5 vezes mais do que as que trabalham em part time.(Bureau of Labour Statistics US)
Algo que descobri a investigar para escrever este post foi que segundo dois papéis da Claudia Goldin (este e este) que me foram referidos por esta peça da Vox
É que o wage gap pode ser explicado pelos custos de ter um filho e as curvas nos gráficos do papel e do vídeo parecem ter uma correlação com o aumento da idade média em que as mulheres têm o primeiro filho (Indicato>Dropdown />Mean age of women at childbirth) e que encaixa bem quando vemos que as mulheres mais ricas do mundo têm mais de 55 anos.

 

Enquanto os comentários anteriores dedicaram lógica, dados e contra argumentação outros simplesmente atiraram este papel do World Economic Forum várias vezes com “oh mas este desprova tudo isso” acho que se lerem apenas a introdução entendem logo porque é que não lhe dei o tempo do dia. E não é um estudo é mais é uma aglomeração de valores que esperam que a distribuição de homens e mulheres seja 50:50 em tudo (excepto em taxas de mortalidade por exemplo) algo que outros users foram rápidos a comentar.
Acho também um bocado triste haver comentários com discussão pertinente serem downvoted porque têm uma visão diferente e foi óbvio pela altura em que os downvotes apareceram que foi uma birra de “isto está contra o que eu acredito” “pumba, downvotes para todos”. Não façam isso, downvotes não mudam opiniões.
   
Fontes:
https://www.theguardian.com/world/2018/jul/23/women-lying-earning-more-than-husbands-us-census
https://www.nytimes.com/2018/07/17/upshot/when-wives-earn-more-than-husbands-neither-like-to-admit-it.html
https://www.vox.com/2018/2/19/17018380/gender-wage-gap-childcare-penalty
https://www.payscale.com/gender-lifetime-earnings-gap
https://www.youtube.com/watch?v=13XU4fMlN3w
https://iwpr.org/wp-content/uploads/wpallimport/files/iwpr-export/publications/C350.pdf
https://web.archive.org/web/20101126032209/https://www.bls.gov/cps/cpswom2009.pdf
https://web.archive.org/web/20181130100719/https://arxiv.org/pdf/1703.04184.pdf
http://siteresources.worldbank.org/INTPAH/Resources/Publications/459843-1195594469249/HealthEquityCh12.pdf
http://cep.lse.ac.uk/pubs/download/dp1156.pdf
https://scholar.harvard.edu/files/goldin/files/goldin_aeapress_2014_1.pdf
http://scholar.harvard.edu/files/goldin/files/dynamics_of_the_gender_gap_for_young_professionals_in_the_financial_and_corporate_sectors.pdf
 
Outros comentários interessantes u/TomTomKenobi com este, u/harlequin90 com este e u/agaeme com [este]() em que menciona este video que não consegui ver porque não tenho netflix
Edit: Formatação (raio do reddit e o novo markdown) e ortografia
Edit2: Adicionei TL;DR
submitted by mrBatata to portugal [link] [comments]


2018.10.24 02:52 MoonGosling Na paz e sem downvotes: Vou votar em Haddad, mude meu voto

Queria fazer aqui algo parecido com o que rola no changemyview, que eu acho fantástico. Acredito que todos nós acabamos ficando presos em bolhas, e por isso venho há um tempo seguindo o brasilivre apesar de discordar da grande maioria dos posts e comentários que vejo aqui, e ser constantemente downvotado quando participo das conversas. Nesse espírito, queria propor um CMV de tempos de eleição e de véspera do segundo turno, com civilidade e debate, que é o que eu espero dos cidadãos do Reddit. Parece legal? Então deixa eu falar um pouco sobre o porque de eu votar em Haddad:
Começo dando o disclaimer que considero muito importante nesse período: Eu não sou petista e não queria esse segundo turno com Haddad. Quando faço aquele teste que lhe coloca nos eixos políticos sempre acabo ligeiramente a esquerda (muito mais próximo ao centro) e fortemente no lado liberal. Eu não tenho sentimentos negativos muito fortes em relação ao PT, mas eu acredito que a política precisa de mudança, e novas coisas precisam ser testadas de tempos em tempos para que possamos avançar em diferentes frontes. Também reconheço o sentimento de antipetismo, independente de ser ou não justo ou merecido, é um impedimento de um governo do PT, e tendo Haddad na presidência o povo provavelmente só se polarizará mais, o que é negativo para a democracia.

Mas, apesar de querer uma mudança no governo, e de não ter votado em Haddad no primeiro turno, agora eu voto nele. Primeiramente porque eu considero Bolsonaro uma ameaça à democracia, devido aos seus discursos que vem de longa data, desde quando ele disse que daria um golpe no primeiro dia, e que através do voto não se mudaria nada nesse país, até quando mais recentemente ele disse que poria um ponto final a toda forma de ativismo. Tem também o mais recente evento de seu filho dizendo que brincam que caso houvesse tentativa de impugnação da candidatura do pai, basta um soldado e um cabo para fechar o STF, e sua proposta de aumentar o número de ministros do supremo, que é uma medida tomada por autocratas, inclusive na nossa própria ditadura militar. A essas preocupações de interpretação se somam as preocupações de Steven Levitsky, cientista político de Harvard que estuda as democracias latino-americanas, e Monica de Bolle, diretora de estudos latino-americanos na universidade de Johns Hopkins, que dizem que Bolsonaro é o único dos candidatos que tivemos nessa corrida eleitoral com claras tendências autocráticas, e que o viés militarístico de Bolsonaro é o que mais se assemelha a, e nos leva na direção de, um governo chavista.
Mas e a anti-democracia petista?
De todas as críticas que o PT pode receber, ser antidemocrático não é uma delas. Foram 13 anos de governo petista sem que a democracia fosse violada. Muito pelo contrário, depois de um sindicalista e uma guerrilheira nós tivemos apenas movimentos que nos levaram para mais perto da democracia, com fortalecimento de órgãos como o MPF. Agora que seria eleito um economista (cientista político e filósofo) e professor que apresentou críticas aos raciocínios marxistas, e que já havia se posicionado, antes de ter a corrida presidencial em mente, dizendo que a Venezuela não pode ser considerada uma democracia. Se o PT tivesse, de fato, um viés antidemocrático seria impensável que ocorresse o que ocorreu durante sua gestão: o impeachment de Dilma e a prisão do ex-presidente Lula, principal figura do partido. Seria impensável mesmo sair as ruas com boneco inflável de Lula em roupas de prisioneiro, ou até ler livros com ideologias contrárias a petista, como acontecia durante a ditadura militar. O fato que tanto Dilma, quanto Lula, quanto o PT aceitaram, com suas devidas reclamações, os destinos democráticos que lhes foram dados é prova de que eles são, sim, democratas. A narrativa do golpe, por mais que eu acredite ser exagerada (como diz Steven Levitsky, eu acredito que o que houve não foi um golpe, mas sim um abuso constitucional), é uma narrativa que não passa disso: exagerada. Mas é válida, e, portanto, é justa e democrática. Antidemocrático teria sido se a força precisasse ter sido utilizada para efetuar a prisão do ex-presidente, ou se Dilma tivesse tentado alguma forma de contra-golpe para se manter no poder. Nenhum dos dois aconteceu, Haddad sequer promete dar induto a Lula, dizendo que acredita na inocência dele, e que isso será provado nas cortes.
Além de antidemocrático, Bolsonaro é uma afronta a tudo que eu acredito enquanto ser humano, sem sequer olhar para política. Ele tem diversos discursos incitando o ódio, como o mais recente e fan-favorite "vamos fuzilar a petralhada". Ele disse que a filha mulher foi uma fraquejada, que quando o filho começa a ficar "gayzinho" leva um "coro" e muda o comportamento, que não estuprava uma colega porque ela "não merece" (depois justificou dizendo que queria apenas chama-la de feia). Ele disse que "de homossexual [...] ninguém gosta, a gente suporta", que é homofóbico com orgulho, e que não ia "combater", mas que se visse dois homens na rua se beijando ia bater. A homofobia é um ponto tão forte nele que ele participou de dois documentários sobre o assunto, o de Stephen Fry, e o de Ellen Page.

