Pa namoro

Patreon is a membership platform that makes it easy for artists and creators to get paid. Join over 200,000+ creators earning salaries from over 4 million monthly patrons. A ideia é trazer, realmente, uma festa para dentro da caixa. Dentro da caixa também pode vir o presente – se houver outro. É uma ideia perfeita para comemorar o aniversário do namorado ou o aniversário de namoro. Mural ou varal de fotos: as namoradas que tem acesso ao quarto do boy podem fazer essa surpresa fácil, simples e encantadora ... O maior site de relacionamento, encontros e namoro online do Brasil. Não deixe de entrar no ParPerfeito, e comece um relacionamento hoje! PARADISO - Alto Takimaru Pa!! PARADISO - Alto Takimaru. Like. There was a problem playing this track. ... Bate-papo aqui: Marabá, Brasil. Mais de 485 milhões de pessoas estão aqui: Marabá. Faça novos amigos aqui: Marabá no Badoo hoje! Soiliou NAMORO of University of Pittsburgh, PA (Pitt) Read 12 publications Contact Soiliou NAMORO Bate-papo aqui: Castanhal, Brasil. Mais de 485 milhões de pessoas estão aqui: Castanhal. Faça novos amigos aqui: Castanhal no Badoo hoje! Par Perfeito é o número um para namoro online com mais encontros, mais relacionamentos e mais casamentos do que qualquer outro site de namoro ou paquera. Jogo de namoro e paquera! Em Amor Doce, conquiste os seus personagens favoritos e descubra um novo episódio regularmente. Torne-se a sedutora número 1! With 43 billion matches to date, Tinder® is the world’s most popular dating app, making it the place to meet new people.

sou babaca por não confiar em meus pais?

2020.07.27 03:57 cadelinha_auau sou babaca por não confiar em meus pais?

olá luba, gatos, papelões, editores, gatas e turma que estar a veleouvir, hoje vim contar uma história que ta acontecendo atualmente na minha vida (quando tiver atualizações vou contar aqui) e vocês vão julgar se fui babaca ou não. vamos lá.
bom, vou primeiro apresentar os personagens principais dessa história:
eu, 13 anos; meu irmão, 19 anos; minha irmã, 17 anos; meu pai, 41 anos; minha mãe, 37 anos.
outra coisa: tenho depressão e ansiedade, além de crises existênciais frequentes e a constante sensação de estar sendo observada, também tenho paranóias e visões de sombras e pessoas que nunca estão lá.
um pouco de contexto, para vocês não se perderem:
meu irmão é fruto de um outro relacionamento da minha mãe de antes do namoro e casamento dela com meu pai, já minha irmã é a mesma coisa, só que ela é filha do meu pai, e eu sou a única filha que tem o sangue dos dois. Minha irmã cresceu com a avó dela, separada da gente e tendo uma vida boa e mais calma, mas sempre se preocupando com o meu irmão e comigo. Meu pai é padrasto do meu irmão, e por causa disso, meu irmão sempre foi tratado como LIXO pelo meu pai por não ser filho dele, já comigo é um pouco diferente mas ainda assim sou também tratada como um NADA por ele. Meu irmão é abertamente gay e eu sou assexual, mas sou assumida apenas para meus irmãos e para a minha mãe (explicarei em breve), e minha irmã é a única hétero entre nós, mas ela é quem mais nos apoia e quem mais nos ajuda com tudo.
a história começa agora.
bom, eu nasci numa cidade pequena e ano passado fui obrigada a sair da melhor escola que tem por lá (que ia me mandar já preparada para o enem e a faculdade), mas meu irmão ficou por lá por mais 3 meses por conta dos estudos, já que ele não podia sair do colégio dele aquela altura (ele estudava em colégio federal). Meu irmão reprovou de período e foi ai que a merda toda estorou, meus pais obrigaram ele a ir morar com a gente e culpavam meu irmão pela reprovação já que na mente deles o meu irmão levou o colégio com a barriga. Até ai nada tava tão ruim assim, até que outra merda aconteceu: a mãe do melhor amigo do meu irmão descobriu que ele é gay e espalhou para TODO MUNDO (minhas tias, pessoal da igreja e para os clientes do salão dela), por conta desse descuido ele teve que assumir forçadamente para a minha mãe por whatsapp, pedindo para ela não contar pro meu pai já que o meu pai é crente, bolsominion e conservador. Sabe o que ela fez? Isso mesmo, ELA CONTOU! Meu pai disse que aceitava ele dizendo que "era o filho dele", o que já me pareceu suspeito desde o começo, até que descubro o seguinte: minha mãe disse que se meu pai não o aceitasse, ela iria embora. Sim, ele só disse aquilo pq não queria que ela fosse embora de casa. Alguns meses se passaram, a pandemia começou e nós adotamos um cachorro, ele atualmente tem 9 meses e vai fazer 10 em breve, mas nós nos mudamos para outra casa faz uns 3 meses e ele tinha 5 meses na época. O cachorro é filhote e a casa era nova, então ele acabou fazendo xixi dentro de casa, o que fez meu pai descontar TODO O ESTRESSE DELE EM UM CACHORRO, fazendo um mega estalo ao bater nele com o chinelo que fez o cachorro chorar e até eu que estava de fone e vendo vídeo conseguir ouvir. Meu pai ia bater no cachorro de novo, mas meu irmão pegou o cachorro no colo e defendeu ele, o que fez meu pai ficar muito puto e querer por meu irmão pra fora de casa (sim, ele assumiu 3 meses depois disso que queria por meu irmão para fora de casa). Os meses passaram, meu irmão teve uma discussão com minha avó que chegou nos ouvidos da melhor amiga da minha avó, o que fez quando meu irmão lá na casa dessa melhor amiga (a filha dela e meu irmão são praticamente irmãos) ser EXPULSO da casa dela apenas por ele ser gay. Vou pular mais um pouco no tempo e agora vamos à umas semanas atrás, quando adotamos a nossa nova cachorrinha (que enquanto escrevo, está dormindo em cima da mim), e estava tudo indo bem. Estava tendo um almoço aqui no quintal junto dos vizinhos (só para explicar, nós moramos de aluguel na casa de cima desses vizinhos, o que faz nós compartilharmos o quintal e o que fez meus pais criarem uma amizade com eles e o meu irmão uma relação de mãe e filho com a vizinha.) e eu estava em casa, já que eu não estava me sentindo bem e, por não estar me sentindo bem, acabei dormindo para ver se a dor passava, mas eu não sabia o que tinha acontecido naquela manhã, já que eu estava dormindo também (se não me engano eu acordei lá pelas 11hrs e fui dormir por causa da dor lá pelas 15hrs). Meu pai chamou meu irmão para conversar, o que deixou meu irmão surpreso e desconfiado. Eles começaram a conversar e meu pai começou a jogar muitas coisas na cara dele, o que fez meu irmão falar coisas que meus pais não queriam ouvir, deixando meu pai mais puto e minha mãe chorosa, a discussão continou e eles só pararam pq minha mãe já estava chorando e pediu para eles pararem, se não eles já teriam se batido e meu pai teria expulsado meu irmão de casa. Meu pai e meu irmão nem se falam mais desde que isso aconteceu. Chegando no final de junho/começo de julho, eu desabafei com a minha irmã sobre tudo o que tinha acontecido e contei que eles estavam falando muito mal dela e da avó dela para os vizinhos, contando mentiras e fazendo a avó da minha irmã ser a vilã. O que eles falaram e o pq? Vou explicar agora:
meus pais tinham pego meu celular e me deixado de castigo após eu não ter feito o hamburguer do meu pai (eu tinha feito dois para mim e dois para meu irmão, além de que eu estava quase caindo de sono na hora), e por isso tudo o que eu sentia eu escrevia em meu caderninho particular, e não sei se foi a vizinha ou se eles leram esse caderno, mas chegou no ouvido deles de que eu não confiava mais neles e que meus pais eram meus irmãos (o que eles são, já que eles cuidam mais de mim e me tratam melhor do que meus próprios pais), e por causa disso eles disseram que a culpa de minha irmã ser tão "mal-educada, arrogante e desviada da igreja" é culpa da avó dela, pq meu pai lutou pela guarda da minha irmã (graças a deus não conseguiu) e por causa da avó dela a minha irmã não foi criada com a gente, já que na fanfic que eles criaram na mente deles a avó dela """fez a mente""" da minha irmã, sendo que por conta do meu pai a minha irmã quando criança teve crises de ansiedade por causa da presença dele e por ser forçada a ir pra casa dele todo fim de semana. Antes de eu contar tudo para a minha irmã, vem a outra parte da história.
lembra que eu disse que estava sem celular? Meus pais disseram que eu só teria de novo se eu tirasse a senha ou se eu falasse a senha para eles e se eu desinstalasse TODAS as minhas redes sociais (fazendo uma tremenda invasão de privacidade apenas para poder me controlar da forma que eles quiserem), e por conta disso eu tive que assumi para a minha mãe a minha sexualidade e o meu namoro de 2 meses com a minha atual namorada (a gente vai fazer 3 meses agora em agosto 😇💕), o que fez ela me prometer confiar nela e contar tudo pra ela (oq eu obviamente n to fazendo), além de me proibir de assistir o SEU canal e do maicon (n assisto o orochi pq tenho preguiça e óbvio q eu n parei, eu ein, é a única forma q eu tenho de rir). Dei a senha e coloquei senha na conversa dos meus irmãos já q eu tenho o whatsapp mod. Falei absolutamente tudo o que aconteceu para a minha irmã, o que fez ela chamar meu pai para conversar e a minha mãe vir descontar a raiva dela em mim por eu ter falado que falaram mal dela e da avó dela para ela.
desde então, meus pais estão numa enorme briga contra eu e meus irmãos enquanto os vizinhos passam pano pra eles e dizem que "eLeS sÃo PaIs E sAbEm O mElHoR" e que "mEu PaI eRa AsSiM e Eu AmAvA eLe MeSmO aSsIm", querendo passar pano e comparar duas situações totalmente diferentes. Um adendo: os vizinhos são crentes. Minha mãe diz que é tudo um plano meu e dos meus irmãos para acabar com o casamento dela (um tapa no quengo dessa crente fanfiqueira) e meu pai vive me tratando mal.
vou contar o que aconteceu desde quinta-feira (23/07) até o momento atual (domingo, 26/07).
dia 23 foi aniversário do meu pai e nós fomos no centro comprar coisas para a festinha que aconteceu aqui no quintal de casa. Meu irmão acordou cedo e deu parabéns para o meu pai, que retribui com uma cara de nojo e nem um obrigado disse. Já eu, dei o parabéns a noite, já que quando acordei meu pai tinha ido trabalhar e quando voltei do centro eu dormi pq tava mt cansada (a gente andou o centro todo), e só vi meu pai a noite quando ele chegou do mercado. Ele me retribuiu com um "achei que não fosse acordar nunca" e minha mãe mandou a seguinte pérola: "você não era assim".
aliás, pulei uma parte que vai deixar você muito puto: o dia em que a minha mãe virou atriz.
meus pais estavam na casa da minha avó (que mora longe) à trabalho e eu fiquei em casa com o meu irmão (que foi muito bom). Era de madrugada, quase duas da manhã, meu irmão tinha dormido e eu tava acordada lendo, até que recebo mensagem da minha mãe dizendo que não consegue dormir. O motivo? Pq eu disse que não confio nela. nós duas tivemos uma conversa bem longa e eu disse que não confiava nela pq ela não confiava em mim, mas ela disse que confiava sim. Se lembra de quando eu estava sem celular? Eu perguntei no dia q eles pegaram meu celular o pq e ela disse exatamente assim: eu não confio em você. Sim, ela mentiu pra mim.
atualmente a história não tem desfecho, mas meu irmão deve sair de casa até o ano que vem e eu devo ir morar com a minha irmã até o ano que vem também. Me respondam, eu sou babaca por não confiar em meus pais?
me desculpem pelo textão gente.
submitted by cadelinha_auau to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.09 17:03 BatataC9 O tóxico do pãozinho de queijo

