Trem namoro

Oii Luba, turma, editores, gatas e todo tipo de coisa que pode estar vendo ou lendo isso. Essa é a história de como um ex meu ficou obcecado por mim. (Essa história pareci de um nice people, mas não rola xingamento, então não sei como identificar kk)

2020.09.12 17:23 NaomyChan Oii Luba, turma, editores, gatas e todo tipo de coisa que pode estar vendo ou lendo isso. Essa é a história de como um ex meu ficou obcecado por mim. (Essa história pareci de um nice people, mas não rola xingamento, então não sei como identificar kk)

(Vamos um pouco pro passado, inicio do ano em fevereiro) Antes de a gente começar a namorar com ele, eu conheci uma menina ( vamos chamar ela de Rainara) e queria muito fica com ela, porém ela tava namorando, mas tinha dito que se a gente se encontrasse de novo nos poderíamos ficar se eu quiser se, logico que eu aceitei, como na época esse cara o Cars era meu melhor amigo, eu contei pra ele. (Se passou, agora em Julho) Eu era muito próxima do Cars, e ele começou a gostar de mim e me pediu em namoro, eu aceitei porque achei que gostava ele, umas semanas depois, eu tava percebendo que eu tava gostando da Rainara de um jeito diferente, ai eu me toquei que eu gostava do Cars como amigo e senti a algo mais pela Rainara. Terminei o namoro com ele. (Agora vamos pra, quinta feira agora, dia 10 de setembro) Eu pedi a Rainara em namoro e ela aceitou, no dia seguinte eu coloquei que tava namorando nos status e o Cars veio encher meu saco. (Hoje dia 12 de setembro rolo o seguinte dialogo, copiei a conversa do WhastApp mesmo porque é mais fácil como ele digita palavra por palavra eu tive que da meu jeito pra n fica tão longo) [02:55, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vc Foi Desleal A mim Se era Afim Dela Não tinha Aceitado Namorar Cmg Como dizia Me amar Amando Outra Isso Tudo So por não estou ai Olha so Fassamos assim estou disposto a esquecer tudo isso apenas volte pra mim e vamos retomar um futuro que ainda temos pela frente
[08:55, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vc sabe q tem como gostar de 2 pessoas ao mesmo tempo neh? No caso n é só pq você não ta aqui. Entenda EU TO NAMORANDO
[10:33, 12/09/2020] Ser Insuportável: Otimo Entt Pq Não nos 3?
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Pq eu n gosto mais de vc? Entenda
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Eu n gosto mais de vc
[10:39, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentira Isso E mentira E vc sabe So ta dizendo isso Pra que eu pare de insistir Mas não vou Pq eu te amo Quem ama cuida protege da carinho e nunca abandona Não faz isso cmg vey porfv volta pra mim🥺❤️ Quando nunca mais Achei Que fosse Feliz
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Cara
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Deus te colocou
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vai te fude
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Na Minha
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vida
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU NÃO TE QUERO MAIS, EU NÃO GOSTO DE VOCÊ, EU NÃO TE AMO MAIS
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU TO FELIZ NAMORANDO UMA GAROTA INCRÍVEL
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende isso
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentiraaaaaaaaaa Pohaaaaaaa Para de mentir Pra mim Vc me ama Se Não amasse não teria me dado uma oportunidade
[11:10, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: desculpa
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: E vc que não entende isso
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: mas acho q ta confundindo as coisas
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não to
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: como eu tinha falando antes, EU CONFUNDI AMIZADE COM AMOR, EU NÃO QUERO VOCÊ MAIS, EU TO NAMORANDO COM UMA GAROTA, entende as coisas! Não se confunda, se tu acha q é mentira o trem deu ta namorando eu te mando print deu pedindo ela em namoro
[11:13, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: entende cara: eu n quero vc
[11:14, 12/09/2020] Ser Insuportável: Olha eu posso ate se apaixonar por outra pessoa o que eu acho dificl e o coração obedecer Ele so pertence a vc Não vou deixar Vc Ir Eu amo vc e so quero vc Pra mim Não me peça para entender O impossível Mas eu peço para você compreender que eu te amo e eu não quero te perder
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara só supera
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: e para de encher a porra do meu saco
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: tu ta a quase 1 mês no meu pé
[11:17, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: já n aquento mais vc
[11:17, 12/09/2020] Ser Insuportável: Fala o que vc quizer Mas eu não vou Desistir Ja disse Não vou
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: só para de manda msg
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: agradeço
[11:20, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não Vou Para Vou mandar Ate Vc Perceber Que o unico Amor Da Sua Vida Sou eu
[11:22, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: O porra, para de ser obcecado por mim! Eu n gosto de vc!!
[11:23, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não dá sempre que eu penso em você meu coração dispara sempre que eu tô dormindo tô querendo contigo sempre quando eu não tô fazendo nada tô sempre pensando em você não dá para esquecer um grande amor
[11:23, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara vc ta parecendo um psicopata obcecado, isso ta mt estranho e tbm fica mais estranho ainda pq vc é maior de idade, velho só para, só me deixa em paz Ai eu dei um block Minha namorada mandou mensagem pra ele falando que era pra ele parar de me incomodar, se ele quiser se amizade tava tranquilo que ela não se importava, mas que ele confundiu as coisas, etc (a mesma ladainha que eu já tinha falado) ele foi e xingo ela de todos os nomes possíveis e falou que a culpa de eu e o Cars terminamos era dela, sendo que a culpa foi minha de confundir as coisa E esse é o fim, espero que ele não me procure mais. Tenha um bom dia Sr. Leitor ^^
submitted by NaomyChan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.15 08:04 therealilith Nice girl quase vai presa - com prints