Mas ele está apenas defendendo as criancinhas da ditadura gayzista do Kit Gay
Essa ditadura não existe. O "kit gay" também não. De fato, se a ditadura gayzista existisse eu seria um dos primeiros a saber, tendo vários amigos gays que nunca fizeram qualquer menção a querer que as outras pessoas fossem gays (exceto, talvez, quando eles olham para alguém que acham atraente. Tipo quando eu ou você olhamos para uma pessoa do outro sexo e achamos atraente e pensamos "nossa, como eu queria que essa pessoa fosse atraída por mim também"). Eu, sinceramente, não consigo entender a afirmação de que restaurante não é lugar para dois homens se beijarem, porque tem criança vendo. Qual a diferença entre ver dois homens se beijando e ver um homem e uma mulher se beijando? Sou da opinião do viva e deixe viver, e de gostar das pessoas por pressuposto, e desgostar caso aconteça algo que justifique isso (o motivo pelo qual acho tão intragável a afirmação de que "ninguém gosta de homossexual")

Esses discursos de ódio e inflamatórios já estão mostrando seus efeitos, com a grande quantidade de crimes de ódio perpetuados por apoiadores de Bolsonaro. Mas mesmo que não tivesse efeitos tão diretos, o ódio e o preconceito é uma das poucas coisas que eu acredito que não deve ser representada, para não legitimizar aqueles que compartilham desse ódio.

Quanto a corrupção, acredito que é um ponto de extrema importância, e tenho minhas ressalvas em relação a Haddad devido as diversos processos lançados contra ele. Não conheço bem as provas, porém, e sei que ele não foi condenado em nenhum desses processos, tendo sido inocentado já em dois (aqui um deles). Mas mesmo que Haddad seja corrupto (e dizer uma frase dessas me dói, "mesmo que ele seja corrupto"), Bolsonaro é, no mínimo, tão corrupto quanto. Ele se apresenta como o cara que vai limpar o Brasil da corrupção (uma estratégia de campanha que vem aí desde a república velha), mas passou sua vida toda de político no PP, o partido com mais envolvidos na Lava Jato (são 31 do PP contra 6 do PT). Ele também admitiu ter recebido propina e "rejeitado", devolvendo ao partido que depois deu o mesmo valor à ele, e depois justificou o fato de saber que o partido havia recebido propina dizendo que todo partido recebe. Esse último ponto é importante, porque eu sou incapaz de acreditar que uma pessoa que se justificou dizendo que "mas todo mundo tá fazendo" seja capaz de resolver a coisa que estão todos fazendo. Mais pra perto da eleição ele decidiu mudar de partido, escolhendo o PSL, que é um de apenas dois partidos brasileiros com nota 0 em transparência. Isso também torna muito difícil para mim acreditar que ele levará uma gestão transparente. Isso sem mencionar outros casos recentes, como a funcionária fantasma, a omissão de R$2.6mi em bens.

Além disso tudo, as pautas de Bolsonaro são extremamente fracas. Eu fui ler o plano de governo dele e além de mal-formatado (o que já gerou piadas o suficiente) ele passa muito mais tempo apontando falhas e dedos do que fazendo propostas de solução. Acho que em qualquer dado tópico tem uma razão de 3:1 de texto de reclamação e crítica para texto de solução. Isso se traduz em propostas que não são explicadas (como sua proposta de reduzir ministérios, sem dizer quais). Em outros pontos que ele vai mais a fundo (e mesmo o mais a fundo é bem pouco a fundo), eu sou totalmente contrário, como armar a população. Apesar de ver, entender, e valorizar o discurso das liberdades individuais, eu acho que o armamento da população é uma medida perigosa, e que quase toda literatura científica mostra como não sendo uma solução à segurança como ele propõe. Além disso, ele vai contra outras liberdades pessoais que eu acredito que tem precedência maior por serem, realmente, "mais pessoais", como a descriminalização e legalização das drogas, que era um dos pontos do plano de governo de Haddad, e que tem diversos resultados positivos, como em Portugal, que viu um aumento no número de pessoas se tratando por dependência, e a legalização no Colorado permitiu que os impostos sobre a maconha fossem usados para "o bem".

Bolsonaro propõe algo que, em minha opinião, é um ataque a educação no nosso país. O discurso de que há uma doutrinação na educação hoje é, em minha opinião de aluno de um colégio federal que teve muitos professores grevistas e fortemente de esquerda, ridícula. Inclusive, se esse fosse o caso ele não estaria ganhando entre o público mais educado que, justamente, teria passado por essa doutrinação marxista/esquerdista. Mais uma vez dando exemplo da minha escola, eu vi professores essas eleições ocupando quase todo o espectro político, de professor que votou em Boulos, até professor que votou em Amoedo. Eu acredito que o que há na educação não é uma doutrinação, e sim a simples extinção de algumas formas de pensar, que morrem quando estamos em um ambiente de intelectualidade e de compartilhamento de opiniões em que todos são iguais. Por exemplo: Acho muito improvável que você encontre um intercambista que seja xenofóbico, e, de fato, o intercâmbio é usado por algumas organizações pelo mundo justamente para combater esse tipo de pensamento. Isso não acontece porque o intercâmbio é, por natureza, doutrinador, mas sim porque quando você vive a experiência de outra pessoa em outro país, de outra cultura, quando você se torna minoria, aí você começa a ver de maneira diferente as outras culturas, e as minorias em seu próprio país. Eu acho que o mesmo pode ser dito de algumas ideologias, como o conservadorismo, em relação a educação.

Por fim, e de maneira geral em relação ao ponto de propostas, eu acredito que votar no Bolsonaro é assinar um grande cheque em branco, o que pode ser OK se você de fato olha para Bolsonaro e se sente completamente representado por ele, mas acho que não é uma opção interessante para o país como um todo.

Outros pontos comuns de debate:
Haddad foi o pior prefeito da história de São Paulo
E ainda assim ganhou prêmio da Bloomberg Philanthropies, e também da ONU, e foi considerado "visionário" pelo Wall Street Journal. Com ele S.P. teve uma série de avanços, inclusive a recuperação de mais de R$270mi desviados.

Haddad está sendo poste de Lula
De fato, também não gosto disso, mas pelos motivos que coloquei acima, ainda prefiro votar em um poste do que no Bolsonaro
Bom, gostaria agora de me colocar aberto ao debate. Acho que seria realmente interessante se vocês puderem desafiar os pontos que coloquei aqui, e trazer coisas que eu talvez esteja perdendo. Abraço.
submitted by MoonGosling to brasilivre [link] [comments]


2018.07.08 07:48 Hyapp O que vocês sabem sobre os ciganos?