{o título tá uma merda perdão} Olá Lubixco, gatas, falecidos papelões, falecida barba, possível convidado (q n existe) e turma q está a assistir (Sou baiana ent.. fique avontade Lubitho)
Bem, hj eu vim contar uma história q aconteceu qnd eu tinha 11 anos, ela envolve, ex tóxico, melhores amigas violentas, mijo nas calças, e muito choro kkkkkkk
Enfim, vamos lá, (Detalhe importante, eu tenho um grupinho, com 3 melhores amigas, nos conhecemos desde pequenas, duas delas estudam na msm escola q eu), eu estava no 7° ano e tinha uma amiga da condução, vamos chana-la de Tatá, a Tatá era do 6° ano, e eu as vezes andava com os amigos dela, entre esses amigos, tinha um garoto q eu achava bonitinho, cmç a conversar mais com ele e percebi q ele era mt legal, dps de um tempo me aproximando, 1 ou 2 meses percebi q estava gostando dele, contei para a Tata e pedi ajuda pra saber se ele gostava de mim, uma semana se passou e ela me disse q ele gostava de mim, eu fiquei super feliz né, dps de mais um tempo conversando, eu dei um selinho nele pra ver se ele se tocava q eu gostava dele
Alguns dias dps desse selinho, ele me pediu em namoro (foi bem fofinho) eu aceitei, no cmç era incrível, ficávamos juntos no recreio sempre, apresentei ele pros meus amigos, e tals, MAAAS, dps de um tempo, ele ficou frio, grosso, n queria ficar cmg, me tratava mt mal, marcavamos de nos encontrar no recreio chegada ou saída e ele me dava bolo, dps dava uma desculpa idiota (E eu como boa trouxa q eu sou, aceitava numa boa) entre outros 5 meses se passaram e eu ainda estava com ele, no dia em q fizemos 5 meses juntos, eu escrevi várias mensagens fofas, comprei pão de queijo, e uma caixa de bombons (Pus as mensagens grudadas nos bombons) e fui pra escola
Chegando lá, ele ME IGNOROU COMPLETAMENTE, falei com ele e ele me tratou super mal, me empurrou e disse
"Pô cara me deixa em paz, n tá vendo q eu tô ocupado caralh*"
Fiquei mt chateada, sou uma pessoa sentimental e qualquer coisa eu tô chorando, segurei minhas lágrimas e fui pra minha sala, na hora do recreio fui até ele (com meu pão de queijo na mão) e nós brigamos feio, terminei com ele dizendo q não aguentava mais ser tratada daquela forma, q ele era tóxico, idiota e ridículo, ele pegou o meu pãozinho, TACOU EM MIM! e saiu, fiquei revoltada, mas ainda triste, chorei o resto do dia e pra infelicidade do sujeito, minhas amigas viram
No fim da aula, eu estava muito triste ainda, a escola tava quase vazia (minha condução chegava atrasada), eu tava em um banco da pracinha ouvindo música, qnd a Tata chega correndo e me solta "Amg, tão batendo no "Carls" vem cá!!!"
Eu fico confusa, tipo oq eu tenho a ver, mas vou com ela, ainda cabisbaixa, chegando lá, na parte de trás da escola, onde tem umas mesinhas, tá as duas meninas q eu falei no início (vamos chamar de Lu e Beh) e uma amg nossa (vamos chamar de cagada, história pra dps kkkkkk), além do menino, q tá sentado na mesinha, obrigado!
Elas cmç a bater nele, mandando ele me pedir desculpa, ele tava chorando já, elas tinham 15 e 14 anos e o garoto, 11, ele me pediu desculpa chorando, elas fizeram ele dizer "Eu sou um idiota, ridículo e pa* no [email protected]" O garoto estava tremendo de medo já, tinha gente até gravando, dps de tudo, cada uma das minhas amigas deu um soco nas costas dele e falaram pra eu dar tbm, sou contra violência ent neguei, falei q aquilo era desnecessário, n posso negar, ri um pouco mas dps pensei q elas eram mt mais velhas e já tava ficando ridículo aquilo, Lu (q é a mais velha) deu um soco nele "por mim" e dps soltaram o msm, q foi correndo pro banheiro, os amgs dele q souberam oq teve dps foram pro banheiro atrás dele e voltaram dizendo q ele tava chorando mt e q tinha SE MIJADO!!!
Sai correndo e me tranquei no banheiro, me senti muito culpada por aquilo, o garoto tinha 11 anos, msm me fzd mt mal, n acho q merecia isso
Qnd a condução chegou entrei sem olhar pras minhas amigas, sentei sozinha e fiquei ainda com aquela culpa, qnd cheguei em casa pedi mil desculpas pelas minhas amigas para o garoto pelo wpp (elas ainda me chamam de trouxa por isso), ele respondeu falando q eu era uma puta vadia dos infernos, hj estou bem, mas na época, fez eu me sentir mais culpada ainda
É isso Lubinha, espero q tenha gostado, obg por ler, desculpa se ficou MT grande e por qualquer erro de português kkkkk foi a minha primeira vez aqui, sou muito sua fã, vc é meu Youtuber preferido, amo vc, bjs menor q treixxxx
submitted by BatataC9 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.03 18:19 Motaspike A ex me quer morto porque eu tirei a virgindade dela e dps eu terminei com ela