Oii Lubisco, editores, gatas, possível convidado e turma que esta a ver.
Essa história ocorreu em 2016, na época eu estava namorando uma garota (sou lésbica) e estavamos quase completando 8 meses de namoro. Ela era o estereótipo de “nice person” e abusiva, os problemas iam desde coisas mais “”leves”” como ela me ignorar e me abandonar quando eu estava tendo crises de ansiedade/depressão na casa dela e tentar controlar a roupa que eu estava vestindo até me enforcar em um argumento.
Bem lixo né? Mas na época eu caia na baboseira de acreditar nela quando ela dizia que ela era o amor da minha vida e eu nunca encontraria alguém melhor.
Vamos para o que levou ao título dessa história: Um certo dia eu fui para a escola de vestido e uma coroa de flores, minha auto estima estava nas nuvens e todo mundo estava me elogiando. Quando as aulas acabaram ela foi me buscar na porta da escola e fomos almoçar em um restaurante ali perto, no meio da refeição ela me olha e diz “Já pode tirar isso, ta ridiculo.” e continuou comendo.
Eu fiquei em choque, terminei minha refeição e fui para casa. Pensei por um tempo até decidir que eu deveria terminar, eu não achava certo ela me tratar daquele jeito e não continuaria aceitando tudo assim.
Escrevi um texto super didático citando todos os motivos para o termino e enviei, estranhamente ela estava super calma. Ela aceitou o término e combinamos de ela me devolver meus pertences no dia seguinte.
Agora que a merda atinge o ventilador.
Fui tomar um banho super feliz e relaxada com tudo que aconteceu, mas quando sai percebi que haviam 10 ligações perdidas e 50 mensagens (algumas de texto e algumas de voz) da Carls (minha ex).
Ela estava surtando dizendo que eu era o amor da vida dela, que eu não deveria terminar, que ela era uma boa pessoa e apenas ela poderia me fazer feliz. Ela começou a perguntar o porque eu estar fazendo aquilo com ela e eu simplesmente copiei e colei o texto que eu havia mandado sobre os motivos do término e bloqueei ela no zipzop.
Enquanto eu apagava tudo relacionado a ela do meu CaraLivro ela me mandou uma mensagem no Instagram dizendo que ela ia se matar e a culpa era toda minha. Que eu era uma puta sem valor e que ela ia me assombrar pelo resto da minha vida.
Ela me explicou que tinha tomado todo o remédio de bronquite dela (um super forte que quando ela tomava um pouco ja ficava tremendo e com taquicardia) e que eu não poderia fazer nada além de me arrepender por ter terminado com alguém tão bom quanto ela.
Na hora eu travei, mas não demorou muito para meu cérebro começar a raciocinar: Ate eu me arrumar, sair de casa e ir até a estação de trem mais próxima demoraria pelo menos 30 minutos (10 para eu me arrumar + 20 até a estação), depois que eu pegasse o trem (+15 minutos) eu teria que andar até a casa dela (+30 minutos). Nisso eu ja teria perdido uma hora e quinze minutos e ela teria morrido.
Como eu estava sem dinheiro para o taxi e minha única opção demoraria mais de uma hora só me restava uma saída: Ligar para a polícia.
Liguei para a policia e expliquei que uma “amiga” minha estava tentando suicidio, passei o endereço dela, quantas pessoas estavam na casa dela no momento e outras informações necessárias. A moça do outro lado da linha agradeceu e me disse que duas viaturas estavam a caminho da casa dela e que chegariam em menos de 15 minutos.
Enquanto isso ela continuava bombardeando meu Instagram com mensagens sobre como eu me arrependeria daquilo e blábláblá.
Quando a ligação acabou ocorreu a seguinte conversa: Eu: Você está em casa né? Ela: Sim, porque? Você vai vir?? Eu sabia que você ia se arrepender!! Eu te amo!! Eu: Não não, eu não estou indo ai. Ela: Então porque perguntou?? Eu: Como você disse que ia se matar e eu não conseguiria chegar a tempo para te ajudar eu liguei para a policia e eles enviaram duas viaturas para sua casa, logo logo elas devem chegar Ela: QUE??????? PORQUE VOCÊ TEVE QUE LIGAR PRA POLICA??? VOCE TA LOCA SUA PUTA???? EU NÃO IA ME MATAR DE VERDADE Eu: Explica isso para eles :)
No final das contas, duas viaturas chegaram na casa dela, o pai deixou os policiais entrarem e ela brigou com eles, fez um barraco tão grande que quase foi presa e ainda levou um sermão (dos policiais e do pai) por fazer os caras perderem tempo indo até la.
Eu consegui meus pertences de volta, ela tentou conversar comigo algumas vezes depois disso ou me xingando ou pedindo para voltar e eu ainda fiquei com a melhor amiga dela.
Os prints:
https://imgur.com/gallery/fq2z8ZH
É isso Lubisco, moral da história: Se alguém, principalmente uma nice person, falar que vai se matar você liga pra policia
Beijo <3
submitted by therealilith to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.08 08:17 Peixefaca Serei o babaca por cortar relações com o meu pai?

Irei começar desde o início, ou seja, desde a infância do meu pai para contar as coisas por ordem cronológica e também contar os dois lados.
O meu pai foi o último de 6 irmãos, isto nos anos 70 que em Portugal foi durante a ditadura. A vida nunca foi muito fácil para a família. No aniversário do meu avô, ele tinha ido ao centro da cidade para comprar bilhetes da seleção de futebol da localidade... o meu avô foi de bicicleta e um bêbado a conduzir, atropelou-o e o meu avô faleceu. O meu pai tinha somente 3 anos, uma mulher com 6 filhos para cuidar sozinha nos anos 70. O meu pai nunca teve um pai propriamente dito porém o meu tio mais velho foi a figura paternal do meu pai e da família, era ele que trabalhava para sustentar a casa, era ele que batia nos meus outros tios quando eram apanhados a fumar e etc. Quando o meu pai tinha 14 anos, o meu tio (com 23, creio) suicidou-se de uma linha de comboio/trem. O meu pai nunca teve uma figura paternal desde então. Depois disso, vários dos meus tios, sem supervisão parental, começaram a consumir drogas e isso inclui o meu pai que aos 14 também, largou os estudos para ir trabalhar. Passaram-se alguns anos e ele mudou o rumo. Largou as drogas, andou numa clínica de reabilitação e arranjou um emprego, nuns anos avante, ele conheceu a minha mãe e aqui estou eu.
Agora que apresentei a história dele, passemos à minha. O meu pai sempre foi bastante ausente, quando eu era criança ele chegava sempre cansado e mal estávamos tempo juntos, ele gritava quando eu cobrava a atenção dele e nunca tivemos uma ligação forte, dado que ele não prestava o mínimo de atenção à família porque achava que sustentar financeiramente era o suficiente. Com os meus 6 anos, o meu irmão nasceu e o meu pai ausentou da mesma maneira. Passou-se um ano e os meus pais separaram-se, a minha mãe foi muito forte porque o meu pai virou grande parte do círculo social dela contra ela, e ainda tinha que sustentar dois filhos! Passaram-se 3 anos e eles resolveram os desentendimentos e juntaram-se. Vale realçar que esses 3 anos eu senti-me livre de medo, o meu pai sempre gritava e intimidava. A minha irmã nasceu e o meu pai não aprendeu nada... Agora, irei realçar pontos importantes para prosseguir a história: o meu pai sempre me deu uma educação machista: mulheres não podem usar roupa curta, gays são doentes e Deus é tudo, obrigava-me a ir na igreja e diminuia-me à frente da família e amigos. O meu pai normaliza bastante assédio, pratica-o e deixei de sair com ele porque não queria ser visto como igual. Por grande parte da minha vida eu fui homofobico e machista, eu fazia "piadas" com meninas que as deixavam mal, até hoje culpo o meu pai, pois eu era uma criança na altura. Por causa dessa inferiorização, virei uma criança tímida e cheia de medo dd ser julgado, atualmente ainda me causa alguns transtornos mentais. Aos meus 14 anos, fui diagnosticado com cancro (linfoma) no último estágio com metástases nos ossos e a se iniciarem nos pulmões. Foram meses muito duros, tive que ficar fechado em casa por 6 meses (é pessoal, essa quarentena é meio leve pra mim) porque eu tinha a imunidade super baixa; na altura eu não tinha nada com que me entreter e queria jogar com amigos meus, achei boa ideia conversar com os meus pais em comprar um pc gamer, a minha mãe hesitou mas o meu pai começou a gritar e chamar-me de ingrato, levantou-me mão e empurrou-me pra trás. Não basta dizer que passei o resto da quimioterapia isolado, né? Depois disso este tipo de discussões foi mais habitual porque desde aí que comecei a me revoltar. Depois dos tratamentos terminarem (sim pessoal, até hoje estou bem :3) decidi dar um novo rumo à minha vida, nos estudos e etc. Mas ele provocava-me sempre e ele tentava me bater. Houve uma vez que a minha mãe se colocou na frente para não me bater e ele complementa empurrou-a. Desde aí decidi não usar mais o nome do meu pai na identificação, só o da minha mãe. Há um tempo considerável que conheci uma menina incrível, começámos a namorar e escondi por bastante tempo por causa da minha família porque eu tinha a certeza que o meu pai iria usar o namoro para me atacar. O inevitável aconteceu, ele soube e veio dar uma de "pai" a dar conselhos de namoro como: "nunca a deixes ter poder", "tu és o dono da relação ", "não deves te importar como ela se sente, pois ela vai te usar". Mais tarde, numa discussão que já nos é habitual, ele disse "vou destruir o teu namoro", "nem sei como ela namora contigo". É por este tipo de coisas que ocultei o namoro. No meu aniversário, a minha namorada deu-me um livro personalizado com todas as nossas memórias, foi bastante caro (amor, se estiveres a ver isto, peço desculpa por ter visto o preço <3). O meu irmão estava a bater na minha irmã enquanto ela chorava baba e ranho, o meu pai ficou no sofá a ouvir aquilo sem fazer nada (a minha mãe tinha saído). Fui lá e comecei a discutir com o meu irmão, ele foi buscar o livro que o meu amor me deu e rasgou-o. Aquilo destroçou-me. O meu pai chegou e começou a rir, colocou as culpas em mim e falei na cara que era um pai de merda, que mais valia eu não ter nascido dele e que por mim ele iria embora. O prólogo não interessa, foi o habitual. Planeio cortar relações com ele quando eu fizer os 18.
Na minha opinião não o consigo culpar, pois ele não teve educação mas não sou obrigado a ter a vida destruída por causa dele. Serei um babaca por cortar relações com ele?
submitted by Peixefaca to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.26 03:29 CaosCand O ÔNIBUS