Sempre acreditei que "cigano" eram povos nomades - uma mistura de MST com os circenses. "Sabia" que eles vestiam lenços na cabeça, roupas coloridas, camisas com o peito aberto, cabelos longos (parecido com piratas de Hollywood aka Jackie Sparrow), usavam joias, alguns tinham dentes de ouro, eram metido em falcatruas e até sequestro de crianças. Costumavam viajar a carroça com um pouco de artesanato para fazer escambo. E com frequência acampavam onde fosse possível. Mas tudo isso descrito foi só uma dedução falha e ilusória, vindas de fontes contaminadas com preconceitos e esterotipos (familia e desenhos/séries/novelas/filmes)
Mas depois de assistir a série Peaky Blinder (diga-se de passagem boa paraum k-ralho - tem na Netflix) resolvi pesquisar sobre e me espantei.
Por exemplo: População judaica no Brasil: 107.329 População cigana no Brasil: 800.000 (é a segunda maior população, somente atrás do EUA)
Resumo wiki
Ciganos é um exônimo para roma (em singular: rom, termo que, traduzido para o português, significa "homem") e designa um conjunto de populações nômades que têm, em comum, a origem indiana e uma língua (o romani) originária do continente indiano obrigadas a emigrar em direção ao ocidente, possivelmente em ondas, entre c. 500 e 1000 d.C. Iniciaram a sua migração para a Europa e África do Norte, pelo planalto Iraniano, no século XI, por volta de 1050. A saída da Índia provavelmente ocorreu no contexto das invasões do sultão Mahmud de Ghazni (região do atual Afeganistão).
A migração dos ciganos para o Brasil é antiga: a documentação conhecida indica que sua história no Brasil iniciou em 1574, quando o cigano João Torres, sua mulher e filhos foram degredados para o Brasil. Em Minas Gerais, a presença cigana é nitidamente notada a partir de 1718, quando chegam ciganos vindos da Bahia, para onde haviam sido deportados de Portugal. No Brasil, estudos demonstraram a existência de ciganos de pelo menos dois grupos: os Calon que migraram para o país desde o século XVI, e os Rom que, de acordo com as indicações, migraram para o Brasil somente a partir de meados do século XIX.
Compilados da primeira pagina do Google
Porajmos, o holocausto esquecido
Os ciganos foram vítimas de perseguição desde a sua chegada na Europa. Por 500 anos eles foram escravos na Romênia (Valáquia, Moldávia e Transilvânia). O Holocausto cigano (também conhecido como Porajmos) é sempre esquecido nas celebrações do dia da memória do Holocausto (27 de janeiro). Somente em 2015 o Parlamento Europeu votou por adotar uma resolução que reconhece “o fato histórico do genocídio dos ciganos que ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial”.
O dia da memória do cigano, celebrado no dia 2 de Agosto, evoca a vida de mais de 500.000 ciganos tiradas durante o Porajmos. ** Diversidade Cultural**
Os ciganos são uma comunidade heterogênea, com diferentes línguas, culturas, religiões, tradições, regras e normas. Os diferentes subgrupos podem ser entendidos no contexto da história do seu país de origem.
Alguns ciganos falam Romani (língua comum entre muitos grupos ciganos) junto com a língua do seu país de origem. Outros falam apenas a língua do seu país de origem.
Apesar de ser um grupo heterogêneo, os ciganos mantêm o senso de pertença a uma cultura única.
Nem sempre são nômades
Apesar dos ciganos estarem sempre associados a um estilo de vida nômade, 95% dos ciganos europeus têm moradia fixa. A maior razão da constante migração é para procurar oportunidades negadas no país de origem e fugir do racismo que ajuda perpetuar a sua marginalização.
Preconceito
Os ciganos sofrem muito com os efeitos da pobreza e da exclusão social. Eles sofrem discriminação nas áreas da educação, emprego, moradia e saúde, e muitas vezes são impedidos de ter proteção social. Em países como a República Checa, Eslováquia, Hungria e Romênia, crianças ciganas são registradas em escolas para crianças com necessidades especiais. Em muitos locais, famílias são forçadamente desalojadas sem aviso prévio e em algumas cidades existem muros para separar ciganos dos seus vizinhos não-ciganos. Eles não têm um estado nacional independente para oferecer estrutura em uma certa área geográfica. Isso significa que os ciganos não têm um corpo político unificado para olhar e defender os seus melhores interesses.
História oral
A língua Romani é principalmente oral, com pouca tradição escrita (Literature General Introduction). Durante séculos a cultura e as tradições ciganas foram transmitidos oralmente, através de recursos criativos como contos, fábulas e músicas folclóricas. Inicialmente, a literatura produzida pelos ciganos foi definida como literatura oral. No século 20, autores ciganos de diferentes países começaram a escrever sua literatura em diferentes línguas e dialetos, usando diferentes sistemas de escrita.
Ciganos famosos
Apesar dos ciganos terem pouca representatividade nos veículos de comunicação, existiram e existem muitas pessoas ciganas famosas como Elvis Presley, Charlie Chaplin, Michael Caine, Pablo Picasso, Shayne Ward, o presidente brasileiro Juscelino Kubitscheck.
Bandeira
O povo cigano tem bandeira. É um retângulo dividido horizontalmente em duas partes. A de cima é azul, e significa a espiritualidade. A de baixo é verde, e simboliza a relação do homem com a natureza. No centro, fica a roda da vida, em vermelho. Ela simboliza a continuidade, a transformação e o movimento.
Casamento
A cerimônia de casamento cigana dura três dias e três noites. Durante esse tempo, os noivos ficam separados, dando atenção aos convidados. Os homens se sentam em roda e o noivo recebe presentes em um pão grande sem miolo. Para a mulher, são dados lenços e flores artificiais. Na terceira noite, os noivos podem ficar a sós pela primeira vez. Nas famílias mais tradicionais, a virgindade da noiva é comprovada com a mancha de sangue em um lenço branco. Na manhã seguinte, a noiva veste uma roupa colorida e usa um lenço na cabeça, simbolizando a perda da virgindade e apontando a mulher como casada.
Reportagens sobre
Comunidade mostra cultura cigana em Belo Horizonte 12/2013 http://g1.globo.com/minas-gerais/parceiro-mg/noticia/2013/12/comunidade-mostra-cultura-cigana-em-belo-horizonte.html
Ciganos comemoram mais de 400 anos no Brasil com festa no DF 05/2017 https://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/ciganos-comemoram-mais-de-400-anos-no-brasil-com-festa-no-df.ghtml
E vocês?
Sabem algo sobre este povo? Podem compartilhar histórias vividas ou ouvidas?
submitted by Hyapp to brasil [link] [comments]


2016.12.26 13:25 einladen [Sério] Professor universitário partidário

Boas, atualmente eu e um amigo estamos na universidade, ambos em cursos diferentes, mas da mesma área. Como tal, ele teve uma cadeira que eu terei mais à frente, que é de Literatura Inglesa.
Ontem estive a falar com ele e contou-me que o professor da cadeira em questão (penso que seja o único) se aproveita dela para passar as suas ideologias políticas, escolhendo temas durante o semestre todo que sejam sobre homem vs mulher, brancos vs negros, heterossexuais vs LGBT, etc. A questão é que ele não faz isto de forma imparcial, tenta demonizar um lado e vitimar o outro, obrigado os alunos a terem de fazer trabalhos/frequências em que têm de dar a resposta que ele quer ouvir.
Há uns tempos sei que houve no Brasil uma polémica com relação a professores que passavam a sua ideologia aos alunos, quer fosse de direita ou de esquerda, e muitos reclamavam que isso não se podia fazer.
A ideia que tenho é que os professores deveriam tentar ser neutros, portanto, a minha pergunta é se alguém sabe se isto é permitido fazer.
submitted by einladen to portugal [link] [comments]


2016.07.31 00:32 o_humanista FLUSSER E A LIBERDADE DE PENSAR ou Flusser e uma certa geração 60.