Olá luba, editores maravilhosos, plantas, gatinhos peludos do luba, papelões brutalmente mortos e público que gosta de ver o luba (como nunca tem convidado, não precisa dar “oi”) tudo bom com vocês? História grande, mas boa Bom, preciso de ajuda pq minha ex tá me perseguindo ha algum tempo! Tudo começou quando eu a pedi em namoro, ela é da igreja e talz e falou que não queria transar antes do casamento, eu aceitei pq eu amava ela e só queria tê-la do meu lado (gay moment). Dias, meses e ano se passam e a gente era muito fofinho, postávamos ftinhas, vídeos, enfim, éramos um casal lindo. Até que fomos numa festa e po, ela era muito da igreja, mas eu não, entao eu bebi e talz. A gente acabou se beijando mais “quente” com mais amor e fogo (eu por causa da bebida e ela pq beijava minha boca que tinha álcool). Até aí tudo normal pois não tínhamos feito nada PORÉM essa pegada mais forte tinha despertado algo nela que ela não sabia que gostava. A partir daí só estávamos se pegando deste jeito, mão boba lá, mão boba aqui e dps de alguns dias dps da festa rolou a transa e eu acabei tirando a virgindade da minha namorada mesmo sabendo que ela tinha feito a promessa de perder dps do casamento e talz (antes que pensem que eu forcei algo, ela estava com a mão no biruliru e eu ainda perguntei da promessa na hora e ela simplesmente cagou pra promessa). Logo dps da foda ela falou “estamos ligados carnalmente e nada vai nos separar” do nada, eu fiquei “WTF” mas aceitei, aliás eu amava ela certo?! A gente foi passando mais meses e fizemos ali e aqui e talz. Ela começou a ficar muito ciumenta comigo e começou a me privar dos roles com amigOS e festas que eu levava ela, tivemos várias brigas até que eu falei que queria terminar e ela SURTOU muito, ela ficou louca mas enfim. Um dia dos que a gente tinha terminado advinha quem estava na minha casa para almoçar com minha família? Pse, mano, como nada tivesse acontecido. Levei ela pro quarto e perguntei que porra era essa, se tava louca ou enfim, tivemos mais uma discussão no meu quarto e ela me deu um bj e eu neguei o bj dela. Pra fazer ela parar de gostar de mim, eu falei que tava ficando com outra, ela ficou bem abalada e pegou meu cel pra ver meu whats e pa. Ela viu a notificação da minha melhor amiga que aqui vai se chamar vitória, ela viu e saiu puta da minha casa. Ela começou a mandar mensagens pra minha melhor amiga e começou a ameaça-lá e pa. Fui até a casa da minha ex pedir pra parar e falar que não era minha best que tava cmg e falei que era só um mentira, ela não deu ouvidos e começou a falar que eu tava gastando meu tempo com putas, que ninguém ia ser melhor do que ela e que estávamos ligados pra sempre pq ela tinha me dado a larissinha dela e eu a rompi. Não sabia o que fazer na situação, ela começou a ir no meu fut com os amigos, começou a fazer rolê com a minha família (sendo que eu já tinha avisado que terminamos), começou a ir no meu trabalho e ligando para lá só pra ouvir minha voz (eu tinha bloqueado ela), ela criou fakes e começou a me ameaçar e pa. Decidi ir até a igreja dela e falar no microfone pedindo ajuda ao pastor pra todos ouvirem e dando aquela indireta/direta pra ela, o pastor falou mts coisas e talz e falei que só queria que a pessoa sumisse da minha vida. Ela foi até a minha casa e veio falar comigo e eu falei que não queria mais ela e que foda-se essa virgindade e que era pra parar de me infernizar. Ela começou a falar que foi estuprada e eu fiquei com a reputação manchada pq ne, ai dps eu falei tudo com meus amigos e pa. Nada adiantava e eu fiz b.o contra ela que falou que ela tinha que chegar a 10 m de distância comigo. Eu mandei a ft e disse pra ela não chegar mais perto de mim, ela chegou e denunciei e ela foi pra delegacia. Soube que como ela se fez de sonsa e teve que pagar multa e não foi presa :( Eu peço desculpa por tudo e que é só pra esquecer o que aconteceu De vez em quando ela me liga e liga pra minha best por um fake e ela tentou fazer um exposed meu (não citou meu nome mas disse sobre nossas histórias e pa) e eu fiz um dela tbm...
Fui babaca por rompê-la antes do casamento? Por ter feito um b.o? Por ter explanado ela pros meu amigos? Por ter feito um exposed dela? Por ter falado na igreja o que tinha acontecido? Por estar pedindo ajuda pra geral sobre o que fazer? E por TALVEZ gostar dela ainda (sim, sdds das nossas ficadas e fodas, SOU TROUXA MESMO) e TALVEZ querer ficar com ela sem compromisso?
O que faço crlh? Isso tem 5 meses
submitted by Motaspike to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.23 00:35 InfamousPangolin3996 Hora da historia de se lascar