TurmaFeira

O ÔNIBUS Olá pessoas de nomes diversos q seguem o Luba, pessoas de papéis, pessoas felinas e pessoas escravas que trabalham no vídeo.
Essa história é a favorita dos meus amigos e sempre que lembram eles me zoam por isso. Minhas melhores e piores histórias são com meu ex, então pra não ficar falando ex vou chamar de falecido. Bom, no começo do namoro era aquela coisa doida né, a gente queria ficar junto, dar aqueles amassos e tals. E as vezes não tinha onde. Logo nos primeiros dias que nos conhecemos tinha a casa do pai dele, que estava fechada pois o cara tinha morrido. E deu a louca de irmos lá. Nós mais um amigo, carls. Casa toda abandonada, caindo aos pedaços, vegetação alta. Pulamos a cerca e queriamos de todas as formas entrar na casa. Mas óbvio ela estava bem fechada. Carls que era magro igual vara-pau subiu numa árvore e entrou por um buraco no teto e se jogou lá dentro pra abrir por dentro. Conseguimos entrar. Estava tudo vazio mas muito sujo. Ficamos lá nos três sentados puxando conversa até carls deixar eu e falecido sozinhos. Começamos a nos amassar… só que na sala havia um lençol apenas. Onde só deus sabe pelo que passou. E em um canto um ESQUELETO de rato. Sim. E fizemos fuc fuc ali naquele lençol. Dias depois na casa da avó do falecido, no quarto dele, estávamos fazendo fuc fuc novamente. E eu senti uma coceira na Abigail. Mas o ato já coçava então deixei. Mas depois de uns minutos estava estranho. Paramos. Pedi pra ele olhar. Como o escroto que ele era ele começou a rir desesperadamente. E eu a chorar pq não sabia o que tinha acontecido. Abigail estava do tamanho de uma bola de baseball. A sensação era que eu tinha levado uma picada de abelha pq não sentia direito. Hoje eu morro de rir contando pq lembro da sensação. Chamamos a avó dele. Liguei pra minha tia (pq era vergonha demais contar pra minha mãe) era um domingo tudo fechado. Eu levantei E NAO CONSEGUIA ANDAR PQ NAO DAVA PRA FECHAR A PERNA DE TAO GRANDE O NEGÓCIO ALI. Tentei fazer uma ducha mas a água dava uma sensação muito estranha pq a sensibilidade aumentou 100% depois de um tempo. Meu Cleiton tava pra fora do capô e do tamanho de uma bola de gude daquela q pega nas máquina de moeda kkkkkkkkk Combinamos de ir no hospital próximo na segunda. Achei q ia acordar melhorzinha q nada. Não coloquei calcinha nem nada pq não consegui, coloquei um moletom largo do falecido apenas e andar era horrível pq eu andava como se tivesse cagada pq n conseguia fechar a perna. E ele morava longe. Pegamos um ônibus MALDITO que passava pela linha do trem. A Abigail enorme. Eu sentada na pontinha do banco, ônibus meio vazio graças ao Bom Deus. E ele começa a pular e chacoalhar. Eu me agarrei onde pude só q Abigail tava tão grande que o impacto foi todo nela tadinha. E eu tentava não gemer, só que eu nem sabia se tava com dor ou se tava bom. E na hora que passou pelos trilhos. Meu senhor amado. Acho que aconteceu. Eu não sei, mas acho q aconteceu. Pq eu não conseguia parar quieta nem ficar quieta e falecido estava bravo pq eu estava fazendo sons estranhos. Só sei que cheguei naquele hospital mais acabada que não sei oq. No fim era um tipo de candidíase e foi só colocar uma garrafa de água gelada no meio das pernas por cima da calça que voltou ao normal em minutos. Mas Abigail nunca mais foi a mesma. Ela sentiu coisas. Beijo Lu se cuida, se cuidem meninas não façam isso <30
submitted by CaosCand to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.22 23:48 ContaNovaPqToTriste Meu namorado está jogando The Last Of 2 sem mim e isso me deixa muito triste

Eu estou na minha semana de provas da faculdade, essa semana e a próxima na verdade. Por causa disso eu não estou podendo jogar videogames/ver séries no mesmo volume de sempre.
Meu namorado comprou The Last of Us 2 logo na estreia, a gente está jogando desde sábado.Hoje, porém, eu não pude jogar. Aliás, provavelmente não vou conseguir jogar a semana toda, por causa das provas/trabalhos.
Meu namorado decidiu continuar o jogo sem mim e caralho pqp eu to muito triste com isso. Não to puta ou com raiva, estou TRISTE real. Estou usando todas as minhas forças pra não chorar enquanto escrevo isso. To me sentindo um lixo e, em 6 anos de namoro, essa é a primeira vez que eu questiono se quero estar nesse relacionamento ou não. Eu sei, parece ridículo e bobo, e provavelmente é mesmo, mas pqp que facada no coração. Eu achei o cúmulo da falta de noção e respeito, além de extremamente egoísta. Tenham em mente que ele nem sequer gosta da série, jogou o 1 comigo meio que "obrigado" (o preisteicho é dele). Ele sabe o quanto eu gosto desse jogo, o quanto eu estava ansiosas pro TLoU2, esse foi o único Trem Da Hype™ que eu embarquei nessa minha vida sofrida de gamer pobre.
E o pior de tudo é que eu vou acabar engolindo toda essa história e chorando sozinha no banho pq o videogame é dele, o jogo foi ele quem comprou, ele trabalhou o dia todo (home office) e merece o lazer dele no final do dia. Quem sou eu pra proibir o que e quando ele joga, não é mesmo?
Ah, e em tempo: ele perguntou sim se podia jogar sem mim. Eu estava numa call com o pessoal do projeto da faculdade (entrega sexta que vem), ele botou a mão no meu ombro e perguntou "eu posso continuar jogando, né?". Quando eu olhei pro espelho e vi a TV (estudo na mesa da sala pq é maior) o jogo já estava pausado em um ponto diferente de onde a gente tinha parado. Eu só engoli seco e disse tá bom, não tinha tempo pra discutir ou formular uma resposta melhor.