"Nasci em Praga em 1920 e meus antepassados parecem ter habitado a “Cidade Dourada” por mais de mil anos. Sou judeu e a sentença “o ano vindouro em Jerusalém” acompanhou toda a minha mocidade. Fui educado na cultura alemã e dela participo há vários anos. Embora minha passagem por Londres em 1940 tenha sido relativamente curta, ocorreu em época de vida em que a mente se forma de modo definitivo. Engajei-me, durante a maior parte da minha vida, na tentativa de sintetizar a cultura brasileira, a partir de culturemas ocidentais, levantinos, africanos, indígenas e extremo-ocidentais (e isso continua a fascinar-me). Atualmente moro em Robion, sul da França, integrando-me no tecido de aldeia provençal cujas origens se perdem na bruma do passado".
Este é o Flusser que conheço (e aprendi a conhecer) ao longo de espaços e tempos os mais descontínuos. Figura humana impressionante, dessas que causam impressão de matriz em nossos núcleos pessoais. Mesmo não havendo empatia, no primeiro ou nos encontros subseqüentes, jamais se fica neutro. Flusser ama o desafio, o “corpo a corpo” intelectual provocando-o mesmo, quase como a um gesto iniciático. E que venham as críticas, elogiosas ou não, tanto faz! “Um marco na cultura alemã”; “Um desrespeito filosófico, de Platão a Wittgenstein”: as duas críticas diametralmente opostas lhe foram dirigidas por ocasião de um seminário em Hamburgo sobre seu livro 'Para uma filosofia da fotografia'. Flusser relata a cena com a melhor das gargalhadas – traço personalíssimo do caráter desse autêntico homo ludens, um Macunaíma judeu-tcheco-paulistano. Em sua última passagem por São Paulo, a convite da 18ª Bienal para proferir palestras, ouvi-o falar sobre seu tema atual: texto/imagem. As sentenças, destiladas pelo “rigor da razão-e-da-paixão” (como Flusser, poucos conseguem amalgamar), eram como chicotadas, querendo sacudir-nos da letargia a que nos condena uma época ruidosa; querendo incomodar, para que não se tenha a ilusão de não sermos responsáveis e que o pensar e repensar tudo não vale mais a pena. Mas aquelas sentenças queriam também abraçar, atrair novos e mais parceiros ao diálogo. Flusser sempre faz pensar. E pensar dói. Pois continua o mesmo, esse nosso amigo, escritor, filósofo, engajando-se para fazer da reflexão alimento de primeira necessidade, gesto corporal do ser, prazer erótico. Não há dúvida que, para ele, o homem total é o ser pensante.
"Participo da desconfiança em analogias que tendem rapidamente a se transformarem em metáforas, isto é, transferências de raciocínio adequado a um dado contexto para contexto inapropriado. No entanto, nada captaremos sem modelo. De modo que todo modelo deve, primeiro, procurar pescar o problema, e depois, procurar modificar-se, ou em certos casos, ser jogado fora. (...) O dever de gente como nós, é engajar-se contra a ideologização e em favor da dúvida diante do mundo, que, de fato, é complexo e não simplificável. Engajamento difícil, por certo, mas nem por isto, apolítico. Para nós, Polis é a elite decisória e não a tal massa".
A intenção que move este relato, que se quer subjetivo, é possibilitar um testemunho humano – não mais que isso – da vívida presença entre nós, geralmente incompreendida, super-sub-estimada, deste que é, por muitos, considerado “o genuíno filósofo brasileiro”-, já que falar de sua obra é tarefa que exigiria plena desenvoltura no percurso de seu controvertido pensamento. Se o faço, é certamente apoiada pelo afeto, mas sobretudo por um tipo de engajamento. Publicar Flusser, no Brasil, é questão de honestidade, simples reconhecimento do valor de suas reflexões. Mas falar sobre a pessoa de Flusser é, talvez, querer ir mais longe, penetrar floresta escura, já invadindo quem sabe espaço transpessoal.
"Aprendi o seguinte: ao nascer fui jogado em tecido que me prendeu a pessoas. Não escolhi tal tecido. Ao viver, e sobretudo ao migrar, teci eu próprio fios que me prendem a pessoas e fiz em colaboração com tais pessoas. “Criei” amores e amizades (e ódios e antagonismos); é por tais fios que sou responsável. O patriotismo é nefasto porque assume e glorifica os fios impostos e menospreza os fios criados. Por certo: os fios impostos podem ser elaborados para se tornarem criados. Mas o que importa é isto: não sou responsável por meus laços familiais ou de vizinhança, mas por meus amigos e pela mulher que amo. Quanto aos fios que prendem as pessoas, tenho duas experiências opostas. Todas as pessoas às quais fui ligado em Praga morreram. Todas. Os judeus nos campos, os tchecos na resistência, os alemães em Stalingrado. As pessoas às quais fui ligado (e continuo ligado) em São Paulo, em sua maioria, continuam vivas. Embora, pois, Praga tenha sido mais “misteriosa” que São Paulo, o nó górdio cortado foi macabramente mais fácil".
Quando o conhecemos – refiro-me a um grupo de jovens universitários dos anos 60, geração que cultivava um jeito de vivenciar intelectualmente a sua angustia e cuja ironia não havia ainda descambado para o deboche–, estávamos todos submersos no grande vazio que é a busca de sentido. Flusser, estrangeiro no mundo, apátrida por excelência, assistia a tudo, promovendo tudo. Mas entre o seu engajamento na cultura brasileira e o nosso destacar-se do pano de fundo habitual-nativo, uma sutil dialética se estabelecerá.
"Nós os migrantes, somos janelas através das quais os nativos podem ver o mundo".
Seria ele, para nós, esta janela?
"Mistério mais profundo que o da pátria geográfica é o que cerca o outro. A pátria do apátrida é o outro".
Seríamos nós, para ele, esta pátria? Nós, jovens daquela geração niilista, vivenciávamos a saga de uma época em que, após ter aplaudido o célebre protesto de estudantes na Europa, nada passava mais a ter significado. Os anos 60, se de um lado traziam marcas como a rebeldia dos Beatles, a revelação do sexo, e a partir daí, o culto ao amor livre do movimento hippie e a escalada social do bissexualismo; o fracasso da potência americana no Vietnã, onde a inteligência venceu as armas, num combate que utilizou cobras, abelhas e bambus; toda uma poesia desordenada e todo um desencanto às coisas e aos valores estabelecidos, por um lado, deixou farrapos de um derradeiro “romantismo”: desejo da mão jovem querendo reconstruir o mundo e impedida pelos velhos (como sempre foi); o olhar do mundo culto e politizado para o primeiro movimento de objetivos definidos na América, ao som do slogan “cubanos si, yankees no”; a resposta de uma “geração triste” que começava a se redimir pela música e a poesia (“Tropicália” e os “Novíssimos”, apenas para citar alguns). No campo da Filosofia, Sartre, Camus e demais existencialistas marcavam a juventude intelectual brasileira, embora a grande maioria não tivesse acesso a tudo isso. O escritor Jorge Medauar é quem diz: “O Brasil não tem linha filosófica definida porque não tem pensadores”. Nosso grupo, porém, era privilegiado: freqüentávamos a casa de Flusser. Lá se canalizavam os turbilhões, ventos e brisas do mundo filosófico, em tertúlias que se alongavam por sábados e domingos, e quantas vezes não éramos surpreendidos por Guimarães Rosa, Samson Flexor, Vicente Ferreira da Silva! Flusser foi se revelando professor, cercado por aqueles moços e moças, de modo doméstico e peripatético (embora sempre sentado em sua cadeira no jardim-de-inverno, nos fundos daquela casa, no Jardim América) envolto às fumaças de seu cachimbo inseparável. Não há como apagar os primeiros passos na filosofia ensinada, transmitida assim... Paideia construída pelo con-viver, em chão de concretude, por um “modelo” vivo de existência. Tudo isso plasmou as nossas mentes, interagindo hoje na circunstância em que vivemos. Caso clássico de influência poderosa de patriarca intelectual – não faltará quem o diga. Alguns, não suportando o peso de tamanha in-formação, hoje o renegam e se refugiam nos cantos matreiros do inconsciente, omitindo-se ao confronto. Não lembraria Flusser, em certo aspecto, a personalidade de Freud? Como ele – subversivo, judeu, emigrado – também não foi aceito pelo establishment acadêmico, criando afetos, desafetos e uma fieira de pupilos dolorosamente estigmatizados. Ao longo dos trinta e um anos em que viveu na circunstancialidade brasileira, Flusser desenvolveu seu modo de pensar com um vigor e originalidade que cunham um de seus traços inconfundíveis – o que lhe valeu imagem mitificada, e até certo ponto, desconcertante para certos eruditos, que, tantas vezes, com ele se digladiaram. Como Nietzsche, Kierkegaard e tantos outros, Flusser não se propôs a construir um sistema filosófico. Seu pensamento é um fluir generoso que se vai tecendo fora de velhas ou modernas malhas, dentro da urdidura fundante que é a linguagem – “morada do ser”, como a nomeia Heidegger. Seu mergulho nas correntes da Fenomenologia levou-o à Filosofia da Linguagem, seu campo predileto, ao qual dedicou vários ensaios, livros e cursos. Chegou até a criar uma coluna em jornal (“Posto Zero” na Folha de São Paulo, de 1969 a 1971), onde fazia uma espécie de análise fenomenológica do cotidiano brasileiro. Quando escreve, e o faz como quem respira o ar fresco das manhãs, Flusser traduz e retraduz o mesmo texto para as línguas que domina: alemão, inglês, português, francês.
"Sinto-me abrigado por, pelo menos, quatro línguas, e isto se reflete no meu trabalho, uma das razões pelas quais me interesso pelos fenômenos da comunicação humana. Reflito sobre os abismos que separam os homens e as pontes que atravessam tais abismos, porque flutuo, eu próprio, por cima deles. De modo que a transcendência das pátrias é minha vivência concreta, meu trabalho cotidiano e o tema das reflexões às quais me dedico".
Max Planck, em sua biografia, diz que para haver uma idéia original são necessárias duas condições: que o “criador” esteja livre e que morra toda uma geração, porque apenas a seguinte poderá compreendê-la. Os contemporâneos estão comprometidos e escravizados, por isso se assustam com o novo. Eis, numa palavra, o pecado de Flusser: pensar o novo e, para tanto, estar livre. Qualquer pessoa que entra em contato com suas idéias percebe o quão ligadas estão ligadas com o que acontece à sua volta. Não se pode delimitar as bases de seu pensamento, porque ele está constantemente correlacionado a fatos, não importa de que natureza. A aguda capacidade de observar o mundo e captar a atualidade, filtrando a ambos pelos conceitos clássicos e construindo os seus próprios conceitos, tornam Vilém Flusser o pensador para a época “pós-histórica” que atravessamos. É precisamente a consonância entre observação dos fatos e sua resultante reflexão que nos dá a sensação do verdadeiro. Mas, para que tal sensação conduza à verdade, o que ainda nos falta? Aqui transcrevo pergunta feita ao psicanalista Isaías Kirschbaum, que após driblar com mestria: la reponse est la mort de la question...(que analista, afinal, não tem necessariamente de ser filósofo...) assim respondeu: “Consenso é que dá cunho de verdade”. Daí, minha indagação: teria sido o meio cultural brasileiro – e o paulistano em particular – propício à formação de um consenso ao pensamento flusseriano, consenso que, por sua vez, teria de ser o fruto maduro de exercícios de crítica responsável e consciente por parte da comunidade pensante?
"Migrar é situação criativa, mas dolorosa. Toda uma literatura trata da relação entre criatividade e sofrimento. Quem abandona a pátria (por necessidade ou decisão, e as duas são dificilmente separáveis), sofre. Porque mil fios o ligam à pátria, e quando estes são amputados, é como se intervenção cirúrgica tenha sido operada. Quando fui expulso de Praga (ou quando tomei a decisão corajosa de fugir), vivenciei o colapso do universo. É que confundi o meu intimo com o espaço lá fora. Sofri as dores dos fios amputados. Mas depois, na Londres dos primeiros anos da guerra, e com a premonição do horror dos campos, comecei a me dar conta de que tais dores não eram as de operação cirúrgica, mas de parto. Dei-me conta de que os fios cortados me tinham alimentado, e que estava sendo projetado para a liberdade. Fui tomado pela vertigem da liberdade, a qual se manifesta pela inversão da pergunta “livre de quê” em “livre para fazer o quê”. E assim somos todos os migrantes: seres tomados de vertigem".
Sei que Vilém Flusser tem algo a nos dizer. Algo para nos inquietar. Sejamos livres para ouvi-lo. E exerçamos com liberdade o direito de pensar.
submitted by o_humanista to BrasildoB [link] [comments]