O dia em que fui babaca, e fiz eu e mais 2 pessoas tristes(foi mal)
Bom seres vivos desses SubReddit, essa é uma historia q não tem um final feliz para mim...
Um dia eu estava em casa tudo de boa mexendo no celular, e um garoto(vamos chama-lo de carls) q eu não conhecia pediu solicitação no insta, eu somente aceitei, tipo "dane-se", porem ele veio falar comigo. a gente começou a dessenrolar, conversar sobre varias coisas, e então, nos ja conversávamos diariamente, e então marcamos um simples cinema com mais intenções do que ver um filme correto? So q iriamos somente daqui a duas semanas pois era semana de prova na escola de ambos, então resolvemos dar total foco as provas, porem uma semana antes do cinema tivemos um pequeno desentendimento, e paramos de conversar um com o outro por uns tres dias. E como jovem é burro e carente, eu fui atras de outro contatinho(vamos chama-lo de lars) no insta, nao foi tão difícil ate, e nos começamos a desenrolar, e ele pediu uma foto, sim, aquele tipo de foto, e eu mandei,(pq? pq deus pq?) so que um dia depois o carls voltou a falar comigo, e eu realmente gostava desse garoto, tipo pa karai, e então voltei a falar com ele, só que eu nao dei um fora no lars pois estava com medo dele vazar a minha foto, então deixei pra resolver aquilo depois, so que no dia em que eu ia no cinema com o carls, fomos ao cinema despreocupados(fizemos mais que ver o filme), so que quando fomos pra praça de alimentação eu fiquei querendo dar um selinho no carls, pra frescar, brincar e etc, e como eu sou um cara realmente sortudo, o lars estava no shopping nesse dia, viu a cena toda, e saiu triste, o garoto q estava comigo viu, e perguntou quem era ele, e eu nao respondi e fui atras do lars, q tinha corrido, e o carls que estava comigo veio tambem, e eu peguei no braço do lars e tentei conversar, so q ele nao queria conversa, e ai o carls perguntou ao lars oq tava acontecendo, e o lars com raiva falou, pro carls oq tinha acontecido naquele momento, foi ai q eu me desesperei, pq ambos os meu contatin tavam triste, e eu fiquei sabendo depois por um amigo do carls que ele iria me pedir em namoro naquele dia.
Bom eu realmente fui um puta babaca, mas ate que eu mereci, vlw pela paciencia e me deseje sorte com outros rolê q eu for ter depois da quarentena
submitted by InfamousPangolin3996 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 03:26 SucodeTudo Uma historia "feliz"?

Ahoy Lubiscode primeiramente desculpe pelos erros de português,estive adiando muito pra escrever este texto mas acho que ja esta na hora,essa historia é sobre a minha vida quem sou e porque estou como estou,quero que analise e me diga se sou o babaca kkk,sem mais delongas irei começar o texto Bom dia(talvez noite)luba,convidados,gatos e barba do luba,a minha historia começa a 5 anos atras,eu tinha 10 anos(faça as contas)bem pela minha idade não poderia imaginar muita coisa,mas ja tinha rola pa de coisas na minha vida,tipo:meus pais se separaram,minha vó tambem,as 2 arranjaram outros caras,meu avodrasto batia na minha vó,o meu padrasto era um [email protected],minha mãe se separou de novo,se casou com um velho,se mudou pra casa dele e eu tambem to morando no centro e sai do interior. Pode não ser muita coisa mas pra mim na quela idade foi dificil,ver tanta coisa passando e tanta coisa acontecendo me deixou louco,eu fiquei muito mau mas tentava não demonstrar muito isso meu novo padrasto era(é) muito agrecivo com todo mundo inclusive eu,então eu não podia encomodar ele,ficava no meu canto vendo youtube,jigando algum jogo ou estudando na maioria do tempo,ocupava minha mente com essas coisas pra não piorar a situação Como estava numa nova cidade sozinho e sem amigos minha unica chance foi a escola,mas mesmo antes eu sempre fui meio anti-social,minha familia era pobre mas minha mãe trabalhava muito pra me dar tudo oque eu queria,e sou grato a ela por isso,mas a ansiedade dela e a tendencia depressiva da minha vó(que entrou em depressão quando eu e minha mãe saimos de perto dela e deixamos a vó sozinha com aquele monstro em casa)pesou muito na minha vuda social. Então fazer amigos sempre foi muito complicado. Kas quando eu entrei na escola daquela cidade eu conheci algumas pessoas,comecei a me dar bem nos esportes na medida do possivel é claro e tambem minhas notas subiram mais do que o normal,comecei a pensar nos testes pra federal(e consegui lubisco),mas como tudo que é bom acaba rapido,uma menina linda,com uma franjinha muito fofa destruiu meu mundo e um amor "platonico" acabou com aquela minha unica esperança que era a escola. A desilusão amorosa foi forte,mas o amor foi maior,insisti reconhecendo os limites,não invadia a sua zona de conforto e aceitava o não mas eu não podia me livrar daquele sentimento,e aquele sentimentp continuo durante 4 anos,4 anos luba,por mais que eu seja uma criança 4 anos não é qualquer coisa,eu realmente amo ela,e ela é alguem especial na minha vida,ela me salvou de um suicidio e quase me pois em um quando disse não,ela é tudo pra mim,e depois de 4 anos ela aceitou. Eu fiquei muito feliz luba,sério,tipo,imagina só:"a menina que você amou por 4 anos te aceitou" e mano ela nunca me desrespeitou nesses 4 anos,sempre sendo alguem muito gentil,fofa,estudiosa tipo ela é perfeita cara. Mas Luba,depois de 4 anos nós começamos a namorar(agora no caso completamos 6 meses)eu sou uma criança ainda com 14 quase 15 anos não sei de nada sobre o mundo,mas eu sinto isso e não é facil de simplismente ignorar um sentimento. Eu amo ela Luba,mas ela demorou 4 anos pra me aceitar em namoro,aconteceu algumas coisas que ela veio a me falar a poucp tempo mas ainda assim,não me convenceu,tenho medo de sme querer ter precionado ela pra que eu força-se ela a gostar de mim,e criando um falso amor,não sei se quero continuar,uma insegurança anda me tomando,pela minha aparencia,fisica e cobtexto do relacionamento,mas ao mesmo tempo tenho medo do sentimento ser real e eu ferir os sentimentos dela. Gostaria que você me ajuda-se nessa lubisco,ja falei com minha mãe mas ela se recusa a me pagar um psicologo,pois de acordo com ela :"não precisa,é só falar com a gente que a gente te ajuda"não querendo desmerecer meus pais mas isso é algo que eu não quero falar com eles,minha vida pessoal não é algo que eu sinto conforto de falar com eles. De qualquer forma eu aprendi muito nesses 4 anos de solidão,li muito,sofri muito,estudei muito,conheci muito mais sobre mim,conheci amigos,d&d,cs,lol tipo isso querendo ou não marcou a minha vida e me formou a pessoa que sou hoje,então de qualquer forma devo muuto a ela,eu te amo mor ♡ Eu e minha namorada assistimos você e tanto eu quanto ela somos muito seus fãs <3 e desculpa mor,sou falho de mais pra alguem tão perfeita como você,desculpa.
submitted by SucodeTudo to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 02:39 mayarajen "Talarica" (fui a babaca?)