É isso, obrigada, me recomendem filmes tristes para eu ter uma desculpa válida pra chorar hoje
submitted by ContaNovaPqToTriste to desabafos [link] [comments]


2020.04.10 08:45 thesoura1 Eu machucava ela intencionalmente e gostava disso.

Sabe quando dizem que todo mundo tem um lado bom e outro ruim? Eu sou a prova que isso existe. O relato que eu vou contar aconteceu há dois meses. Não ligo que julguem, pois sei que foi algo cruel.
Conheci uma menina pelo Tinder em Dezembro e nos chegamos a ter um total de três encontros. O primeiro deles foi o melhor, rolou de tudo, tipo uma comédia romântica.
Mas, entre o intervalo do primeiro encontro e do terceiro ela começou a fazer um joguinho que me deixava muito irritado, mesmo ela demonstrando interesse na minha pessoa.
Nos encontros seguintes eu tentei ao máximo me identificar emocionalmente com ela. Foi então que no nosso último encontro ela indiretamente me pediu em namoro, mas eu falei que teríamos que ficar antes. Nesse mesmo encontro eu nem me despedi dela, só "empurrei" ela pro trem, sem nem sequer beijar ou abraçar.
Durante os dias seguintes eu comecei a ficava online e demorava pra responder ela, pois sabia que isso ia afetar ela psicologicamente. Ela tinha problemas sérios de ansiedade, tomava até remédios, e eu tinha ciência que aquele meu joguinho iria deixar ela paranoica e insegura.
Antes de eu viajar ela tinha perguntado se eu gostava dela, mas respondi com uma meia resposta, pois queria que ela sofresse com a incerteza de estar sendo amada ou apenas iludida. Durante a minha viagem fiquei 8 dias seguidos sem mandar uma única mensagem. Mesmo após esses dias ela ainda me perguntava se eu gostava dela, mas nunca respondi diretamente, sempre com meias respostas.
Nas últimas mensagens ela novamente me perguntou se eu gostava dela, mas agora, diferentemente de antes, queria saber quais eram minhas intenções. Eu falei que queria só sexo, pois sei que nenhuma mulher ficaria feliz em ser vista apenas como um objeto. Chamei ela de louca e logo após debochei diversas vezes. Por último falei que se ela mudasse de ideia a gente poderia ver um Meteflix.
Dois meses após isso eu comecei a pensar nela 24 horas por dia. Toda mulher no Tinder me lembrava ela. Comecei a sentir falta dos abraços dela e dos beijos que só ela sabia dar.
Após perceber o modo que tratei ela eu tentei contatar ela. O jeito que ela falava mudou completamente, como se isso tivesse impactado tanto ao ponto de afetar até o modo que ela escrevia. Obviamente ela não quis conversar, apenas me desejou paz.
Só que ela ainda está na minha cabeça, como um fantasminha. Sinto-me culpado. Sei que o que eu fiz não foi certo. Eu iludi ela, debochei, chamei ela de louca, torturei psicologicamente e por final falei que só via ela como um mero objeto, tudo de forma intencional.
submitted by thesoura1 to desabafos [link] [comments]


2020.03.28 20:18 lys_by Será que ela queria algo comigo ou era joguinho?

Bem, esse caso ocorreu há alguns meses já, mas até hoje me gera dúvidas, tantas que até me tira o sono.
Conheci uma menina e nós começamos a sair. Saímos uma, duas, três vezes no mesmo mês.
No último encontro a gente foi em um parque. Foi bem legal e tal. Quando estávamos próximos de ir embora ela falou:
-- Então fulano, preciso falar com você.
Eu falei que não sabia. Logo ela me fala:
-- Ah, tenta adivinhar vai.
Foi então que ela desistiu e falou que iria me contar quando chegamos perto da casa dela. A gente pegou o trem e tal. Dentro do trem ela falou:
-- Então, preciso te falar algo! Quero pedir você em namoro. Brincadeira hahaha. Tô brincando viu!
Daí eu falei:
-- A, mas aí terminamos que ficar algum tempo, pra depois namoramos.
Depois disso a gente sentou e ela ficou com cara de bunda olhando pra janela, sem falar comigo. Chegando próximo da casa dela (já fora da estação) ela pergunta de novo "quais eram minhas intenções" e eu respondo:
-- A, eu não quero nada sério, sabe?
Após eu falar isso ela fala:
-- Eu não quero nada sério, sabe fulano.
Foi então que o trem dela chegou e eu fui embora. Mais tarde a gente deu uma conversada no whatsapp, e essa foi a última conversa:
NOTA: Pode parecer óbvio pra alguns, mas pra mim não, pois em vários momentos ela se contradizia dizendo que não queria nada sério. Será q ela realmente queria algo sério?
submitted by lys_by to desabafos [link] [comments]


2020.02.27 17:44 AnonimoNaInternet tive que iludi uma menina pra perceber q sou gay

Tava eu de boa no começo das aulas, como toda vez que volto a ter aulas conheço pessoas novas... Conheci uma menina e tipo ela era muito top ent comecei a conversar com ela, a gente foi se conhecendo ficando junto e no decimo dia de aula ela falou q gostava de mim, eu achava q tbm gostava dela ent falei q eu tbm gostava dela, e a pedi em namoro... foi o pior erro da minha vida, nós namoramos por apenas trem semanas e ai percebi que n gostava de garotas e sim garotos... quando falei isso pra ela tomei um tapa e me toquei no quanto babaca eu fui depois que cheguei da aula sentei na minha cadeira comendo oreo e agora estou aqui :/
submitted by AnonimoNaInternet to desabafos [link] [comments]


2019.07.24 21:12 GattoAzulado Sou feio, gamer e namoro uma mulher perfeita. Alguém me belisca por favor?