2016.06.12 21:24 shirleioliveira A IMPORTÂNCIA DAS FÁBULAS NA LITERATURA INFANTO - JUVENIL

Acadêmicos: Cristiane Cardoso da Silva Mat: 327818, Damarys Oliveira da Silva de Paiva Mat: 714725 Karita Marreiros Mat: 917241 Rita de Cassia Mat: 863453 Shirlei de Sousa Oliveira Mat: 785936 Professor-Tutor Externo: Clebson Peixoto Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Curso (LED 0259) – Prática do Módulo V 21/05/16
RESUMO: A intenção desse trabalho é mostrar que a literatura é uma manifestação artística e que possui uma comunicação importante que atua como tecelã da linguagem e a transmissão do conhecimento das expressões humanas. O objetivo deste trabalho é abordar quanto ao gênero, fábulas e a importância da literatura na formação do ensino fundamental e no EJA (Educação de Jovens e Adultos) da Escola Elcione Barbalho, localizada no bairro Liberdade da cidade de Marabá-PA, na literatura infanto - juvenil buscamos através de referência documentos, revistas, jornais, livros, pesquisa de campo e internet. Este estudo aborda o papel da escola na formação do individuo, buscando incentivar a escrita e a leitura para assim facilitar o seu desenvolvimento social e emocional, onde iremos utilizar a didática pedagógica da literatura infantil, baseado nas ideias dos seguintes autores: Cândido Antônio, Azevedo, Bruno Betteilheim.
Palavras Chaves: Fábula. Ensino. Educação. Literatura Infanto-Juvenil.
1 INTRODUÇÃO: Neste trabalho apresentamos a didática para a utilização da importância das fábulas na literatura infanto - juvenil, onde levaremos em consideração a importância dos contos de fábulas para a construção do seu imaginário. Este estudo se baseará em autores como Bruno Betteilheim, Cândido Antônio e Azevedo, que tratam de contos de fábulas, cada autor tem uma área específica.
 O objetivo desse trabalho é mostrar que a literatura é uma manifestação artística e também observar a influência dos contos de fábulas no imaginário infanto - juvenil da escola Elcione Barbalho na cidade de Marabá-PA. Acreditamos que os contos de fábulas ajudarão os jovens no ensaio de vários papéis sociais, proporcionando a construção de uma personalidade sadia e também promover a socialização. A troca de experiência é uma maior inserção no grupo social assim promovendo o desenvolvimento da imaginação, da criação, da percepção de mundo a partir das possíveis interpretações dos contos de fábulas. A importância do nosso paper que seja ,um arquivo para pesquisas futuras. Este trabalho utilizou-se em duas etapas de pesquisas sendo que uma etapa foi de observação da prática pedagógica das professoras e uma segunda etapa onde ela trabalha a oralidade e a produção textual , ortografia e linguística. Dentro das problemáticas encontradas buscamos analisar, investigar a importância das fábulas como gênero literário dentro de sala de aula e também levantamos questionamentos em relação a problemas na prática da docência em relação ao gênero literário. Como as professoras utilizam as fábulas em sala de aula na aprendizagem e aumento da cognição do aluno? Como a instituição escola trabalha a literatura para fazer leitores nos estudos observados. 
2 Entendemos por literatura: Uma comunicação de caráter humano, que utiliza de vários recursos seja humano, físico, material, intelectual, social, estético, formador, educador, lúdico entre outros recursos , transferindo aprendizagem, saber, conhecimento, instrução e valores próprios da alma humana através do diálogo significativo ficcional / real desta forma de expressão e produção intelectual humana objetivando a interiorização, a identificação, a inserção e a transformação do indivíduo em seu meio ou sociedade. Podemos definir a literatura como: produção intelectual, expressão artística humana. Azevedo (2007, p.215) afirma que:
“A importância da literatura é indiscutível pois é através dela que nos relacionamos com os valores humanos mais nobres e os mais baixos como o amor e ódio, a bondade e a maldade, a inveja e a solidariedade, a angústia e a alegria , o ciúme e a caridade a soberba e a humildade entre outros”. Cabe a Literatura a finalidade de transformar por meio da escola a expressão artística com o decoro a instrução dos jovens. Neste paper a literatura é considerada em sua funcionalidade formadora e educadora para criar leitores. Antônio Cândido nomeia três funções para a literatura: Função Psicológica : Capacidade individual de fantasiar pela ficção, Função Formadora: Formação e educação do ser humano movida por ideais, Função Humanizadora: Humaniza em sentido profundo porque faz viver. O atuar do diálogo com o texto quer seja por meio do professor para com o aluno, ou por meio de indivíduo para um grupo de pessoas nos ajuda a compreender a literatura. Através de uma aprendizagem sócio interacionista e sócio construtivista (Piaget e Vygotsky). Observamos então a importância de fazer leitores assíduos pelos textos literários, que auxiliam na cognição do indivíduo com criatividade e compreensão do mundo que o rodeia . A fábula o qual trabalhamos no paper e procuramos investigar através de pesquisa documental em arquivos de órgãos públicos e instituições privadas assim também informativos, revistas, anais, relatórios de pesquisa, periódicos , cujo autores que baseiam e norteiam a nossa pesquisa de caráter, qualitativo e quantitativo são Antônio Cândido, Bruno Bettelheim e Azevedo, trabalhamos também com a pesquisa de campo entrevistando alunos e duas professoras de língua portuguesa de uma escola de ensino fundamental localizada no bairro da liberdade no município de Marabá, uma escola que faz parte de um projeto social do governo federal para alunos do EJA ( alunos com idade variante de 15 a 25 anos ) cuja pesquisa foi feita com questionários com perguntas previamente elaboradas. Segundo o dicionário Aurélio (2000, p.30) a fábula é uma narração breve cujas personagens via de regra são animais que pensam, agem e sentem como os seres humanos. Esta narrativa tem por objetivo transmitir uma lição de moral. Alguns escritores de fábulas são : Esopo, temos também os brasileiros Monteiro Lobato e Leonardo Boff obra em destaque (a águia e a galinha ) cuja fábula será abordada neste paper. No primeiro passo da pesquisa, será mostrado aos alunos através de recursos audiovisuais e no segundo passo os alunos serão observados para análise de interpretação de texto, ortografia , linguística e oralidade. Os objetivos deste paper abordam a questão da importância do trabalhar as fábulas em sala de aula descrevendo e realizando o diagnóstico necessário no cotidiano escolar. Sendo que esta pesquisa está dividida em três capítulos distintos: No primeiro capitulo Observação didática sobre a fábula pela professora regente da turma, no segundo capitulo a análise foi feita para Verificando se a professora reconhece a importância de trabalhar as fábulas em sala de aula o terceiro capítulo procura Analisando o impacto que a fábula tem sobre a realidade do educando. Para a realização deste trabalho a fábula foi escolhida por ser um gênero literário de narrativa curta e de fácil entendimento para o aluno auxiliando-o na aprendizagem de uma forma diferenciada , prazerosa e atrativa. A fábula estudada foi encontrada na internet assim como o vídeo . As professoras trabalham em sala de aula com um livro chamado o Guia de Estudo Integrado Unidade Formativa I , que possui todas as disciplinas fundamentais como Português, Matemática , Geografia ,Ciências, Inglês e História. Todos os alunos possuem livros que foram dados pelo Governo Federal. Este paper busca compreender, analisar e investigar a importância da fábula como gênero literário dentro da sala de aula, e levantar questionamentos em relação a problemas como é a prática da docente em relação gêneros literários? A fábula utilizada está de acordo com o