Ahola lubaluvalu, hi turma, hello editores, e oii gatas. Pfvv fala tia Carminha, sou nodestina Então eu tinha uma melhor amg foda (plmns eu achava) ela namorava, e ela era como uma irmã pra mim, ela morava no msm bairro q eu e é isso (vamos chamar ela de v4di4, pois era o apelido dela). Ela tratava mt mal o namorado dela, mas nunca me meti em nd, e meio q pouco me fodia para o relacionamento deles, mas sempre fui mt amg dos dois. Ela se mudou e foi morar em outro bairro, traiu o namorado dela, ele descobriu, e terminou com ela, ela veio aq em ksa para minha pessoa consolar ela, eu meio q nn sabia oq flr so dei meu ombro pra ela chorar. Ai ta passou um mes de td isso, ela se afastou de mim, e eu comecei a ser mt amg do ex dela (vamos chama-lo corno), o fdp postou no face relacionamento srio cmg no face mas na zueira, até q ne legenda ele falou q era meme e tals, ai eu ri pa porra, e ai ela soube me mnd um texta enorme falando q du traí ela e etc. E falou q sou talarica. Ai eu fiquei com ele só pra pirraçar e dia 14 desse mês fizemos 5 meses de namoro. (Perdao por erra em algm coisas estou nervosa pq nUnCa dE uMa TuRmA-fEiRa) Bjo >2
submitted by mayarajen to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.19 20:07 _matheusmarin Não sei um titulo daora pra isso

Eu to namorando faz 2 meses, ou seja, comecei a namorar na quarentena, mas antes da quarentena, eu saia bastante com ela e com os meus amgs e pa, bagulho daora, e nesses roles eu pegava bastante intimidade com ela, e isso era uma puta coisa foda, por ela ser uma pessoa extremamente timida, mas agr na quarentena, ta meio foda, pq ela não mexe tanto nas redes sociais dela, não é nem que ela mexe, é mais tipo, ela fica um tempo on, mexendo , mas as na maioria das vzs é só pra ficar olhando as coisas que ela gosta de vê, mas ela não vê os bagulho que o marco ela no tt, mas em geral ela sempre me responde nas maioria das redes sociais, mas tem vzs que parece que ela não vê os bagulho que eu marco ela e eu acho meio paia, enfim, su peguei covid e me curei e pa, e eu no nosso aniversario de namoro fui ver ela (ja que ela mora 2 ruas abaixo da minha ) fui la msm sido curado, com mascara e pa, ai eu fui entreguei chopcolates pra ela, ela curtiu e o krai, mas não teve tanto diálogo, foi sla, meio tipo estranho, pq namoro é uma bagulho novo pra nós 2, ja que eu nunca namorei e ela só uma vez com um mlk que ela não amava, e é um experiencia mt nova pra gnt, mas eu acho que o problema é que eu não tenho tanta intimidade com ela.
Tipo, a gnt ta junto, a gnt se ama, mas as vzs é esquisito pra gnt, pq soa é td tão novo e tem coisas que a gnt faz e não sabemos como reagir, tipo eu sempre imagino mil e uma coisas pra falar pra ela, mas quando eu vejo ela, eu travo, só falo uns bagulho simples, sendo que eu tinha um puta discurso na minha cabeça, ja ela não sabe reagir aos meus elogios, ela tem vergonha de falar coisa bonita pra mim ao menos que eu diga primeiro, pq é como eu falei ela é extremamente tímida, tipo mt msm, e a falta de intimidade dxa as coisas desse jeito, estranhas, e com a quarentena é mt fdd, conseguir criar bastante intimidade com ela, ela gosta de series, gosta de musica, mas ela não gosta de video chamada, de ligação, de jogar algum jogo, conversar, ela não gosta mt, ela gosta mais de cvs com as amgs dela, e td que eu queria era ter essa intimidade que ela tem com as amgs dela, só que é foda mano pq eu não sei nenhuma forma boa de me aproximar da minha namorada bastante e criar mt intimidade com ela de forma virtual, e isso me da mt aflição, eu to desesperado, me ajudem
submitted by _matheusmarin to desabafos [link] [comments]


2020.06.15 20:18 leo_nader EU NÃO SOU O LUBA, MAS TENHO UMA EX-LÉSBICA

(TERCEIRA VEZ QUE TENTO MANDAR ESSA HISTÓRIA, SE O ADM PERMITIR VOU TENTAR ATÉ CHEGAR NELE)
Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.14 10:08 _matheusmarin Não sei lidar cmg msm em um relacionamento

Ja faz um 2 meses que eu estou namorando, é meu priemeiro namoro, e não poderia ser mais especial para mim, eu amo a minha namorada, mais que td nesses mundo, mas eu sou mt... sla, tipo, eu gosto de ser bastante carinhoso e pa, gosto falar coisas bonitas, gosto de elogiar e tipo, faço isso ate dms, até em momentos meio "????", teve uma vez que ela tava meio que falando um bagulho sério, discriminação e essas coisas, e tipo eu só falei do nd como eu amava ela por ser assim e se importar com as outras pessoas, eu falei isso mas dps eu fiquei td:"?????" Pq foi meio desnecessário, tipo fica reafirmando isso, o quanto a amo e o pq enjoa, mas não sei pq tem hr que eu falo msm assim.
Eu tbm as vzs ajo de forma egoísta, como eu ja disse , eu sou um cara romantico, sou exagerado nessas coisas e ela é mais na dela, ela maio seca e pa, mas é pq ela é meio descotumada com esse tipo de coisa, pq pra ela tbm é algo mt novo, mas msm assim quando eu faço um bagulho meio "wow" e ela não tem uma atitude de tipo "wow, vc fez isso por mim, te amo" eu fico meio mal, mas eu sei que isso é egoísta, como se ela tivesse a obrigação de ser como eu nessa questão, e eu fico puto cmg msm por ficar triste com isso, eu odeio isso em mim, eu sou meio desesperado pela atenção dela, mas eu não gosto disso, tipo, eu amo ela, mas sla, as vzs eu passo dos limites e nem percebo, eu me odeio por isso, enfim, era isso que eu queria falar
submitted by _matheusmarin to desabafos [link] [comments]


2020.06.12 05:15 LuluMacoiera Meu Ex namorado babaca e infantil

Venho aqui contar essa pequena historia cheia de chantagem emocional e babaquice pra voces (pequena pq vou tentar dar uma resumid. ps sou menina :3 voz fofinha e chata pf) Comecei a namorar o Carls na virada de 2018 pra 2019 (eu tava com uns amigos em um bairro e ele com a familia na praia, me pediu em namoro pelo zap. NO começo foi bem de boa, ele me mimava e pa, mas depois de um tempo ele basicamente cagava pra mim, mal me respondia, ele olhava meus status mas nao respondia no zap, so me chamava pra ir na casa dele e depois disso eu voltava a praticamente nao existir pra ele. em meados de março(?) de 2019 ele pediu pra terminar sem motivo algum e eu só aceitei, n ia forçar ele a ficar comigo. depois de uma semana ele pediu pra voltar e a burra aqui voltou (depois de uns 2 meses pensand) fiquei sabendo por ele que ele tentou algo com uma mina, n deu bom e ele se tocou de que era eu quem ele amava mesmo, mas fiquei sabendo disso beem depois. Bom, voltamos, ele continuou a me ignorar, e me tratar como apenas uma ficante, nada de carinho e mimos pra "namorada" dele mas era um super chamego com as amigas k. O nice guy dele que me fez fazer essa postagem foi de quando eu cansei e resolvi terminar, no comeco de janeiro (acho que 7) ele veio com papo de terminar dando motivos de que n me amava mais, so se sentia triste comigo e pa, so que de noite ele disse que era so um "experimento social" segue prints no link pq foram uns 13. Conversei com meu melhor amigo sobre, Luba eu tinha ficado super mal pq me via super insuficiente e ler ele dizer que se sentia triste estando comigo so me fez piorar. Ai quando ele disse isso de experimento social eu so joguei a merda no ventilador e eu quis terminar, ai comecou o nice guy de "nao, eu nao quero terminar, se eu n quero a gente ainda namora" Esse "resumo" pra dar contexto foi bem longo mas é isso. Meninzs que são tratadas assim pelz namoradz, pf pulem fora desse barco o mais rápido possivel, eu sempre estava triste e mal comigo mesma e a pessoa que eu amava so piorava e eu n percebia que ele era a causa de tudo! Bjbj turma, gatos, editor e Lubi-nhaaa
https://drive.google.com/drive/folders/1Vduyd2o7lSDK9foz87Td4rxnNneP3eRT?usp=sharing
submitted by LuluMacoiera to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.08 07:03 leo_nader EU NÃO SOU O LUBA, MAS TENHO UMA EX LÉSBICA