Eu conheci minha namorada em um jogo online. Há 3 anos atras. No começo eu nem tinha certeza se ela era realmente uma garota, ou não, só achava que era uma pessoa legal que eu gostava de jogar junto, conversar. Com o passar do tempo eu gostava muito de jogar com ela, e eu vi nela uma pessoa muito empática, inteligente, alegre e etc. Ela é aquele tipo de pessoa que tem uma luz sabe. Enfim. Me lembro da primeira vez que ela sugeriu jogarmos e fazer ligação ao mesmo tempo. Gente, eu tive que fingir q meu microfone não funcionava. Porque ouvir a voz dela pela primeira vez, eu definitivamente não estava esperando. Eu tive um treco quase. Acho que me apaixonei de verdade naquele momento. A voz dela era tao linda, tao linda.. O negocio ficou pior quando eu vi a foto dela. Ela era linda, e eu sou um cara muito feio. Eu jamais imaginava ter chances com ela. (serio gente, as meninas da minha sala um dia fizeram uma votação e eu ganhei como o menino mais feio da sala) Mas o grande problema é q sentimentos por ela só foram crescendo, crescendo e isso me assustou muito. Eu tinha medo de confiar (já fui traído meus amigos, e não foi nada fácil), já estava quase achando q todas as mulheres são iguais e me achando tolo por acreditar no amor. Mas a gente conversava todo dia, jogava junto todo dia. E ela parecia muito feliz em jogar comigo, e sempre me chamava quando eu me sentia inseguro em chamar. Mas o sentimento falou mais forte meus amigos e eu me declarei pra ela. Ela ficou totalmente sem saber oq me responder, e eu não pressionei. Com o tempo ela foi demonstrando alguma coisa.. mas percebia q ela tb estava um pouco insegura. Ate o dia que ela aceitou me encontrar pessoalmente (por sorte moramos ate que perto, da pra se ver de trem) Gente, eu no inicio me senti como um escravo na presença de uma rainha. Minha auto estima era um lixo, e ela era linda de tirar o folego. Gente, eu nao sei oq aconteceu mas ela começou a gostar de mim, depois de um tempo nos beijamos e eu pedi ela em namoro e ela aceitou. Gente.. faz 2 anos que a gente namora. E nos nunca brigamos. Ela e tao legal, confia em mim, me passa confiança, adora jogar comigo, ela é literalmente minha melhor amiga. Conto tudo pra ela, e é tudo reciproco. Somos muito íntimos em todos os aspectos. Mas as vezes eu me sinto em um sonho. Com medo de acordar e pensar q eu fui idiota em acreditar nisso tudo. Eu ate falei com ela sobre casamento e ela ficou feliz, diz que me ama e pensa em levar a coisa a serio também. Gente, mulher perfeita existe e eu não sei se consigo acreditar nisso.
ps. eu não sou rico (bem longe disso), nem faculdade eu tenho ps2 : eu sou o primeiro namorado dela (ela tem 24 anos, e eu 21)
vlw gente por ler meu desabafo. Me perdoa por ser desconexo, não sou mto bom em explicar coisas
e ai. o que vocês acham?
submitted by GattoAzulado to desabafos [link] [comments]


2019.02.27 15:29 CuteCockroach Me apaixonei por uma pessoa que eu saí só uma vez

Olá, obrigado por se interessar em minha história! É um pouco longa, então deixarei um resumo no final para aqueles que não queiram ler tudo.

Vamos lá!