nível de desenvolvimento do aluno ? Neste estudo foi observado a prática pedagógica das duas professoras de língua portuguesa, de que forma as atividades literárias estão sendo desenvolvidas em sala de aula e se estas professoras estão formando leitores que apenas leem ou leitores que leem e tem uma visão critica acerca da leitura e quais as dificuldades encontradas por estas professoras ao usar a fábula em sala de aula e de que forma elas podem intervir para resolver os problemas. O ambiente de sala de aula foi preparado para receber os alunos como se fosse um clima de cinema, na sala estava instalado o data show com o vídeo da fábula a na biblioteca da escola, os alunos estavam sentados confortavelmente em suas carteiras, sendo que aos alunos foi permitido que levassem pipoca,com a luz apagada eles assistiram ao vídeo logo após foi feito pelas professoras uma explanação oral sobre a fábula e a culminância desta atividade se deu de forma de uma produção textual ( síntese ) escrita sobre a compreensão daquela fábula. A professora da turma acredita que as fábulas motivam os alunos a estudar, auxiliando na oralidade e a produzir textos. Ao passo que a expectativa das duas professoras de língua portuguesa em relação a aprendizagem do aluno eram : Falar sobre o significado da representação do papel de cada animal apresentado e qual a funcionalidade moral da fábula e compreender a literatura, objeto de aprendizagem, que assimila a vida real através da ficção os resultados obtidos a partir deste estudo foram satisfatórios pois pudemos sanar algumas dúvidas e questões em relação ao tema fábulas. 3 Observação didática sobre a fábula pela professora regente da turma. As educadoras se preocuparam com aspectos a temas motivacionais com as fábulas , que transmitem esperança , perseverança já que os alunos do EJA são pessoas que trabalham o dia todo e a noite ainda vão estudar, sendo que a maioria dos estudantes são mulheres , tem um caso de uma aluna que vai estudar e o marido que não é estudante da escola, fica esperando na cantina as quatro horas de aula a mulher terminar os estudos. Tem casos também de mulheres que engravidaram e tiveram que deixar de estudar, mas como o programa oferece creche para as alunas, tiveram oportunidade de estudar ou são pessoas que abandonaram os estudos por vários motivos: dificuldades econômicas, sociais, geográficas, culturais etc.. A professora também preocupou se os alunos já tinham conhecimento prévio da fábula, todos responderam que não. Outra preocupação em trabalhar fábulas para EJA de ensino fundamental é não praticar infantilização dos textos pois são pedagogias diferentes. A simbologia da fábula a águia e da galinha é interessante e vai de acordo com o interesse que cativam o aluno, a fábula trabalha o paradoxo e a ambivalência entre os dois animais pois a águia tem o significado de que ela é uma vencedora e ela pode voar e conquistar novos horizonte , enquanto a galinha é um animal da terra que fica ciscando o chão, que está preso a terra e não pode voar. Inicialmente a produção das fábulas no novo mundo foi disseminada por Esopo foi somente com Jean de La Fontaine que elas tiveram uma característica educacional e artística, as fábulas com o decorrer da história foram de adaptando aos novos tempos sendo que com Jean de La Fontaine as fábulas apresentaram característica oral e foram trabalhadas as simbologias, exemplificando a águia tem uma simbologia de vencedora enquanto a galinha tem uma simbologia de conformidade. Como as fábulas possuem caráter antropomórficos em que os animais possuem a capacidade de projetar-se como seres humanos com sentimentos e valores morais humanos, foi feita esta comparação simbolicamente para que os alunos se identificassem com a história e quiçá transformassem o meio em que vivem . Podemos perceber que as professoras tinham uma boa formação pedagógica a fábula não ficou infantilizada e auxiliou no desenvolvimento e aprendizagem dos alunos. Fábula utilizada em sala de aula : A águia e a galinha Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo cativo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Comia milho e ração própria para galinhas. Depois de cinco anos, este homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista: – Esse pássaro aí não é galinha. É uma águia – De fato – disse o camponês. É águia. Mas eu a criei como galinha. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das asas de quase três metros de extensão. – Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas. – Não, não – insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia. Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse: – Já que você de fato é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe! A águia pousou sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas. O camponês comentou: – Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha! – Não – tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã. No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto da casa. Sussurrou-lhe: – Águia, já que você é uma águia, abra suas asas e voe! Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscando o chão, pulou e foi para junto delas. O camponês sorriu e voltou à graça: – Eu lhe havia dito, ela virou galinha! – Não – respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar. No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas. O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:- Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra suas asas e voe! A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte. Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico kau-kau das águias e ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez mais para o alto. Voou… voou… até confundir-se com o azul do firmamento…” (Fonte http://www.catequisar.com.bmensagem/reflexoes/06/msn_147.htm)
4 Verificando se a professora reconhece a importância de trabalhar as fábulas em sala de aula : No momento da entrevista duas professoras respondiam ao questionário e com suas respostas conseguimos chegar ao objetivo geral do paper aonde trabalhamos a importância de se trabalhar fábulas em sala de aula. Nesta fase a professora número 1 respondeu que a importância é que a fábula motivava os alunos, enquanto a professora 2 respondeu que a fábula desperta a construção do caráter da cidadania dos alunos. Analisando as perguntas e as respostas desta pesquisa podemos perceber quando a professora 1 responde que trabalhar fábulas em sala de aula motiva os alunos, logo eles conseguem se identificar com os personagens da fábula pois quando o escritor cria um modelo de personagem tem essa concepção de ser , de fazer com que o leitor se identifique com um dos personagens, identificando quer seja com a simbologia ou característica que este personagem tem na sua vida , acontece então esta transcendência do mundo fictício para o mundo real Betteilheim (2007, pag. 54). Quando a professora 2 responde sobre a utilização de fábulas para os alunos é que ela desperta a construção do caráter do aluno , podemos então entender nesta frase a função formadora de instrução educacional da fábula. Segundo Coelho (2000, pag. 40) a terceira fase da leitura que abrange as crianças e os adolescentes, ou seja, a fase do leitor critico ( a partir dos 12/13 anos ) Aonde o leitor já possui uma capacidade , habilidade de refletir e ter pensamentos críticos em relação a textos e em relação a leitura que lhe é apresentada. Outra importância de se trabalhar fábulas em sala de aula, que as professoras reconheceram foi a facilidade que a fábula tem na produção e interpretação do texto, auxiliando também na oralidade, na ortografia e na linguística. Percebe-se isto na resposta das entrevistas quando a professora 1 disse que o objetivo de utilizar fábulas em sala de aula seria a