(SEGUNDA VEZ QUE TENTO MANDAR ESSA HISTÓRIA, SE O ADM PERMITIR VOU TENTAR ATÉ CHEGAR NELE)
Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.28 03:21 leo_nader Eu não sou o Luba, mas tenho uma Ex Lésbica

Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.19 07:09 GabrielCy54 Aproveitando as últimas 24 horas antes dos 17

Olá Reddit, esse é o meu primeiro post oficial no Reddit (sem contar os comentários nos posts de outros users) e bem, normalmente eu prepararia algo no bloco de notas antes de postar qualquer merda, mas decidi fazer um "freestyle" do desabafo, ou seja, preparem-se para muita merda...
Bem, amanhã, dia 20 de maio de 2020, farei meus 17 anos, e como estou em quarentena, tenho muito tempo para bostejar sobre a minha vida, e tbm tenho tristezas para desabafar com alguém, por isso a proposta do sub é muito interessante, enfim, comentário aleatório, mesmo assim, a ideia de desabafar coisas tão pessoais para estranhos na internet é algo assustador para mim, principalmente agora q estou pesquisando bastante sobre privacidade e criptografia.
Eu n gosto muito dos rumos q a minha vida têm levado, no 3° ano do fundamental eu era uma criança isolada e já estava tendo meus primeiros contatos com a solidão, tenho até uma professora q disse pros meus pais q eu tinha umas brincadeiras estranhas pq eu brincava sozinho no recreio... no 4° ano eu conheci um amigo q futuramente iria mostrar ser um merdinha q apenas me tolerava perto dele, mas acho q isso deve ser abordado em outro post.
Sempre fui bastante carente e cresci acreditando q precisava de um amigo para ser feliz, logo, depositava sempre a minha felicidade nos outros e aprendi da pior forma q isso é uma coisa completamente ruim para a saúde mental. Fui aos poucos me destruindo por dentro, chegava da escola e percebia o quanto eu estava sozinho no mundo e q minha existência era algo patético, sei q devo agradecer à Deus, afinal, pelo menos tenho um lar, comida e uma família, mas quando vc tem uma saúde mental completamente fudida, até as coisas mais superficiais acabam se transformando em um problema grave.
Mesmo assim, a solidão e a carência ainda se mantém, e algo q essas pessoas percebem é q, mesmo cercado de pessoas, ainda assim o vazio existe e é assim q eu sinto. Provavelmente a culpa é minha, como sempre, porém eu sou tão inútil q n vejo de forma clara como resolver a merda da minha vida, apenas tento adiar a bomba q está plantada e q uma hora vai estourar. Desde o final de 2017 eu vinha dando sinais de depressão, eu tava levando a vida no tranco e na época eu tinha uma namorada e ela era o meu pilar pra n desabar (lembram da parte de depositar a felicidade nos outros? Então...), aí um dia ela terminou cmg, de início eu tentei levar a vida normalmente, mas aconteceu algo q me fez ver o quão merda eu sou, e aí juntou todos os problemas e o término do namoro e o meu mundo desabou.
17 anos e o meu objetivo ainda é o mesmo: ter sucesso na vida, em todos os sentidos possíveis. Eu cresci em um ambiente onde eu n passava necessidades mas ao mesmo tempo eu n pude ostentar algo, ao contrário das pessoas próximas à mim, e tipo, por eu ser criança e n ter muita noção de pensamento filosófico, eu achava algo muito massa ostentar e q a luxuria era oq eu queria, e n é exatamente isso, mas sim ter sucesso na vida. Tanto financeiramente, quanto socialmente e profissionalmente.
Eu me cobro bastante e sempre quero melhorar a cada dia e ser a melhor versão de mim mesmo, me inspiro em caras fodas como Tesla e Newton q era gênios da ciência, Mark Zuck, Musk e tantos outros bilionários jovens q tiveram sucesso no mundo do empreendedorismo e até mesmo o Aristóteles q foi um puta filósofo q criou novas áreas do conhecimento como a biologia e a economia, sem falar em Jesus Cristo q é até mesmo um exemplo de inspiração para ateus q apreciam os ensinamentos do (na minha crença) filho de Deus.
E tipo, principalmente nessa quarentena, eu vejo o quanto q eu fiquei mais inútil, isso desde 2019 q passei a estudar menos e, mesmo com algumas pessoas dizendo q sou inteligente, ainda assim n acredito e acabo me comparando à outras pessoas e fico com a autoestima lá no chão, bem fundo mesmo.
2018 foi o ano mais produtivo q tive, até pq, por causa da depressão e tals, eu fui ocupar a minha mente com algo e me joguei de cabeça nos estudos, foi muito massa ir pros aulões do colégio e de noite tinha aulas focadas em olimpíadas científicas, estava contente em saber q estava fazendo algo da vida, mas eu ainda n achava q era o suficiente... e aqui no DF temos o "PAS" q é um programa pra facilitar a entrada dos alunos na UnB, é tipo o ENEM só q é divido em 3 fases onde fazemos apenas a prova do ano q estamos fazendo, e o PAS me sobrecarregou tanto q quando terminei a prova, resolvi tirar férias de tudo por 1 semana, só q acabei fazendo merda e agora sou bastante procrastinador, antes eu estudava regurlamente toda madrugada, agora eu tenho poucos momentos onde eu fico empolgado com algo pra estudar, aí depois de uns dias de estudo, eu paro os estudos, enfim, tenho problemas.
Além disso tudo, eu nunca tive facilidade com relacionamentos, algumas barreiras como a timidez eu já venci, mas ainda assim tenho outros problemas, acho melhor tratar disso em um outro post.
Enfim, acho q já escrevi bastante, n espero q este post tenha muita atenção, afinal, outra característica minha é o pessimismo e sempre acredito q o pior vai acontecer, especialmente cmg, e além disso, é de madrugada, n sei se tem muita gente q fica aqui no Reddit de madrugada. Agradeço a quem leu até aqui e se quiser, pode comentar qualquer coisa aí, até mesmo uma ofensa gratuita pra eu rir (sim, eu acho engraçado piada de ofensa gratuita) e bem, é isso... Fiquem com Deus!
Agora irei aproveitar as minhas últimas horas como um garoto de 16 anos com psicológico fudido e q fica vendo shitpost na internet pra esconder as mágoas da vida.
Até a próxima, pessoal!
submitted by GabrielCy54 to desabafos [link] [comments]