Eu nunca fui uma pessoa que tinha facilidade para conhecer gente. Como um nerd de 5ª categoria, eu sempre fui bastante tímido e nunca escondi isso, até porque é difícil esconder timidez: você tenta parecer autoconfiante mas acaba extrapolando e passando a imagem de uma pessoa que você não é e chega a assustar a pessoa com quem está conversando.
Há alguns anos, com a chegada de aplicativos de "paquera", eu consegui conhecer algumas meninas. Mas nunca deu em nada. Tive alguns projetos de namoro mas que eventualmente se desfizeram, por N motivos.
A vasta maioria das meninas que conheço nesses aplicativos são pessoas que parecem que "demandam" a responsabilidade diretamente minha de ser o agente "puxador de assunto". Ficam quietas e respondem objetivamente, sem perguntar o mesmo para mim (por exemplo "qual filme você mais gosta?", e essas perguntas bem clichês no começo de um papo; e/ou então não dão espaço para surgir um assunto em cima do que eu falei. E a conversa fica rasa, chata e não vai pra frente. Até que semana passada eu acabei conhecendo uma menina que foi diferente de todas: ela puxava assunto, perguntava como foi meu dia (isso conta muito para mim), perguntava sobre mim e demonstrava interesse no que eu dizia. Como disse Jim Carrey no filme Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças: "Por que eu me apaixono por toda mulher que eu vejo que me dá o mínimo de atenção?". Seu nome irei omitir, mas chamaremos ela de Fulana.
E assim fui conversando algumas noites com Fulana. Conversamos por cerca de 3 a 4 dias, até chegar na sexta-feira e ela me lançar o desafio de assistir três episódios de uma série no Netflix que, caso eu não gostasse, ela me pagaria um cinema para devolver as horas que eu perdi assistindo os primeiros episódios da série. Se eu gostasse, eu pagaria. Bom, eu assisti, e eu gostei. Não muito, mas eu gostei. E para faze-la feliz, eu disse que achei bem legal e que ela ganhou a aposta/desafio. Num papo descontraído umas horas antes, ela perguntou o que eu procurava no app e eu disse que procurava algo sério, uma parceira e etc., e ela disse que não estava a procura disso: que ela havia terminado um namoro havia pouco tempo e que queria apenas conhecer gente. Se rolasse algo, rolou. Não era do controle dela.
Pois bem. Marcamos o cinema para o sábado passado e, na minha cabeça (e pelo que ela deixou entendido) seria apenas um cinema e depois tchau e bença, cada um para seu canto.
Fomos para o shopping e quando a vi, a primeira impressão foi muito boa: ela era muito mais bonita do que nas fotos, e o sorriso dela era maravilhoso. Nos cumprimentamos e fomos em direção ao cinema. Conversamos um pouco e eu brinquei bastante com ela (porque, como eu disse, ela é o tipo de pessoa que dá espaço para que eu seja mais solto), até entrarmos na sessão. Durante o filme, algumas brincadeiras e risadas antes do filme começar e, quando começou, eu fiquei sério, pois eu gosto de prestar atenção ao filme. Ela, por sua vez, não estava muito entretida com o filme, era nítido (ela chegou até a falar quase no meio do filme: "agora sim esse filme começou a ficar legal"). E, chegou uma hora que ela deitou em meu ombro. Alguns minutos depois, ela segurou minha mão... Ela estava sendo a ativa. Eu arrisquei e a beijei: ela correspondeu. Dali para frente o filme foi praticamente esquecido.
Quando o filme acabou, já era 23h. Perguntei a ela: "Quer fazer mais alguma coisa, ir a algum outro lugar?", e ofereci ir a um Rock Bar que estaria com o cover da minha banda favorita tocando. Ela, para a minha surpresa, aceitou sem pestanejar. Entramos no carro dela e fomos até o bar. Chegando lá, ficamos conversando bastante, além de curtir a música e trocar vários beijos. Em uma de nossas conversas, ela falou bastante de como foi o seu relacionamento passado... Que namorou por quatro anos e foi o primeiro homem com quem ela teve qualquer coisa. Ele foi a primeira experiência dela com tudo. Ela não falou especificamente dele, mas sim do relacionamento. Eu não vi quaisquer problemas com isso, pois todos tivemos experiências na vida e cabia a mim apenas respeitar o passado dela. Eu sabia que ela não queria nada sério, até porque também era a primeira vez que saíamos (e ficamos) e tinha bastante chão ainda.
Em determinado momento de nossa "pegação" durante o show no bar, ela me disse que ainda bem que estávamos em local público, pois ela estava "muito excitada" e não iria se controlar.
Ao acabar o show, já era 5h da manhã, e fomos para o carro dela para irmos embora. Ela morava cerca de 1h30 de onde eu moro e, para não faze-la ter que me deixar em casa e depois andar de madrugada sozinha até em casa, sugeri que fossemos até a rodoviária da cidade dela de lá eu pegava o ônibus para a minha. Ela aceitou, e fomos. Porém, chegando lá na rodoviária, ao nos despedirmos, começamos a nos beijar novamente e as coisas esquentaram. Esquentaram bastante. Não acabamos transando, mas chegamos perto. Depois de finalmente o sol raiar, e ficar impossível de prosseguir com qualquer coisa no carro, eu sugiro a ela irmos a um Motel perto de minha cidade e que era meio caminho para a dela. Assim, a gente ficava mais um tempo juntos e não seria uma localização ruim para os dois.
Chegando no Motel, aconteceu o óbvio: transamos. Mas foi um sexo diferente de qualquer outro que eu já fiz na minha vida. Parecia que eu a conhecia há muito tempo, e tivemos uma conexão muito forte... Reflexo talvez de toda a noite agradável e descontraída que tivemos. Tive um desempenho como nunca antes tive: durando bastante e "pronto para a próxima" num tempo bem curto. Até que, em determinado momento enquanto descansávamos abraçados, ela soltou: "te amo". Eu, por dentro, queria dizer "eu também". Mas eu não sabia o que dizer e, para me certificar, eu perguntei: "sério?". Ela entrou em desespero e pediu mil desculpas. Falou que era porque estava "acostumada" a apenas transar com o seu ex e que falou sem pensar. Eu entendi e fingimos que nada aconteceu. Mas, o dano estava feito havia várias horas: eu estava apaixonado.
Dado o tempo do motel, fomos embora e ela me deixou na estação de trem para que eu fosse para minha casa e ela seguisse rumo à dela. Ela então me chamou no WhatsApp (porque antes só nos falávamos pelo app) e então ficamos mais próximos e conversando mais facilmente. Ela não poupou elogios a mim, disse que foi incrível e que não esperava que o encontro fosse tomar as proporções que tomou (nem eu esperava), que iria acabar no cinema. Eu fiquei muito feliz com ela, e procuro pensar que ela também estava muito feliz comigo. No mesmo dia, perguntou se tudo bem ela dizer que estava com saudades, e eu disse que sim, pois eu também estava. Ela se mostrou aliviada. O nosso desejo um com o outro era nítido: nós dois nos demos muito bem, e ela não poupava elogios a mim e ao quanto eu poderia ser uma pessoa melhor (pois ela notou que eu tinha problemas de baixa auto-estima e confiança). E, é claro, isso só corroborava com o fato de eu estar apaixonado por ela: uma pessoa que eu conheci haviam poucos dias, e saí apenas uma vez.
Eis que, ontem, terça-feira, ela ficou estranha de uma hora para a outra. Eu achava que era apenas o trabalho dela que estava pesado, e relevei (até porque eu não poderia cobrar atenção dela). Mas, ao chegar em casa, ela estava muito seca. Quando perguntei se ela estava melhor do mal estar que ela disse que estava sentindo no começo do dia, ela disse "mais ou menos, mas não se preocupe, não estou merecendo". Eu estranhei, e perguntei porquê. Ela disse que "não mereço porque você é legal, e eu não". Eu gelei na hora. Já ouvi essa frase uma vez e sabia o que seguia depois disso. Era quase certo que ela iria me dispensar... E eu acertei. Ela disse que o ex-namorado dela havia ligado para ela no serviço e eles discutiram bastante, ela chorou. E no final da conversa ela concordou com algumas coisas que ele disse.
Ela falou que mentiu quando disse que estava solteira tinham 3 meses: ela estava solteira haviam 9 dias. Que ela tentou por muito tempo levar o namoro adiante mas não funcionava... E ela disse o seguinte:
Depois disso a gente se viu de novo e eu falei que amava ele....ele disse que eu sou falsa de dizer isso e sair com outro 9 dias depois
Parece que ela acabou encontrando o ex namorado.
Resumindo... Ela me "dispensou". Eu tentei acalma-la tentando tirar todo o peso que ela tava colocando sobre si, falando que ela não prestava e que era uma vagabunda (palavras dela) e chorando horrores, mas a cada frase que eu mandava tentando faze-la se sentir melhor, parecia que ela me atacava. Então eu desejei a ela que encontrasse paz e fosse feliz, e que eu estaria ali para ela caso ela precisasse. E não nos falamos mais.
E é isso... Eu me apaixonei por uma pessoa que me deu o mínimo de atenção e me bajulou por alguns poucos dias. Mesmo eu sabendo que ela tinha saido há pouco tempo de um relacionamento, eu estava disposto a tentar. Só não sabia que era tão pouco tempo e que ela estava frágil. Agora estou de coração partido, sabendo que não encontrarei outra pessoa que se conecte comigo como foi com ela, e serão mais vários e longos meses até eu conhecer alguém que seja pelo menos 1/3 do que ela foi para mim.

TL;DR: OP é tímido e conheceu uma menina via app que o fez feliz por alguns dias. Ela logo dizia que estava para "o que vier" pois acabara de terminar um relacionamento de 4 anos havia poucos meses, e o OP queria algo sério, e foram se encontrar. No primeiro encontro, foram ao cinema, cover de sua banda favorita e acabaram o encontro no motel. A menina disse "eu te amo" durante o motel, mas foi "sem querer". O OP se apaixonou pela menina pois ela foi encantadora e uma ótima companhia, e as coisas pareciam caminhar mas dois dias depois o ex-namorado dela ligou para ela no trabalho e ela discutiu, aparentemente se encontrou com ele e disse a ele que ainda o amava (mas não sabia ao certo). A menina teve uma crise, falou que não quer isso para ela e nem pra mim, e "terminou" tudo. OP está devastado pois há muito tempo não conhecia uma menina que o fez bem assim e agora está bem triste.