sua facilidade no entendimento que ajuda na interpretação de textos, sendo que a professora 2 respondeu que a fábula possui um valor diagnóstico pois identifica qual aluno possui mais facilidade na interpretação de texto, quando foi perguntado para a professora quais os resultados alcançados a professora 1 respondeu que a fábula auxilia na produção de pequenos textos , na interpretação , na oralidade, ortografia e na linguística . A fábula sendo uma narrativa geralmente curta ,considerada um gênero de característica universal aonde pode ser captada de um modo simples que remonta aos antepassados humanos desde a contação de estórias nos interiores das cavernas ou entre os descansos após as caçadas. Justificando assim a facilidade do gênero fábula em se trabalhar interpretação produção e oralidade em sala de aula , pois o aluno ao produzir e interpretar textos é desafiado a usar a criatividade, a reflexão , o senso critico na escrita auxiliando na ortografia pois ele vai ter que exercitar a gramática da língua portuguesa em sua atividade de sala de aula , em quanto o auxilio na fábula na oralidade se dá, quando a professora questiona oralmente ao aluno quanto ao o que ele entendeu sobre a fábula apresentada no ambiente escolar, esta metodologia incentiva até os alunos mais tímidos a se expressar oralmente, entretanto quando a professora 1 fala que a fábula auxilia também na linguística do aluno ela se refere que a fábula pode também trabalhar as variações linguísticas e o regionalismo em sala de aula, o exemplo deste, são as fábulas do famoso escritor brasileiro Monteiro Lobato. 5 Analisando o impacto que a fábula tem sobre a realidade do educando . Utilizamos a amostragem de 35 alunos para compreendemos esta investigação. Através do método de observação e realização de um formulário quantitativo Por mediação da literatura os valores da humanidade são apresentados aos alunos quando no primeiro momento de nossa pesquisa a professora dentro da biblioteca e apresentando o vídeo perguntou no final se eles entenderam a fábula e se eles queriam ser águia ou galinha? Todos os alunos responderam que queriam ser águia , os alunos se identificaram com águia de simbologia vencedora, conquistadora e heroica despertando neles sentimentos motivados por valores humanos como orgulho, desejo, vontade , esperança, virtude e coragem, desejo de serem vencedores como a águia . Portanto a maioria dos alunos são de baixa renda e através da educação poderia conseguir um bom emprego como foi o caso de uma aluna que comentou que estava estudando para concluir o ensino fundamental porque ela no serviço de faxineira de uma siderúrgica tinha perdido uma promoção , de trabalhar de secretária porque não tinha o ensino médio. Com a sua função humanizadora, a fábula, formou leitores e produtores de pequenos textos, apesar de alguns problemas enfrentados ( ponto fraco em relação a fábula é que quando existem alunos semianalfabetos, ou analfabetos funcionais as fábulas devem ser trabalhadas oralmente ou através de recursos audiovisuais) pela professora e pelos alunos, na questão de alfabetização e letramento e dificuldades ortográficas , pois alguns alunos não sabiam ler e escrever corretamente entretanto a intervenção da professora para sanar estes problemas foi aulas de reforço escolar. A fábula trabalhada em sala de aula teve um impacto social na vida destes alunos pois a fábula a águia e a galinha despertou a vontade de transformação e inclusão social deste alunos. 6 CONSIDERAÇÕES FINAIS De acordo com a regência feita em sala de aula , os resultados obtidos a partir dos estudos foram esclarecedores . Analisamos que as fábulas desenvolvem a capacidade da criança e do jovem de fantasiar , e na criatividade, outras contribuição foram interpretação e produção de textos, ortografia e linguística, os problemas que surgiram durante a pesquisa foram dificuldades de letramento e alfabetização aonde a intervenção foi aulas de reforço. Observamos também que é boa a prática pedagógica das professoras, e os textos estavam de acordo com o desenvolvimento dos alunos, sendo que esta pesquisa nos levou ao conhecimento e contribuição para futuras pesquisas aos estudos de fábulas e entendimento sobre que as fábulas têm no processo de formação da criança e jovens.
 Questionário 
1) Qual a importância da utilização de fábulas para os alunos ? Professora 1 R= A motivação que a fábula proporciona ao aluno Professora 2 R= Temos que despertar a construção do caráter da cidadania dos alunos 2) Qual o objetivo de usar fábulas ? Professora 1 R= Porque a fábula é um Gênero Textual de fácil entendimento auxiliando na interpretação de textos . Professora 2 R= A fábula tem um valor diagnóstico pois através dela podemos perceber quais os alunos possuem facilidade de interpretação 3)Como a professora utiliza estas fábulas em sala de aula ? Professora 1 R= Usamos com a ajuda de recursos audio visuais no primeiro momento em sala de aula depois fazemos atividades orais e escrita. Professora 2 R= Data Show , depois questionário com pergunta e respostas. 4)Quais eram as fábulas utilizadas? Professora 1 R= O Coordenador envia as fábulas que são iguais para todos os professores foram elas a fábula da galinha e da águia, a fábula do porco espinho e a fábula da raposa e do lenhador. Professora 2 R= A fábula do porco espinho ,a fábula da raposa e do lenhador, a fábula da galinha e da águia 5) Quem eram os autores ? Professora 1 e Professora 2 R= Esopo ,Leonardo Boff, Irmãos Grimm 6) Quais os resultados alcançados ? Professora 1 R= A fábula auxilia na interpretação de textos, na produção de pequenos textos, na ortografia e na linguística Professora 2 R= Ajuda na interpretação de texto , na oralidade pois os alunos tem que contarem o que eles entenderam do texto.
 Tabela com a observação de alunos 
1) Quantos alunos se mostraram interessados em assistir o vídeo da fábula a águia e a galinha. Todos os 35 alunos 2) Quantos alunos se identificaram com a fábulas ? Todos os 35 alunos 3) Quantos alunos se expressaram oralmente 3 três 4) Quantos alunos conseguiram fazer a síntese do texto ? 25 alunos 5) Quais problemas enfrentaram ? Letramento e alfabetização
6) A fábula estava de acordo com a faixa etária do aluno , para que não ocorresse infantilização do Texto? Sim 35 alunos
 Foto 1 Apresentação do vídeo da fábula aos alunos Fonte : https://projovemelcionebarbalho.blogspot.com/ Foto 2 No segundo momento os alunos estão fazendo a produção textual escrita, sobre a fábula. Fonte : https://projovemelcionebarbalho.blogspot.com/ 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BETTELHEIM , Bruno. A psicanálise dos contos de fadas. 26. ed. São Paulo: Paz e Terra.2007 RIBEIRO, Helena. Livro, 2012. Disponível em: < http://www.helenaribeiro.com/livro-voce-a-aguia-e-a-natureza/a-historia-da-aguia-e-a-galinha>Acesso em 29 mar.2016 ROCHA,Janaina. Monografia, 2011. Disponivel em : http://www.uneb.bsalvadodedc/files/2011/05/Monografia . Acesso em 30 mar.2016 SANTOS, Abraão Junior Cabral. et al. Literatura infantojuveni. Indaial, SC: Uniasselvi, 2013. Fontes: Cartilha do curso de licenciatura em letras Diretrizes da disciplina seminário da Prática http://www.webartigos.com/artigos/a-importancia-da-literatura-para-o-desenvolvimento-da-crianca/9055/ http://www.catequisar.com.bmensagem/reflexoes/06/msn_147.htm http://www.estudopratico.com.bfabula/ http://www.histedbr.fe.unicamp.bacer_histedbjornada/jornada11/artigos/9/[email protected] http://www.infoescola.com/literatura/literatura-infanto-juvenil/ http://literatura.uol.com.bliteratura/figuras-linguagem/37/artigo225090-1.asp https://projovemelcionebarbalho.blogspot.com/
http://www.recantodasletras.com.bteorialiteraria/278085 http://www2.uefs.bdla/graduando/n4/n4.13-23.pdf
submitted by shirleioliveira to literatura [link] [comments]