2020.03.24 13:48 chico-com-ch Pq? Eu nao quero, soh isso

turmafeira

Bom dia turma, papelao, isopor, taylor sulfite, e nao o convidado (pq nunca tem neh lubisco), bom, essa historia aconteceu comigo ano passado e acharia mto legal de compartilhar. (Sou paranaense com mto pouco sotaque) Era metade do ano e eu era apaixonado numa menina q eu gostava fazia dois anos, ela estudava na minha escola entao eu a via todo dia, a gente tinha ficado varias vezes mas eu queria algo a mais com ela sabe, pq tbm ela sempre me tratava como merda e pegava metade da cidade. Mas dai dps de muito tempo eu comecei a ganhar o coração dela e ela acabo q se apaixonou por mim e estava pronta pa namora cmg, ai aconteceu e nois tava namorando. Ateh ai beleza neh, tava mto feliz na primeira semana de namoro, soq dai ela comecou a ficar possessiva demais, um pouco abusiva ateh. Eu nao podia fazer nada sem ela e ela era muito surtada com isso, teve um dia q ela me agrediu tambem. Deu nem 1 mes e eu ja queria terminar a relacao pq eu tava me sentindo mto mal e pressionado. Ai teve um dia q eu dei um tapinha na pantera com meus amigo e nois fomo joga tenis de mesa junto e curtir sabe, normal, dai o meu celular apita e era ela, respondendo umas mensagens antigas que eu falava q amava ela e ia cuidar dela tlgd, e ela respondeu tipo “ama nada” “fala q cuida mas ta cagando pa mim” coisas assim. Ja que eu estava bem “loko” eu conversei com ela falando q eu n queria fazer isso pelo celular e acabei q terminei com ela no dia, e ela mandava foto chorando e falando q n ia para a escola nunca mais (tudo isso numa quinta) Sexta fera eu chego na escola e meu deus do ceu, era todo mundo olhando pra mim e me xingando, pq a menina tinha ido pra aula e estava com cara de morte, chorando muito, e eu n sabia oq fazer neh, pois a culpa nao era minha. Dai os boatos comecaram a chegar em mim, e todo mundo soh falava uma coisa, que eu tinha terminado com ela pelo celular, e traido ela soh isso... Depois de um tempo resolvi conversar com ela neh, pq sou um cara da paz, e ela ficava me perguntando pq q eu tinha terminado com ela, e eu falava “eu nao queria mais, soh isso” e ela ficou loka e comecou a me xingar e falou pq eu tinha feito isso com ela, e fiquei com muito medo dela me bater, entao o sinal do intervalo bateu, fui para a sala e todo mundo do colegio escutava os berro dela sendo eu o causador de tanta sofrencia. Acabou q eu me acertei com o resto das pessoas, desmentindo tbm a historia q ela espalhou q eu tinha traido ela. Dps disso ela continuou falando mal de mim e pa, nunca se falamo mais e ri mto contando essa historia com meus amigos. Eu fui babaca? Deveria ter me explicado melhor com ela?
submitted by chico-com-ch to u/chico-com-ch [link] [comments]


2020.03.13 02:04 jplavratti Fim de namoro

Tenhi 15 anos e meu 1 namoro acabou a 3 semanas, e ainda to mt triste e pa, quando vejo ela na escola me sinto mt mal
Sei que todas as pessoas e relacionamentos sao diferentes, mas vcs podem me dizer com quanto tempo em media vcs demoraram pra se sentir "normais" dnv?
N quero mais ficar triste por uma bobeira de adolescente emocionado
submitted by jplavratti to desabafos [link] [comments]


2019.10.14 23:53 theritualmurder Estudante universitário a viver nos Estados Unidos.

Bem, olá a todos.
Se querem que vos seja sincero, não sei bem a razão pela qual estou a escrever este post. Um dos motivos pode dever-se ao facto de sentir que estou a perder a conexão com o meu querido país. Sinto-me menos Português a cada dia que passa e isso deixa-me infeliz.
Vim para os EUA há 2 anos em virtude de o meu pai ter arranjado um bom emprego numa universidade local (Lehigh University, PA). No início a excitação era extrema. Estava bastante feliz e desejoso de começar uma vida nova. O primeiro ano aqui foi a fazer o 12 ano do secundário. Esse ano passou bastante rápido uma vez que estava ocupado a conhecer o pessoal todo e a zona. Há dois meses começou a universidade e este período tem sido bastante difícil para mim. Apesar de me ter adaptado bastante bem a este país, sinto que não pertenço. Estou nostálgico e tenho saudades.
Custa-me ver o meu grupo de amigos prosseguir as suas vidas de estudantes sem mim. Sinto que uma fase bastante importante da minha vida está a ser perdida, estudante Universitário em Portugal. Quero vestir o traje, quero ser praxado, quero apanhar a buba na latada e queima. Todos os dias penso nos meus amigos, na minha ex-namorada e no fim do nosso namoro devido aos EUA. Penso nos meus avós e odeio-me por não estar presente nos últimos anos das suas vidas. Felizmente, posso ir a Portugal no Natal, verão, e na queima. Mas não é suficiente.
Eu sou Português e pertenço em Portugal. Ultimamente ando a pensar em voltar para Coimbra ou Lisboa no terceiro ano da universidade e ano a ver quais são as minhas possibilidades em termos de transferencia.
Estou a escrever isto para alguém que esteja na mesma situação, ou que a entenda, me dê algumas palavras de encorajamento e partilhe algumas historias e tal, ya know.
Até estou a perder algum vocabulário. Às vezes tenho que ir ao google traduzir palavras de Inglês para Português.
Edit: ultimately, estar aqui a fazer a universidade na Penn State abrirá mais portas para o futuro, e ter uma carreira aqui vai será melhor em termos financeiros, mas durante a universidade é demasiado difícil e um grande fardo na minha saúde mental.
submitted by theritualmurder to portugal [link] [comments]