Obrigado a todos por terem lido minha história!

submitted by CuteCockroach to desabafos [link] [comments]


2017.06.27 15:32 vonsenke Recomendações e Lista de Subreddits Brasileiros

Vejo que muitos postam muita coisa aleatória no /Brasil más lembrando que existem diversos outros subreddits Brasileiros que provavelmente irão se encaixar muito melhor no que você irá compartilhar, então decidi de forma completamente descontraída e sem qualquer forma de preconceito(para uma melhor compreensão de todos) listar e descrever alguns desses subreddits:
/a7arte - Discussão sobre cinema.
/AJS_BR - SJW-BR
/AjudaBrasil/ - Ajuda em geral.
/artebrasileira/ - Arte Brasileira.
/batepapo/ - Quando tiver tempo de sobra.
/BeloHorizonte - Muito pão de queijo e pouco trem.
/Bovespa - Investimentos aplicados na bolsa de valores.
/br4 - Namoro Brasileiro. tentar a sorte nunca se sabe.
/brasil2/ - Gerado da ultima batalha com os Mods.
/brasil420/ - Subreddit de Antropologia e Humanas.
/brasil_drama/ - Quem foi banido jaz aqui.
/Brasilball - Polandball HUE HUE
/BrasildoB/ - Brasil Bolchevique.
/brasilivre/ - Tentando ser democrático.
/brasilpics/ - Ótimas imagens de todo o Brasil.
/brazilianmusic/ - Ótimas músicas Brasileiras.
/ciencias/ - Mini Spot de Ciência.
/CinemaBrasil/ - Cinema Brasileiro.
/circojeca/ - Erá para ter memes más não tem.
/concursospublicos - Últimas noticias e dicas sobre concursos.
/Corinthians - Timão
/desabafos/ - Desabafos
/EscritoresBrasil/ - Eles tentam.
/eu_nv - Eu na Vida Real
/filmes - Filmes
/filmeseseries - Filmes e Series.
/foradecasa - Perguntas, Dicas e recomendações em relação a vida no exterior.
/futebol - Paixão Nacional
/g1comments - Comentários do G1
/Gambiarra - Macgyvers BR
/gororoba - Pessoas tentando fazer o que não sabem.
/investimentos - Investimentos
/jogatina - Para apaixonados por jogos.
/jogos - Gameplays entre outros.
/leagueoflegendsbrazil - Sem comentários.
/Libertarianismo - Discussão sobre liberalismo econômico.
/linuxbrasil - Para moradores da Antártica.
/Livros - Recomendações e discussão literária.
/maconha - Só....Muito..Loco....
/Maromba - Ta saindo da jaula o monstro.
/masqueporra - WTF
/Monarquia - Ave Império. Ave Dom Pedro II.
/motoca - Amantes de Motos
/naoesensacionalista/ - Não parece más é verdade
/NerdPowerBR - Clero dos Magos.
/palmeiras - Verdão
/Parana - Russia Brasileira
/Psicanalise - Compreendendo o Impossível.
/riodejaneiro - Cidade maravilhosa e com a maior incidência de estrelas cadentes na America do sul.
/riograndedosul - Dicas para o churrasco.
/saopaulo - Pizza, Bolacha, Poluição e Prédios a perder de vista.
/tiodopave - Piadas que deveriam ser engraçadas.
/veganismobrasil/ - Herbívoros
/territoriolivre/ - Green Zone
/youtubebrasil - Programação Infantil
Existe uma Multi Reddit de subs Brasileiros mais completa aqui: https://www.reddit.com/useDonnutz/m/multi_b
submitted by vonsenke to brasil [link] [comments]


2016.09.15 13:07 PM_ME_LESBIAN_GIRLS Eu traduzi um video para um projeto. Alguém pode me dar feedback?