Série Mulheres - Episódio 1 - Mulheres na Literatura TV PUC-Rio: Beatriz Bracher não acredita em uma literatura feminina Homem Fica grudado apos fazer sexo com a mulher de um ... Mulher tem relação com outra mulher, casada, e acaba tendo ... Mulher mata ex-namorado durante relação sexual - YouTube Leandro Karnal • A Mulher na História - YouTube Homem é flagrado tendo relações sexuais com vaca pela ... Quem manda na relação? O homem ou a mulher? A Exumação de Zé Baiano  O Cangaço na Literatura  #333 ... A relação do homem com a natureza e o meio ambiente que o ...

Reciclagem de Artigos: A relação literatura/homem

  1. Série Mulheres - Episódio 1 - Mulheres na Literatura
  2. TV PUC-Rio: Beatriz Bracher não acredita em uma literatura feminina
  3. Homem Fica grudado apos fazer sexo com a mulher de um ...
  4. Mulher tem relação com outra mulher, casada, e acaba tendo ...
  5. Mulher mata ex-namorado durante relação sexual - YouTube
  6. Leandro Karnal • A Mulher na História - YouTube
  7. Homem é flagrado tendo relações sexuais com vaca pela ...
  8. Quem manda na relação? O homem ou a mulher?
  9. A Exumação de Zé Baiano O Cangaço na Literatura #333 ...
  10. A relação do homem com a natureza e o meio ambiente que o ...

Este fato aconteceu em Prudentópolis, mulher flagra seu marido tendo relação sexual com a vaca. Ele foi enquadrado pela Lei Maria da Penha, pois ele agrediu ... Canal oficial do Cidade Alerta, programa jornalístico da Record que vai ao ar de segunda à sexta. Nossa reportagem perguntou para alguns famosos, quem manda mais na relação? O homem ou a mulher? E ainda, você confere o 'Papo de Homem' entre Marcio e Renato. A premiada escritora Beatriz Bracher conversou com a TV PUC-Rio e contou sobre o espaço da mulher no mercado literário brasileiro, a relação do homem e a mulher em seu romance “Anatomia do ... Marcos, de 26 anos, foi morto pela ex, Vânia, de 19 anos, durante a relação sexual. Os dois estavam separados há nove meses, quando resolveram marcar o encon... Ainda é preciso avançar com relação à garantia de direitos - IGUAIS - entre homens e mulheres, nas mais diversas áreas. No primeiro episódio da série, a inserção das mulheres na literatura! Palestra em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, realizado no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), da Universidade Estadual de Campinas (... link. 09:04 É por isso que o mundo esta cada vez mais pior! por causa das pessoas que estão cada vez mais falsas e mais orgulhosas só pensam em si mesmas e n... A Morte de Zé Baiano https://www.youtube.com/watch?v=vY4yKJL5FtM Se gostou, se inscreve! Obs: Após inscrever-se, clique no botão ao lado (roda dentada), ou no 'sininho' (pelo celular) e MARQUE o qu...