2019.09.06 02:33 SamuraiBrz Algo que pode ajudar alguns aqui

Texto bem longo, pra quem realmente estiver disposto a ler.
A gente ve varios desabafos aqui, mas parte deles segue uma especie de padrao. A dificuldade no caminho para o sucesso. A dificuldade varia de post para post, assim como o que seria sucesso (felicidade, emprego, namoro, etc.). Mas ainda assim existe um padrao para muitos casos.
Entao resolvi postar algo que talvez ajude a pelo menos algumas pessoas. Algo, que pelo menos pra mim, ajudou bastante. Seria a minha perspectiva.
O pessoal da geracao antes de mim acreditava muito em seguir as "regras" para ter sucesso. Voce seguia o que a sociedade falava, o que seus pais falavam, o que seus professores falavam, o que seu chefe falava, e a recompensa disso seria o "sucesso". O maior pecado era ser rebelde, nao seguir as regras, etc.
Ai veio a minha geracao. O pessoal da minha geracao acreditava muito no "esforco" para ter sucesso. Voce se esforca, voce se dedica, voce se mata de fazer as coisas em casa, na escola, no trabalho, e a recompensa disso seria o "sucesso". O maior pecado era ser preguicoso, nao estar disposto a se sacrificar, etc.
E ai veio a geracao depois de mim. Essa geracao acreditava na "rapidez" pra ter sucesso. Voce faz mais rapido do que os outros, chega na frente, consegue aproveitar as oportunidades antes dos outros, e a recompensa disso seria o "sucesso". O maior pecado era perder tempo, procrastinar, etc.
Talvez ja tenha uma outra geracao que nao acredita em nada disso, e desacredita de tudo.
Qual o problema de tudo isso? Na minha opiniao, seria o seguinte.
Imagina que voce esta na geracao das "regras". E a regra diz pra voce comecar a cavar um buraco com uma pa. Voce segue as regras e segue cavando, cavando. Em determinado momento, talvez voce perceba que voce cavou um poco, e agora voce esta no fundo do poco. E quanto mais voce cava, mais dificil fica (fica mais escuro, comeca a ter agua, comeca a cair terra na sua cabeca).
Ai vem a geracao do "esforco". Se esforca ainda mais pra cavar o buraco. Dia e noite, 7 dias por semana cavando.
Ai vez a geracao da "rapidez", tentando cavar o buraco mais rapido que os outros.
O resultado disso seria um monte de buracos cavados fenomenais, e um bando de gente la no fundo do buraco.
O mundo que vivemos hoje. Cheio de coisas fenomenais, e um bando de gente la no fundo do poco. Um lugar escuro, insalubre, isolado, sem perspectivas.
O problema nao era seguir as regras. O problema nao era se esforcar. O problema nao era buscar rapidez. O problema sempre foi que tudo isso foi utilizado pra cavar buraco. Porque, nesse caso, quanto mais voce tenta, pior fica.
Entao, eu sempre busco parar e pensar nisso antes de seguir o que os outros falam, me esforcar, ou tentar fazer as coisas depressa: sera que eu nao estou cavando um buraco pra mim mesmo? Se for, provavelmente seria melhor nao fazer nada.
Ao inves de cavar um buraco pra me afundar, eu quero construir uma escada. Algo que me leve pra algo melhor. E algo que exige que eu combine as regras, o esforco e a rapidez. Uma escada nao da pra fazer sem regra alguma, de qualquer jeito, senao uma hora a escada despenca. Uma escada nao da pra subir so na base do esforco, senao voce morre de subir escada. Uma escada nao e um lugar pra sair correndo, porque voce acaba tropecando e caindo, em uma escada sem estrutura.
Alem disso, a escada tem que ser uma escada que leve para um lugar mais alto, e nao uma escada pra baixo. Isso ajuda a entender que a escada que ajudou uma outra pessoa pode ser uma escada que me prejudique. Porque pra outra pessoa, ela estaria subindo. Mas, pra mim, eu estaria descendo. O caminho pro sucesso do outro pode ser o caminho do fracasso pra mim.
Eu nao vou dizer que e facil identificar na vida se estamos num buraco, numa escada subindo ou descendo. Muitas vezes na vida eu fiz coisas que eu achava que seriam uma escada subindo, e era uma escada descendo, ou um buraco que eu estava cavando.
Mas, mesmos nessas situacoes, quando eu percebia que alguma coisa estava estranha, eu sabia que seguir regras, me esforcar e/ou fazer com rapidez podia nao ser a saida, podia tornar as coisas piores ainda. Isso me dava a chance de reavaliar, e tentar reverter enquanto da tempo.
Nao vale a pena ficar desperdicando sua vida com atividades que te levem pra baixo, com relacionamentos que te levem pra baixo, com empregos que te levem pra baixo. Tem que lutar pra cair fora, nao pra insistir em algo que nao tem futuro. As vezes a escada pra baixo pode ate ser bonita, confortavel. Mas e melhor uma escada feia que leve pra cima do que uma escada bonita que leve pra baixo.
submitted by SamuraiBrz to desabafos [link] [comments]


2017.01.25 14:03 querosaltarlheemcima Quero algo mais sério com uma rapariga

Bom dia malta do reddit,
conheci uma rapariga há cerca de um ano atrás, na altura namorava, namoro de longa duração, e estava bem.
Num jantar com mais amigos e depois de bastantes copos a mais eu e essa rapariga fomos para o carro porque supostamente eu a ia levar a casa.
Como estavamos os dois muito alcoolizados ficamos a dormir no carro e nem eu nem ela se lembra se aconteceu alguma coisa entre os dois, mas quero acreditar que não e desde ai sempre fizemos de conta que não se tinha passado nada. Deixei de falar com ela durante algum tempo porque namorava e não queria criar mal entendidos.
Passado um ano muita coisa mudou e estou solteiro e essa rapariga é o que eu considero amiga.
Entretanto tive outra rapariga (rebound) e a minha amiga soube disso, falei abertamente sobre isso com ela como amigos que somos.
Problema é que agora estou realmente interessado nela, já estava antes mas achava-a um bocado inacessivel nesse sentido então facilitei e deixei que ela se torna-se minha amiga em vez de ter declarado logo o meu interesse, em parte porque achei que era demasiado cedo para ter algo sério com alguém (e não queria que as coisas com ela fossem algo rapido ou que ela o visse como eu a tentar esquecer outra pessoa).
Portanto agora encontro-me numa encruzilhada, cada vez mais sinto que ela é minha amiga, mas quero sair desse espectro e mostrar que quero mais que isso.
Como é logico agora tenho aquele receio de perder a amizade caso não seja reciproco portanto situação complicada.
Algum conselho? Sei que isto foi confuso pa caralho portanto posso especificar um bocado mais...
submitted by querosaltarlheemcima to portugal [link] [comments]


Pa Arriba Pa Abajo Lento - Nfasis (Video Oficial) - YouTube Dri Paz - YouTube Jay Wheeler - Por Tu Culpa (Official Video) - YouTube MEU PRIMEIRO NAMORO *deu ruim* - YouTube YouTube MC LUÍS - PA NAMORO NÃO TO AFIM (Prod. Luís FR & CD) - YouTube Vídeo para dedicar al AMOR de mi VIDA ♥♥ Romántico ...

Amor Doce, jogo de namoro e paquera para meninas!

  1. Pa Arriba Pa Abajo Lento - Nfasis (Video Oficial) - YouTube
  2. Dri Paz - YouTube
  3. Jay Wheeler - Por Tu Culpa (Official Video) - YouTube
  4. MEU PRIMEIRO NAMORO *deu ruim* - YouTube
  5. YouTube
  6. MC LUÍS - PA NAMORO NÃO TO AFIM (Prod. Luís FR & CD) - YouTube
  7. Vídeo para dedicar al AMOR de mi VIDA ♥♥ Romántico ...
  8. PERMISSÃO PARA NAMORAR
  9. Jennifer Lopez - Amor, Amor, Amor (Official Video) ft ...

#FUNK #MCLUÍS Shows/Parcerias/Via Direct Instagram: https://www.instagram.com/mcluisoficiall Facebook: https://www.facebook.com/luisfernando... Artista:MC LU... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Mensaje de amor con música romántica para dedicar a mi novia, novio, esposo, esposa, o esa persona especial. Síguenos en: Facebook: https://goo.gl/WV86wT Twi... Official music video by Jay Wheeler performing 'Por Tu Culpa.' (C) 2018 Dynamic Records Inc Subscribe! Como Pedir uma Menina em Namoro - Duration: 4:20. Manual do Homem 351,670 views. 4:20. 5 dicas para não pagar mico com os pais do namorado - Duration: 7:45. Carol Estrella 98,347 views. Watch the official music video for 'Amor, Amor, Amor' by Jennifer Lopez feat. Wisin Listen to Jennifer Lopez: https://JenniferLopez.lnk.to/listenYD Subscribe... Espero que tenham gostado do vídeo. :)! AMO MUITO VOCÊS💜 Compartilhe os vídeos com seus amigos, isso iria me ajudar muitão. Não esquece de ativar o sininho d... Disponible en spotify : https://open.spotify.com/album/4EDHXcSqvZ3pRQMlQOgP1d Seja bem vindo ao FBI ROSA! Aqui você encontra vídeos diários dos babados e polêmicas do mundo dos famosos e Youtubers. Seu canal de notícias diárias! CONTAT...