link do video
Vocês se conhecem em uma festa. Vocês são jovens, provavelmente por 17-19 anos. Vocês já transaram com outras pessoas, mas sempre foi um pouco… Desajeitado. Vocês acham desculpas para andarem juntos, e fingem ser amigos. Ela tem uma pequena marca de nascença no pescoço que você repara, mas não menciona. Você começa a pensar nela um pouco, depois bastante, daí o tempo todo. Você para de dormir direito, e de comer direito, e qualquer música que você está escutando naquela época vai ser tão vinculada a ela que em 20 anos essa música vai tocar e, por somente um segundo, você vai se lembrar exatamente como você se sente agora. E em algum ponto, provavelmente envolvendo álcool, vocês vão tirar as roupas, e agora você está fodido de verdade, porque você não pode mais se esquecer dela. Você não tinha ideia que você poderia se importar tanto com uma pessoa, e nada pode arruinar isso, e qualquer pessoa que te diz o contrário é um idiota. Você não tem nem sequer 20 anos e você já achou o amor de sua vida, quanta sorte é isso? Você provavelmente está negligenciando seus trabalhos, não está dormindo o suficiente, mas isso não importa. Você conhece bem os pais dela, e ela conhece os seus, e vocês já tentaram todas as posições sexuais que existem, e agora o sexo é mais relaxado, ao contrário de antes, que era algo que vocês pensavam em fazer o tempo todo. Vocês tem grandes planos, e nada pode arruinar isso.
Ela te mostra novas músicas que você provavelmente não iria dar menor importância antes, mas que agora você meio que gosta. Você conta para ela sobre suas coisas, e ela finge se importar de maneira bem convincente. Vocês começam a morar juntos, porque… Bem, porque não? Vocês ficam acordados até tarde, vocês bebem, vocês transam, às vezes você a vê dormindo de manhã e de repente toda aquelas poesias de bosta que você precisava ler na escola começam a fazer sentido.
Você não acredita em destino ou merdas como isso, mas você começa a entender o porquê de algumas pessoas acreditarem. E um dia ela olha para outra pessoa, dá uma risada, ou ri e você sente essa ferroada no seu cérebro. Bem vindo à inveja, é meio que normal. Você não menciona para ela, pois você não é completamente insano. Ela provavelmente se sente da mesma maneira sobre você, e isso é legal.
Vocês dois arranjam trabalho, vocês se estressam, vocês se cansam, vocês assistem bastante TV juntos, vocês não transam tanto, mas ei, o que você esperava? Vocês conversam sobre arranjar um cachorro, ela menciona um certo cara no trabalho que manda uns e-mails engraçados, e você decide mata-lo, mas rapidamente se lembra que isso é ilegal. Você começa a correr de tarde, e você começa a reparar nessa garota, que geralmente está correndo na mesma hora que você. Ela é meio bonita, mas foda-se. Vocês dois passam menos tempos juntos de tarde. Você se esqueceu como é a sensação de borboletas no estômago. Você menciona isso para um cara que está casado há anos que você conhece, e ele diz que isso é o que acontece, você não pode ficar preso à esses sentimentos para sempre. Isso te assusta um pouco, mas tudo bem, tudo vai ficar bem, e nada pode arruinar isso.
Você está nos meados dos 20 anos, e alguns dos seus amigos da escola estão virando arquitetos, médicos, e você… Não está. Você queria ser um… Sei lá, mas você não praticou isso em anos. Você começa a praticar, ou começa a planejar a fazer um comércio, ou fazer mestrado. Ela parece completamente desinteressada nisso. Ela começa a fazer piadas de bebê, ou começa a falar sobre comprar uma casa. Você não quer uma casa ou um bebê ainda, porque você ainda não é aquela coisa que você queria ser. E você já tem 25 anos, e 30 é um número bem grande que parece que está se aproximando rapidamente.
O sexo meio que virou rotina agora, e você começa a se perguntar se virou uma tarefa para ela. Vocês ainda ficam juntos, e isso é legal, mas você começa a se preocupar que têm algo faltando. Os dois experimentam com lingerie, vão em aventuras elaboradas, e isso é divertido por um tempo. Você começa a correr mais, e você vê aquela menina no parque. Tem algo meio que sobrenatural sobre ela. Ela para para respirar, e você também. Você diz oi, ela diz olá. Ela é inteligente, meio que te fala quando está exagerando, e você gosta disso nela. Você volta a correr e tenta tirar ela de sua cabeça, mas agora você se lembra da sensação de ter borboletas no estômago.
Você volta pra casa. Você cozinha a mesma janta que você cozinhou na noite anterior, e na noite antes dessa. Vocês conversam sobre nada, ela menciona que aquele cara do trabalho quer te conhecer, e você responde dizendo que aquele cara do trabalho pode se foder 1.000 vezes no inferno. Vocês ficam com um silêncio constrangedor por um tempo, daí vocês assistem um pouco de TV. E mais TV. E vocês vivem assim por mais um ano, e isso é tranquilo, e nada pode arruinar isso. Nunca.
Um de vocês transa com outra pessoa. Ou perde a paciência de vez. Ou menciona que vocês deveriam dar um tempo, ou começam a ficar distantes, ou param de falar sobre o futuro, ou sei lá o que for. Seja você que tenha terminado com ela ou não, vocês nunca mais vão acordar juntos, ou tirar as roupas dela, ou ter um argumento bêbado sobre a União Europeia, ou se cães podem olhar para cima ou não. Você vai pra cama, e de repente a cama cheira como ela de uma maneira que você nunca tinha reparado. Musica é uma bosta, comida é uma bosta, e todo mundo é uma bosta, não importa o quão legais eles estão sendo com você. E você sabe que você fez um erro terrível. Nada poderia arruinar isso, e agora tudo está fodendo arruinado. Você bebe bastante whiskey, você não parece conseguir dormir mais de algumas horas. Alguém menciona que ela está andando bastante com sei lá como é o nome daquele cara. Você brevemente imagina eles transando, e você decide fazer outra coisa. Você começa a jogar bastante videogames, e você descobre que sim, na verdade você tem amigos, e eles estão pacientemente esperando por você por fodendo anos agora. Eles escutam a sua baboseira educadamente pois já tiveram términos antes. Eles oferecem uma atitude bacana, coisas como “Existem outros peixes no oceano”, etc. Mas você não acredita neles porque eles não amaram como você amou. Ninguém amou como você amou.
Você e ela trocam mensagens passivo-agressivas sobre você pegar sua guitarra de volta ou qualquer coisa assim, e vocês se encontram para trocarem seus pertences. É uma boa sensação ver ela de novo, afinal você já superou ela, e ela não tem menor poder sobre você, e você vai logo continuar com sua vida. Vocês transam, e literalmente um minuto depois você percebe a cagada que você fez. Vocês continuam a transar por mais um tempo. Você começa a pensar em voltar o relacionamento com ela. Ela faz umas cagadas pra cima de você, ou você pra cima dela, e de repente você para de pensar em voltar o relacionamento com ela.
Vocês argumentam. Você diz coisas horríveis à ela, o tipo de coisa que você nunca iria se imaginar falando para seu pior inimigo. Você joga mais videogames, você bebe mais uísque, você escuta aquelas músicas que você gosta. As coisas estão indo bem com uma garota que você conheceu no trem, mas você não consegue se imaginar dormindo com outra pessoa. Você brevemente começa a comer saudavelmente, coisas assim, como benefícios de ter 17 seções de 1 hora de pornô por dia. Você começa a praticar aquela coisa que você ama. Você fica bem bom naquela coisa que você ama. Você se lembra como é se sentir humano. Alguém fala de uma morte que ocorreu na sua familia e você percebe que você não tem motivo algum para se sentir triste. Não de verdade.
Com o passar do tempo as pessoas te contam das próprias histórias de término de namoros, e algumas são bem, bem piores que as suas, e, de novo, você percebe que você não tem absolutamente nada sobre o que se sentir triste. Não de verdade. E, sutilmente, tão sutilmente que você nem percebe, você volta a ser você.
E um dia, do nada, aquela menina que você conheceu correndo te convida para sair. E você percebe uma pequena marca de nascença no seu ombro, mas você não menciona. Você para de dormir direito, e de comer direito, e qualquer música que você está escutando naquela época vai ser tão vinculada a ela que em 20 anos essa música vai tocar e, por somente um segundo, você vai se lembrar exatamente como você se sente agora. Música volta a ser boa. Comida volta a ter gosto bom. Nossa, o que era aquilo antes? Por que eu estava sendo uma bichinha? Logo logo vocês dois estão andando juntos todo dia, e você não consegue se lembrar a última vez que você se sentiu tão vivo. O tempo todo era isso que você precisava fazer? Ou talvez você só está repetindo o mesmo padrão de novo, mas cara, a sensação é tão incrível. Talvez tudo isso seja só um jogo estúpido, mas você não se importa. Você não se importou última vez, porque agora, você está certo disso. Mais certo que tudo que você já fez na sua vida, e qualquer pessoa que te diz o contrário é um idiota. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso.
submitted by PM_ME_LESBIAN_GIRLS to brasil [link] [comments]


Coloquei uma Câmera Escondida e Peguei Minha Esposa No ... LEONARDO - Amor De Trem ESTOU NAMORANDO !!! - YouTube Trem de Pouso  Namoro a Dois tribo de jah - trem do amor. - YouTube Trem de Luxo - Lambada do Namoro Em clima de carnaval, Faro imita Ivete e Claudia Leitte no ... Lambasaia - DVD completo em Salvador - YouTube ELE DISSE: NÃO VOU TE MACHUCAR  Dia de Paula - YouTube

  1. Coloquei uma Câmera Escondida e Peguei Minha Esposa No ...
  2. LEONARDO - Amor De Trem
  3. ESTOU NAMORANDO !!! - YouTube
  4. Trem de Pouso Namoro a Dois
  5. tribo de jah - trem do amor. - YouTube
  6. Trem de Luxo - Lambada do Namoro
  7. Em clima de carnaval, Faro imita Ivete e Claudia Leitte no ...
  8. Lambasaia - DVD completo em Salvador - YouTube
  9. ELE DISSE: NÃO VOU TE MACHUCAR Dia de Paula - YouTube

LEONARDO - Amor De Trem PORTEIRA MUSICAL. Loading... Unsubscribe from PORTEIRA MUSICAL? ... LEONARDO - Namoro Novo - Duration: 3:25. PORTEIRA MUSICAL 76,214 views. 3:25. #AxedasAntigas Música da Banda Bahiana Trem de Luxo Ano 1988 LP Jaguarary Se inscreve no canal pra poder curtir esse e vários outros sucessos da música Bahia... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. MOSTRA ESSE CANAL PRA ALGUEM, UM DIA TEREMOS 10 MILHÕES DE INSCRITOS!! SEJA MEMBRO AQUI DO CANAL https://www.youtube.com/channel/UCvuJTWl_peL49CUfF2EAbyg/joi... Coloquei uma Câmera Escondida e Peguei Minha Esposa No Flagra Lambasaia - DVD completo em Salvador 50+ videos Play all Mix - Trem de Pouso Namoro a Dois YouTube; Timbalada - Namoro a Dois - Som Brasil 1994 - Duration: 3:02. Bucaneiros 2,706,717 views. 3:02. Fundo ... Oi oi oi my cats, tudo bem com vocês? O vídeo de hoje fala sobre uma menina de 13 anos que foi enganada, manipulada, e usada por um rapaz de 27 anos muito bo... Nayambing blues para você meu Rei.